dentista avaliando quanto tempo a cárie demora para destruir o dente

Quanto tempo a cárie demora para destruir o dente?

A cárie é uma complicação causada pelo acúmulo de bactérias na superfície dos dentes que é derivado da má higienização dos dentes.

Neste artigo falaremos mais a respeito do que é esta condição e sobre quanto tempo a cárie demora para destruir o dente:

O que é a cárie?

A cárie diz respeito a uma infecção provocada pelo acúmulo das bactérias que habitam naturalmente a boca na superfície dos dentes.

Esse acúmulo provoca o surgimento de pontinhos ou manchinhas escuras sobre os dentes, que é um dos sintomas mais característicos desta condição.

Geralmente ela é provocada pela má higienização dos dentes, que acaba fazendo com que as bactérias se acumulem sobre os dentes para digerir as partículas de alimentos presas.

dano no dente causado por cárie

Como ela surge?

Assim como dito anteriormente, a cárie corresponde ao dano causado aos dentes provocado pelo acúmulo de bactérias em sua superfície.

Este acúmulo ocorre por conta das partículas de alimentos que ficam presas na superfície dos dentes quando o paciente não higieniza os dentes da forma como deveria.

Isto acaba fazendo com que partículas de alimentos fiquem retidas na superfície dos dentes, gerando um acúmulo de bactérias sobre elas.

Quando estas bactérias digerem estas partículas de alimentos, elas liberam um ácido que é corrosivo para os dentes e acaba provocando a corrosão das estruturas dentárias.

Inicialmente, ela compromete apenas o esmalte dentário, no entanto, caso não seja tratada ela pode chegar a comprometer todo o dente.

Quais são os sintomas?

No início, a cárie no dente tende a provocar apenas o surgimento de pontos pretos no dente, que ocorrem por conta do acúmulo de bactérias, e não tendem a causar nenhum sintoma além dos pontos pretos.

Porém, com o passar do tempo e evolução da cárie, ela tende a provocar outros sintomas além das manchas escuras no dente, como:

  • Dor de dente;
  • Sensibilidade dentária;
  • Dor ao mastigar;
  • Halitose;
  • Inflamações gengivais;
  • Inchaço gengival;
  • Furinhos nos dentes.

A cárie é uma condição que é tratada em consultório odontológico, sendo assim, é importante que o paciente procure consultar-se com um dentista ao identificar seus sintomas.

Como identificar cárie no dente no início?

Assim como foi dito anteriormente, a cárie geralmente não provoca nenhum sintoma inicialmente, além do surgimento das manchas escuras no dente.

Sendo assim, para identificar a cárie no dente no início o paciente deve ficar atento ao aparecimento de quaisquer manchas escuras em seus dentes.

Também é importante avaliar o surgimento de tártaro na superfície dos dentes, visto que eles são um dos fatores que podem levar ao seu surgimento.

LEIA TAMBÉM: Cárie interproximal: o que é, causas, tratamento e prevenção

Quanto tempo a cárie demora para destruir o dente?

A cárie não é uma condição que se agrava rapidamente, ou seja, ela vai progredindo lentamente com o passar do tempo, até que comprometa toda a estrutura dentária.

Dessa forma, é possível concluir que essa condição demora para comprometer toda a dentição do paciente, causando assim a destruição do dente.

Apesar de sabermos que demora, não é possível afirmar um tempo exato, pois diferentes pacientes possuem diferentes espessuras de esmalte dentário além de que em alguns casos em que ela pode ficar inativa por um certo período de tempo.

No entanto, mesmo não sendo possível afirmar exatamente quanto tempo a cárie demora para destruir o dente, ainda podemos estipular um tempo médio.

Geralmente a cárie demora aproximadamente 1 ano para destruir o dente, e caso após a destruição do dente ela não seja tratada, ela pode continuar avançando e resultar na destruição do tecido periodontal, inclusive do osso alveolar.

paciente indo tratar a cárie no consultório odontológico

Como tratar a cárie?

A cárie é uma complicação que consiste na corrosão dos dentes derivada do acúmulo de bactérias em sua superfície que ocorre por conta da má higienização dos dentes.

Quando estas bactérias se tornam uma cárie em seu estágio inicial, elas passam a não poder ser removidas através da escovação dos dentes.

Sendo assim, para removê-las após o início do seu processo de formação, o paciente deve buscar consultar-se com um profissional, visto que ele conseguirá tratá-las da maneira correta.

Seu tratamento pode ser feito de 3 maneiras, sendo elas:

Raspagem da cárie

Em seu estágio inicial, quando ela ainda não comprometeu a estrutura dos dentes, seu tratamento pode ser efetuado a partir da raspagem do tecido comprometido da superfície dos dentes.

Após a raspagem do tecido comprometido, é feita uma restauração do dente, com o objetivo de conferir a ele um formato funcional novamente.

Tratamento de canal

O tratamento de canal geralmente é realizado quando a cárie do paciente já estiver em um estado mais avançado, onde ela comprometeu parte da polpa dentária.

Esse procedimento consiste na remoção da polpa dentária comprometida e na selagem do canal radicular, garantindo a retirada de todo o tecido comprometido, deixando o dente livre do problema.

Após a remoção da polpa, é feito um preenchimento da câmara pulpar com um material obturador para prevenir reincidências e para devolver o formato funcional do dente.

Extração dentária

Existem alguns casos mais graves em que a cárie destruiu grande parte do dente e não é possível recuperá-lo através do tratamento de canal, fazendo com que a única opção seja extrair o dente.

Ele deve ser extraído para garantir que ela não irá evoluir mais e causar danos ao osso alveolar ou comprometer os outros dentes.

Como prevenir seu surgimento?

Assim como foi visto anteriormente, a cárie é uma condição que é provocada principalmente pela má higienização dos dentes, que resulta no acúmulo de bactérias na superfície dos dentes.

Sendo assim, para se prevenir do seu surgimento é importante que o paciente cuide bem da higienização bucal, através de uma boa escovação e do uso correto do fio dental, pois desta forma é possível remover quase toda a placa bacteriana da superfície dos dentes.

Além disso, também é recomendado realizar visitas regulares ao consultório odontológico, visto que através delas será possível fazer procedimentos como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

As visitas regulares também garantem que o profissional possa examinar a cavidade bucal do paciente em busca de possíveis indícios de cárie.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *