raspagem dental

Raspagem dental: o que é, para que é feita e benefícios

A raspagem dental é um procedimento muito realizado nos dias de hoje nos consultórios odontológicos. Mas o que exatamente é ela?

Confira no artigo abaixo o que é a raspagem dental e mais informações a seu respeito:

O que é raspagem dental?

A raspagem dental, também conhecida como raspagem de tártaro, diz respeito ao procedimento realizado para remover a camada de tártaro sobre os dentes.

Ela pode ser dividida em dois tipos, a raspagem convencional, que remove o tártaro que fica nos dentes próximos à linha da gengiva, ou a raspagem subgengival, que remove o tártaro acumulado sob a gengiva do paciente.

Esse procedimento geralmente é realizado juntamente com a profilaxia dental, garantindo assim que a limpeza profissional dos dentes remova quaisquer complicações que possam prejudicar a saúde bucal do paciente.

Para que serve a raspagem no dente?

A raspagem dental possui como principal objetivo limpar o dente com tártaro e a placa bacteriana, no entanto, ela pode conferir outros benefícios quando realizada, tais como:

  • Reduzir as possibilidade de infecção bucal;
  • Tratar algumas inflamações e infecções bucais;
  • Melhoria da estética dos dentes pela remoção das manchas provocadas pelo tártaro;
  • Prevenir o aparecimento de complicações periodontais;
  • Reduzir o mau hálito.

Quando a raspagem dental é indicada?

A raspagem dental é indicada em casos que o paciente tenha:

  • Presença de tártaro;
  • Placa bacteriana;
  • Inflamações gengivais;
  • Infecções bucais;
  • Retração de gengiva;
  • Gengivite e periodontite;

Sendo assim, as principais indicações desse procedimento são para controlar o tártaro que se forma sobre os dentes ou sob a gengiva.

Através do controle do tártaro é possível prevenir e tratar várias complicações que são derivadas de sua presença.

Como é feito a raspagem no dente

Como é feito a raspagem no dente?

A raspagem dental é um procedimento realizado durante a profilaxia dental, ou seja, ele é feito juntamente com a limpeza profissional dos dentes no consultório odontológico.

Existem dois tipos de raspagem dental, sendo elas a subgengival e a supragengival. A subgengival consiste em um procedimento no qual remove-se o tártaro que se encontra sob a gengiva.

Ela é feita utilizando uma cureta especial que possui um formato único para possibilitar a higienização da região sob a gengiva.

Já a supragengival pode ser realizada de duas maneiras diferentes, sendo elas a curetagem manual e através do aparelho de ultrassom.

A curetagem manual consiste no procedimento no qual o profissional utiliza uma cureta convencional para realizar a raspagem do tártaro que se encontra nos dentes.

O ultrassom consiste em um aparelho que emite ondas de alta frequência que ao entrarem em contato com o tártaro faz com que ele se fragmente e se solte dos dentes.

Independentemente de qual tipo de raspagem seja utilizado, elas são realizadas antes de se começar o procedimento de profilaxia.

Sendo assim, após a raspagem do tártaro, o profissional realiza a higienização dos dentes utilizando um jato de bicarbonato.

Raspagem dental antes e depois

As diferenças entre a raspagem dental antes e depois são bastante perceptíveis, de modo que seja possível perceber sem fazer muito esforço.

Isso se deve ao fato de que a raspagem dental promove a remoção do tártaro dos dentes, o que consequentemente remove as manchas amareladas ou amarronzadas que existiam nos dentes antes do procedimento.

Dessa forma, através dessa remoção, além de melhorar a estética dos dentes, o paciente também garante a possibilidade de evitar o surgimento de diversos problemas que são derivados.

Portanto, após a raspagem dental, o paciente se vê livre de diversas complicações que ocorrem por conta do tártaro.

O que pode acontecer se não remover o tártaro?

O tártaro nada mais é do que o endurecimento da placa bacteriana juntamente com resquícios de alimentos e saliva.

Porém, essa camada rígida que se forma próximo as gengivas, seja sobre ou sob ela, podem se tornar problemas graves.

Isso se deve ao fato de que o tártaro cria um ambiente propício para o desenvolvimento das bactérias que habitam a flora bucal.

Sendo assim, por contribuir para o desenvolvimento de bactérias e ficar próximo à gengiva, ele pode contribuir para o desenvolvimento de inflamações gengivais e de cáries.

Ele contribui para a formação da cárie pelo fato de proteger as bactérias, o que acaba fazendo com que elas continuem na superfície dos dentes se alimentando e produzindo ácido, o que consequentemente vai formando os famosos buraquinhos da cárie nos dentes.

Já as inflamações gengivais, como a gengivite e periodontite, se formam devido ao fato de o tártaro contribuir para o desenvolvimento dessas bactérias próximo a gengiva.

Logo, com o passar do tempo, essas bactérias começam a atacar o tecido gengival, inflamando-a e provocando outros sintomas, de forma que caso não seja tratada logo pode provocar até mesmo a perda dentária.

Além disso, se a periodontite não for tratada rapidamente, as bactérias responsáveis por ela podem cair na corrente sanguínea formando um caso de bacteremia.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *