tartaro no dente

Tártaro no dente: confira o que é e como remover dos dentes

O tártaro no dente é uma condição que pode causar vários problemas a saúde bucal do paciente e também prejudicar sua estética.

Neste artigo falaremos mais a seu respeito, confira:

O que é tártaro no dente?

O tártaro no dente consiste em uma camada rígida e porosa que se forma sobre os dentes e possui uma tonalidade amarelada e amarronzada.

Ela é formada devido ao enrijecimento da placa bacteriana, dessa forma o tártaro é formado por bactérias, partículas de alimentos e saliva.

Geralmente ele se forma na região próxima à linha da gengiva, no entanto, ele também pode se formar sob a linha da gengiva, o chamado tártaro subgengival.

Essa camada pode causar vários prejuízos funcionais ao paciente e também causa prejuízos estéticos por conta de sua coloração.

O que causa tártaro no dente?

O tártaro no dente é uma camada rígida e porosa que se forma sobre a superfície dos dentes do paciente, mas o que faz com que ela surja?

Quando nos alimentamos, as partículas de alimentos se juntam à saliva e às bactérias que existem no interior da boca e formam uma camada chamada placa bacteriana.

A placa é uma camada pegajosa e que pode ser facilmente removida através da escovação e do uso do fio dental.

No entanto, quando não higienizamos os dentes após as refeições, essa camada permanece sobre os dentes e pode acabar enrijecendo.

Esse endurecimento da placa bacteriana resulta na formação do tártaro, também conhecido como cálculo dental.

Tártaro no dente, o que causa?

O tártaro no dente é uma complicação derivada do endurecimento da placa bacteriana, ou seja, ele é composto por bactérias, restos de alimentos e saliva.

O fato de ele ser uma camada rígida e porosa composta por bactérias faz com que ele possa causar diversas complicações.

As principais complicações geradas pelo cálculo dental são as inflamações gengivais, conhecidas como gengivite e periodontite, e as cáries.

A gengivite e a periodontite ocorre pelo fato de que quando essas bactérias presentes digerem partículas de alimentos, elas produzem um ácido que irrita a gengiva.

Essa irritação provoca um caso de gengivite e com o passar do tempo, caso o tártaro não seja removido, essa inflamação pode se desenvolver para um caso de periodontite.

Já a cárie ocorre por conta de que o ácido produzido por essas bactérias é corrosivo aos dentes. Sendo assim, a constante liberação desse ácido na superfície dos dentes provoca o processo da cárie nos dentes.

Como identificá-lo?

O tártaro no dente é uma camada rígida que possui uma tonalidade amarronzada ou amarelada que surge na superfície dos dentes.

Dessa forma é possível identificar o cálculo dental através da observação da região próximo à gengiva que é o local onde geralmente o tártaro surge.

Como remover tártaro no dente

Como remover tártaro no dente?

Diferentemente da placa bacteriana que pode ser removida através da escovação, o tártaro no dente só pode ser removido através do procedimento chamado raspagem dental.

O procedimento de raspagem é realizado durante a profilaxia dental, que é a limpeza profissional dos dentes feita em consultório odontológico.

Essa raspagem pode ser feita de forma subgengival para remover o tártaro da região abaixo da linha da gengiva e também pode ser feita supragengivalmente, para a remoção do tártaro acima da linha da gengiva.

Quando é feita de forma subgengival, é utilizada uma cureta especial que possui a ponta mais longa e fina, possibilitando sua inserção sob a linha da gengiva.

Já a supragengival pode ser feita de duas formas diferentes, a raspagem manual, em que utiliza-se uma cureta convencional para efetuar a raspagem do tártaro, ou utilizando um aparelho de ultrassom que emite ondas que quebram o tártaro em vários pedacinhos possibilitando assim sua remoção.

Como evitar sua formação?

Assim como foi dito anteriormente, o tártaro no dente é uma condição que é formada pelo enrijecimento da placa bacteriana.

Dessa forma, para evitar a sua formação é necessário cuidar bem da higienização bucal, escovando bem os dentes e utilizando o fio dental da maneira correta após as refeições.

Assim é possível garantir que a placa bacteriana não se mantenha sobre os dentes, impedindo a formação do tártaro sobre os dentes do paciente.

Além disso, também é recomendado realizar as visitas periódicas ao dentista pois elas são responsáveis por possibilitar a realização da profilaxia, que além de permitir a prevenção de diversos problemas também previne e remove o tártaro dos dentes.

LEIA TAMBÉM: O que é tártaro? Descubra suas causas e tratamento!

tártaro nos dentes

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Uma visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *