remédio para gengivite

Remédio para gengivite: veja quais são os tipos utilizados!

A gengivite corresponde ao estágio inicial da doença periodontal e tende a provocar alguns sintomas como vermelhidão, inchaço e sangramentos.

Portanto, confira mais a respeito do que é, quais são os sintomas, tratamentos e quais são as indicações de remédio para gengivite:

O que é gengivite?

Afinal, o que é gengivite? A gengivite diz respeito a uma inflamação do tecido gengival que a principal causa é o acúmulo de placa bacteriana e tártaro na superfície dos dentes.

Esse acúmulo geralmente ocorre por conta da má higienização dos dentes, que deixa partículas de alimentos sobre os dentes resultando no acúmulo de bactérias sobre elas.

Ela também é conhecida por ser a fase inicial da doença periodontal, portanto, se não for tratada em seu início, ela pode se desenvolver e se tornar uma complicação mais séria e comprometer todo o periodonto.

O que causa a gengivite

O que causa a gengivite?

A inflamação gengival é causada principalmente pela má higienização dos dentes, o que leva ao acúmulo de placa bacteriana e tártaro próximo aos dentes.

Quando as bactérias presentes nessas camadas que se formam sobre os dentes digerem as partículas de alimentos, elas liberam um ácido.

A constante liberação desse ácido sobre a gengiva é responsável por provocar a inflamação e irritação do tecido gengival, resultando em um caso de gengivite.

Apesar de ser uma condição causada por bactérias que se acumulam na superfície dos dentes, existem alguns fatores que podem contribuir para o desenvolvimento dela. São elas:

  • Alcoolismo;
  • Tabagismo;
  • Excesso de peso;
  • Alterações hormonais, como ocorre na gravidez e na menopausa;
  • Déficit imunológico;
  • Diabetes;
  • Déficit vitamínico;
  • Uso de alguns medicamentos.

Apesar de esses fatores contribuírem para o surgimento da gengivite, isso não significa que ao possuí-los ou fazê-los o paciente terá gengivite.

Quais são os sintomas de gengivite?

Essa condição, que também é chamada de fase inicial da doença periodontal, corresponde a uma inflamação do tecido gengival.

Sendo assim, por se tratar de uma inflamação, é comum que ela provoque alguns sinais. Portanto, confira quais são os sintomas da gengivite:

  • Vermelhidão e inchaço na gengiva;
  • Mau hálito;
  • Retração de gengiva;
  • Sangramento gengival durante a higienização bucal ou ao ingerir algum alimento mais rígido;
  • Gosto ruim na boca.

Logo, ao perceber a presença de algum desses sinais é importante que o paciente procure atendimento com um profissional para avaliar os sintomas e realizar o tratamento caso necessário.

O tratamento da gengivite é importante para prevenir o agravamento dos sintomas da gengivite e que ela se desenvolva para um caso de periodontite, que é a progressão da doença periodontal.

A periodontite é responsável por comprometer todo o periodonto, desde a gengiva até o osso alveolar, o que pode acabar provocando a perda dentária. Além disso, a periodontite também pode fazer com que as bactérias alcancem a corrente sanguínea, provocando um caso de endocardite.

Gengivite tratamento

A gengivite é uma complicação causada pela ação das bactérias que se acumulam na superfície dos dentes por meio da placa bacteriana e do tártaro.

Sendo assim, para tratar essa condição é importante remover os fatores responsáveis por provocá-la, logo, é importante remover as bactérias da superfície dos dentes.

Essa remoção é feita através da profilaxia, que é a limpeza dos dentes feita por um profissional. Ela é feita da seguinte forma:

  1. Avalia-se a cavidade bucal do paciente em busca de tártaros e acúmulo de placa bacteriana;
  2. Caso exista algum indício de tártaro, o profissional inicia o processo para removê-lo, que pode ser feito utilizando uma cureta manual, onde é feita sua raspagem, ou a partir do uso de um dispositivo de ultrassom que é responsável por emitir ondas que quebram sua estrutura e facilitam a remoção;
  3. Após a remoção do tártaro é feito o processo de limpeza onde o profissional utiliza um jato com uma solução de água com bicarbonato para remover a placa bacteriana da superfície dos dentes;
  4. Assim que finaliza-se o processo com o jato, o profissional inicia a passagem do fio dental para remover a placa bacteriana da região interdental e conclui-se o procedimento.

No entanto, existem alguns casos onde a remoção das causas não é o suficiente para tratar a gengivite e assim acaba sendo necessário utilizar alguns medicamentos para extinguir essa condição.

Remédio para gengivite?

Em casos mais leves, é comum que o tratamento seja feito através do uso de uma pasta de dentes ou enxaguante bucal específicos que atuam como remédio para gengivite.

Isso se deve ao fato de que em casos mais leves ela é mais simples de ser tratada, no entanto, em casos mais severos pode ser necessário utilizar determinados medicamentos.

Geralmente nos casos mais graves ou mais específicos, o profissional pode optar por utilizar alguns anti-inflamatórios, como nimesulida para controlar a inflamação, ou antibióticos, como a amoxicilina para controlar a infecção.

Caso seja recomendado o uso do antibiótico, é recomendado que o paciente utilize-o pelo período de tempo indicado pelo profissional, pois interromper o seu uso pode acabar contribuindo para o agravamento dessa condição e para a criação de superbactérias.

O tratamento medicamentoso para gengivite geralmente é feito juntamente com a profilaxia, para remover os agentes causadores e tratar a infecção.

Como prevenir a gengivite

Como prevenir a gengivite?

Assim como foi dito anteriormente, a gengivite é uma condição provocada principalmente pela má higienização dos dentes, visto que isso leva ao acúmulo de placa bacteriana e à formação do tártaro nos dentes.

Sendo assim, para prevenir seu surgimento é importante que o paciente mantenha bons hábitos de higiene bucal que podem ser mantidos através de uma boa escovação dos dentes e do uso correto do fio dental, e para complementar a limpeza pode-se utilizar um enxaguante bucal.

Além disso, também é importante que o paciente realize visitas regulares ao dentista para efetuar a profilaxia, pois por meio dela o profissional poderá higienizar a boca do paciente da forma correta removendo os tártaros.

A partir desses hábitos é possível evitar o surgimento dos problemas responsáveis por causar a gengivite, o que consequentemente contribui para sua remoção.

Assim como os hábitos citados acima, também é importante que o paciente mantenha sua diabetes sob controle e evite hábitos como o consumo de cigarros e de bebidas alcoólicas.

Em casos de gravidez ou de menopausa, é importante que a paciente mantenha o acompanhamento frequente com um profissional para que ele possa auxiliá-la a prevenir o surgimento de complicações e oferecer dicas de cuidados bucais que devem ser tomados durante a gravidez.

LEIA TAMBÉM: Gengivite tem cura? Saiba mais sonhe o que é e como tratar!

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Uma visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *