Dentista secando material usado em restauração dentária

Restauração dentária: saiba do que se trata e preço

A restauração dentária é um dos principais tratamentos odontológicos, tendo como finalidade a reabilitação do dente, tanto estética, quanto funcional.

Dessa forma, é um procedimento extremamente importante para a saúde bucal, uma vez que indicado.

Descubra aqui tudo o que você precisa saber sobre a restauração dentária, como funciona, tipos e quanto custa:

Quanto custa a restauração dentária?

O valor do procedimento de restauração é muito variável, dependendo do material restaurador utilizado e do tipo de restauração, seja ela direta ou indireta.

O preço médio vai de R$ 100 (cem reais) a R$ 300 (trezentos reais) por dente.

Restauração dentária, o que é?

A restauração dentária é justamente o tratamento que tem como objetivo restaurar a estética e a função mastigatória de dentes que foram comprometidos pelo avanço da cárie, traumas ou fraturas.

Não é uma técnica complexa, sendo sua realização bem rápida e indolor, se baseando na colocação de um material restaurador sobre a parte perdida ou que foi comprometida.

Casos em que a necessidade de reconstrução é maior, o paciente é encaminhado a fixação de uma prótese pelo dentista.

Por meio da restauração é possível tratar a cárie e a dor de dente que ela proporciona, logo, é essencial que na percepção dos sintomas dessa complicação, que se recorra ao dentista para que seja feito o tratamento adequado.

Indicações

Como vista, basicamente, a restauração dentária será indicada para que haja a eliminação de cáries, tratamento da dor de dente, recuperação do formato original dos dentes e a melhora da aparência do dente tratado.

Contudo, a restauração também pode ser indicada para correção das cores de dentes manchados, uma vez que a resina, um dos principais materiais restauradores possui uma coloração muito semelhante à natural do dente.

Além disso, nesse caso, a restauração também irá atuar atenuando a sensibilidade, protegendo o dente contra ações naturais de desgaste e de possíveis infecções.

Por fim, o procedimento de restauração também pode ser a solução para tapar casos leves do diastema, que é o espaçamento entre os dentes.

Dessa forma, é possível devolver a simetria e harmonia do sorriso, além de evitar prejuízos resultantes da má escovação.

tipos de restauração de dente

Como funciona a restauração dentária?

Para a realização da restauração, em primeiro momento, caso haja a indicação pela presença de cárie, é feita a remoção do tecido cariado, que é removido pelo famoso instrumento, conhecido como “motorzinho”, a caneta de alta rotação.

Feita a remoção da parte comprometida do dente, há a limpeza do local, e assim, o dentista irá entrar em ação com a reconstrução do dente por meio do uso de um material restaurador, evitando que novamente haja o acúmulo de bactérias na região e a prevenção de doenças mais graves. Existem dois tipos de restauração:

Restauração direta: é a indicação em casos mais simples, em que o material restaurador é aplicado diretamente no dente do paciente. Em seguida, são utilizadas brocas para a remoção da área deteriorada, havendo o desgaste do esmalte e da dentina.

Restauração indireta: é a indicação em casos em que a cavidade a ser tratada é profunda, muito grande ou está muito próxima da gengiva. Nesses casos, a peça será feita em laboratório por um molde feito da boca do paciente, não havendo assim nenhum prejuízo às funções do sorriso e a sua aparência.

Após a realização da restauração dentária, é muito importante seguir todas as orientações passadas pelo dentista, que incluem evitar alimentos muito quentes ou frios, alimentos pegajosos (como chicletes) e manter uma higienização completa e minuciosa, com certa leveza sobre o dente tratado.

Quais são os principais tipos de materiais restauradores?

Sobre a restauração dentária vale destacar os principais materiais restauradores, são eles:

  • Amálgama de prata – principal material a uns anos atrás, perdeu espaço por conta de estudos quanto a sua toxicidade. Se destacava por conta de sua resistência e durabilidade, mesmo com a aparência não tão estética.
  • Ouro – é a opção que requer um maior investimento, mas possui uma durabilidade satisfatória.
  • Ionômeros de vidro – com coloração semelhante ao dente, tem como diferencial a liberação de flúor na boca, contudo, não possui uma vida útil tão longa quanto a de amálgama e ouro, por exemplo.
  • Porcelana – uma das opções mais estéticas, mas, não tão duradoura, tendendo a ser facilmente pigmentado pela alimentação.
  • Resina – com uma coloração muito semelhante à natural do dente, ao contrário da de porcelana, possui boa durabilidade, mas também tende a se manchar com o tempo.

Paciente em uma avaliação periódica de dentista

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro no dente antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Uma visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *