paciente após realizar retração gengival tratamento

Retração gengival tratamento: confira como ele é realizado!

A retração gengival é uma complicação que ocorre quando a gengiva sofre algum tipo de dano, seja ele mecânico ou não, e resulta em seu deslocamento.

Desta forma, confira mais a respeito do tratamento da retração gengival:

paciente mostrando o que é retração gengival

O que é retração gengival?

A retração gengival diz respeito a uma redução do tecido gengival que recobre o dente, resultando em uma maior exposição dele.

Essa complicação pode ser provocada por conta de fatores mecânicos ou por causa de infecções que afetam a cavidade bucal.

Seu tratamento deve ser realizado com a supervisão de um profissional, devido ao fato de que os procedimentos responsáveis por corrigir o problema são realizados por um dentista.

O que causa retração gengival?

Esta complicação pode ser provocada tanto por fatores mecânicos quanto por problemas de saúde que afetam as gengivas.

Sendo assim, suas principais causas dos efeitos da retração gengival antes e depois são:

1. Higienização indevida dos dentes do paciente

A higienização indevida neste caso não diz respeito à má higienização dos dentes, mas sim ao modo como ela é realizada.

Isto se deve ao fato de que o uso de força excessiva durante a escovação e o uso do fio dental pode acabar empurrando as gengivas, fazendo elas se retraírem.

Desta forma, é importante que o paciente compreenda que a boa higienização dos dentes não se trata de utilizar muita força, mas sim de realizar os movimentos corretos e a força adequada.

2. Inflamação gengival

As inflamações gengivais dizem respeito às doenças periodontais que ocorrem por conta da ação de bactérias que se acumulam próximo a linha das gengivas.

Inicialmente, essa inflamação é chamada de gengivite e provoca a vermelhidão e o sangramento das gengivas, podendo também deixar um gosto ruim na boca e provocar a halitose.

No entanto, quando ela não é tratada da maneira adequada ela pode se desenvolver para um caso de periodontite.

A periodontite é uma complicação mais severa que, além de provocar os sintomas da gengivite, ela compromete todo o periodonto do paciente, destruindo os tecidos gengivais, podendo chegar a atingir os ossos de sustentação.

Isto acaba fazendo com que ela provoque o amolecimento dos dentes, podendo também causar sua queda.

3. Acidentes

Assim como sabemos, acidentes podem acontecer a qualquer momento e com qualquer pessoa, independentemente de gênero ou idade.

Quando estes acidentes ocorrem de forma que atingem a boca do paciente, mais especificamente a região da gengiva, é bastante comum que eles acabem empurrando a gengiva do paciente.

Além disso, este impacto também pode provocar fraturas e rachaduras nos dentes, o que pode vir a causar bastante dor e incômodos, além da possibilidade de surgir um edema ou ferida.

4. Má oclusão

A má oclusão corresponde ao posicionamento indevido dos dentes, que pode ser de origem esquelética, relacionado ao posicionamento das arcadas dentárias, ou de origem dentária, relacionada apenas ao posicionamento dos dentes do paciente.

Isto pode acabar fazendo com que surjam problemas como o surgimento de cáries e este mau posicionamento também pode empurrar a gengiva, provocando sua retração.

Quais são os sintomas?

A retração gengival é uma complicação que é caracterizada pela movimentação do tecido gengival que recobre o dente, deixando-o exposto.

Isto pode acabar provocando algumas outras complicações, como a sensibilidade dentária, que ocorre por conta da exposição da raiz dos dentes que ficam sob a linha da gengiva.

Esta sensibilidade ocorre devido ao fato de que esta região possui uma camada muito fina de revestimento, o que acaba expondo a dentina do paciente, que é uma camada porosa e por conta disto permite que os estímulos provocados pelos alimentos cheguem à polpa dentária causando a sensibilidade.

Esta complicação também pode provocar o surgimento de bolsões, que são espaços entre os dentes e as gengivas, quando é derivada de infecções bacterianas.

Quando surge por conta de bactérias, também é comum que haja a presença de mau hálito e de um gosto ruim na boca.

Como diagnosticá-la?

A retração gengival é uma condição que é resultado do deslocamento da gengiva que recobre a raiz dos dentes expondo-a.

Geralmente, é possível perceber que as gengivas estão retraídas ao perceber o alongamento de alguns dentes.

No entanto, ao identificar o alongamento dos dentes é recomendado procurar um profissional para que ele possa confirmar o diagnóstico e indicar a melhor forma de se tratar a condição.

paciente aguardando para realizar um tratamento de retração gengival

Retração gengival tratamento, como é feito?

Assim como foi visto anteriormente, a retração gengival é um problema que provoca o deslocamento da gengiva do paciente expondo a raiz do dente.

Nos estágios iniciais, onde a retração é quase imperceptível, é possível resolver o problema a partir da correção dos fatores responsáveis por provocar a retração.

Nestes casos podem ser adotados novos hábitos de higienização bucal, onde o paciente irá utilizar menos força durante a escovação e o uso do fio dental e nos casos onde é derivada de inflamações bacterianas é feita uma profilaxia para remover as bactérias responsáveis por provocá-la da superfície dos dentes.

No entanto, quando ela se encontra em um estágio mais avançado onde já expôs uma boa parte da gengiva é necessário realizar um tratamento complementar à eliminação das causas da retração.

Os tratamentos para retração gengival avançada são:

  • Realização de enxertos de gengiva, que consiste em um procedimento cirúrgico realizado para fazer um transplante de tecido para onde houve a retração gengival. Isto permite que a gengiva possa ser reconstruída e recobrir a parte onde o tecido gengival está em falta;
  • Aplicação de lentes de contato dental ou facetas com o objetivo de cobrir a raiz dos dentes prevenindo a sensibilidade dental derivada da exposição da raiz dos dentes. Sendo assim, este tratamento não corrige o déficit estético derivado da retração gengival, mas sim os problemas de sensibilidade derivados da exposição da raiz do dente.

LEIA TAMBÉM: Retração gengival tratamento caseiro: saiba mais!

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que o paciente possa realizar o acompanhamento da prótese dentária, de modo que o dentista também possa realizar quaisquer ajustes que sejam necessários.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Através delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Visite a uma clínica odontológica OralDents para um sorriso mais bonito e ganhar uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *