Mulher coletando saliva por conta da sialorreia

Sialorreia tratamento: conheça soluções para o excesso de saliva

A sialorreia, também conhecida como hipersalivação ou salivação excessiva, é um problema que pode causar desconforto e constrangimento. 

Caracterizada pelo aumento da produção de saliva, essa condição pode ser causada por diversos fatores, como problemas neurológicos, efeitos colaterais de medicamentos, distúrbios orais ou simplesmente uma resposta natural do corpo a certas situações, como o aroma ou sabor de alimentos.

Para quem sofre com a sialorreia, encontrar o tratamento adequado é essencial para melhorar a qualidade de vida e minimizar os impactos negativos. 

Saiba mais sobre a sialorreia, suas causas e principais formas de tratamento:

Quais são as causas da sialorreia?

A sialorreia, ou salivação excessiva, pode ser causada por uma variedade de fatores. Aqui estão algumas das mais comuns causas da sialorreia:

Problemas neurológicos: danos ou distúrbios no sistema nervoso central ou periférico podem afetar o controle da produção de saliva, levando à sialorreia. Exemplos incluem doenças como Parkinson, esclerose múltipla e AVC.

Efeitos colaterais de medicamentos: alguns medicamentos podem estimular a produção de saliva como efeito colateral. Isso pode incluir drogas usadas para tratar distúrbios psiquiátricos, como antipsicóticos, e medicamentos que estimulam a produção de saliva, como alguns tipos de antidepressivos.

Distúrbios orais: condições que afetam a boca, como dentes mal posicionados, próteses dentárias mal ajustadas, inflamações na cavidade oral ou infecções, podem estimular a produção excessiva de saliva.

Refluxo gastroesofágico (DRGE): o refluxo ácido do estômago para o esôfago pode causar irritação na garganta, levando a um aumento temporário na salivação como resposta protetora.

Estímulos sensoriais: alimentos muito condimentados, aromas fortes ou o simples ato de pensar em comida podem estimular as glândulas salivares, resultando em sialorreia temporária.

Ansiedade e estresse: em situações de estresse ou ansiedade, o sistema nervoso pode estimular a produção de saliva como parte da resposta de luta ou fuga do corpo.

Alterações hormonais: mudanças hormonais, como durante a gravidez ou em casos de distúrbios hormonais, podem influenciar a produção de saliva.

É importante identificar a causa específica da sialorreia para determinar o tratamento mais adequado. 

Sintomas da sialorreia, quais são?

A sialorreia, também conhecida como salivação excessiva, apresenta sinais como a produção de saliva em quantidades maiores que o habitual. Isso pode levar a sensações de desconforto na boca, como umidade excessiva ou irritação nos lábios e ao redor da boca. 

A dificuldade em engolir e a necessidade frequente de engolir podem ser percebidas, juntamente com possíveis mudanças na fala devido à presença constante de saliva. Em situações mais intensas, pode ocorrer o escorrimento constante de saliva pela boca.

Quais são os tratamentos da sialorreia?

A seguir, apresentamos os principais tipos de tratamentos que podem ser utilizados para reverter esse quadro:

  1. Tratamento medicamentoso: em alguns casos, medicamentos anticolinérgicos podem ser prescritos para reduzir a produção de saliva. Esses medicamentos agem bloqueando a ação do neurotransmissor acetilcolina, responsável pela estimulação das glândulas salivares.
  2. Terapia de comportamento: o uso de técnicas de terapia comportamental, como exercícios de controle da deglutição e treinamento de postura da língua, pode ajudar a melhorar o controle da salivação e reduzir o excesso de saliva.
  3. Terapia fonoaudiológica: o acompanhamento com um fonoaudiólogo pode ser benéfico para desenvolver estratégias de controle da salivação, melhorar a postura oral e fortalecer os músculos envolvidos na deglutição.
  4. Tratamento cirúrgico: em casos mais graves ou quando outras opções de tratamento não são eficazes, pode ser considerada a intervenção cirúrgica, como a sialorreação, que consiste na ligadura ou remoção parcial das glândulas salivares responsáveis pela produção excessiva de saliva.
  5. Uso de dispositivos ortopédicos: alguns dispositivos ortopédicos, como aparelhos intraorais ou protetores bucais, podem ajudar a direcionar a saliva para longe da boca, reduzindo assim o desconforto causado pela sialorreia.

É fundamental consultar um médico especialista para avaliar o caso individualmente e determinar o tratamento mais adequado para cada paciente.

Com as opções de tratamento disponíveis e o acompanhamento profissional adequado, é possível controlar e reverter os sintomas da sialorreia, melhorando significativamente a qualidade de vida.

Dentista sugando saliva de paciente com sugador em consultório odontológico

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a sua saúde bucal, prevenir e tratar problemas bucais.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista tenha acesso aos procedimentos odontológicos já realizados e a possíveis tratamentos para garantir a sua saúde bucal.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *