placa bacteriana no dente

Placa bacteriana no dente: o que é e o que pode causar?

A placa bacteriana no dente é uma condição bastante comum que afeta grande parte da população e que pode causar problemas se não for controlada logo em seu início.

Neste artigo falaremos mais a respeito desta condição, dos problemas que ela pode causar e como prevenir as complicações geradas por ela, confira:

O que é placa dentária?

A placa bacteriana no dente é uma fina camada de bactérias que se forma na superfície dos dentes e pode ter uma tonalidade mais translúcida ou meio amarelada.

Apesar de possuirmos bactérias em nossa boca o tempo todo, esse biofilme geralmente se forma após nos alimentarmos, visto que as partículas de alimentos atraem as bactérias.

Mesmo consistindo em uma fina camada que se forma sobre os dentes quase imperceptível, ela pode passar a sensação de que os dentes estão sujos quando encontrada em excesso sobre os dentes.

As bactérias responsáveis por formar esta camada se alimentam das partículas de alimentos e produzem um ácido que é responsável por causar vários outros problemas e este processo de digestão tende a ser mais rápido quando as partículas a serem digeridas são açúcar.

Como identificar a placa bacteriana no dente

Como identificar a placa bacteriana no dente?

A placa bacteriana no dente é uma complicação bastante comum que está presente na boca de praticamente todas as pessoas.

Isto se deve ao fato de que as bactérias, responsáveis por provocar a placa, estão sempre presentes na boca de toda a população.

No entanto, esta condição tende a se intensificar quando nos alimentamos devido ao fato de que as partículas de alimentos que ficam presas nos dentes atraem as bactérias.

É possível identificá-la quando ela se encontra mais acumulada sobre os dentes, visto que é possível senti-la ao passar a língua sobre os dentes e também é possível visualizá-la devido ao fato de que em grande quantidade ela geralmente deixa os dentes mais amarelados.

O que a placa bacteriana no dente pode causar?

A placa bacteriana consiste em uma condição derivada do acúmulo de bactérias sobre a superfície dos dentes que ocorre toda vez que nos alimentamos.

Estas bactérias são responsáveis por provocar o início de diversos problemas, como:

Tártaro

O tártaro é uma complicação derivada da placa bacteriana no dente que ocorre por conta do enrijecimento desta camada sobre os dentes.

Geralmente ela se forma principalmente na região próximo à gengiva e na região abaixo da linha da gengiva, ou seja, na região do dente que fica abaixo da linha da gengiva.

A placa bacteriana no dente geralmente pode ser removida através da higienização dos dentes, no entanto, o tártaro só pode ser retirado através de um procedimento chamado raspagem dental ou raspagem de tártaro.

Por se tratar de uma camada de difícil remoção, ela torna o ambiente sob o tártaro um ambiente propício para o desenvolvimento de bactérias, contribuindo assim para o surgimento novas complicações, como a cárie e a inflamação gengival.

Cárie

A cárie é um problema causado pela liberação de ácidos que são corrosivos para os dentes, o que resulta na destruição de sua estrutura.

Desta forma, inicialmente essas bactérias provocam apenas a formação de pequenos pontinhos pretos na superfície do dente e de pequenos furinhos na superfície do dente.

Com o passar do tempo esta complicação tende a se desenvolver de forma que esses pequenos furinhos fiquem cada vez mais profundos podendo chegar a comprometer a polpa do dente do paciente ou o dente por completo.

Inflamação gengival

A gengivite e a periodontite são complicações gengivais que geralmente ocorrem por conta do tártaro ou da placa bacteriana no dente.

Isto se deve ao fato de que quando as bactérias presentes na superfície dos dentes digerem as partículas de alimentos e produzem um ácido como resultado deste processo.

Quando este ácido entra constantemente em contato com as gengivas, ele acaba provocando sua irritação, ou seja, resulta em um caso de gengivite.

Nos casos onde a gengivite não é tratada, esta inflamação pode acabar se desenvolvendo e se tornando um caso de periodontite, que é a evolução da doença do periodonto e pode vir a comprometê-lo por completo.

Como removê-la

Como removê-la?

A placa bacteriana no dente consiste em uma fina camada que fica na superfície dos dentes formada por bactérias, partículas de alimentos e saliva.

Este biofilme chamado placa pode ser removido da superfície dos dentes através da higienização convencional dos dentes, ou seja, por meio de uma boa escovação e do uso correto do fio dental.

No entanto, quando ela se desenvolve para o tártaro, sua remoção se torna mais complexa, necessitando da realização de um procedimento chamado raspagem dental ou raspagem de tártaro.

Como prevenir as complicações derivadas da placa bacteriana no dente?

A maior parte das complicações derivadas da placa bacteriana no dente são causadas por conta de sua permanência prolongada na superfície dos dentes.

Sendo assim, para prevenir as complicações geradas por essa condição é fundamental que o paciente tenha uma boa higiene bucal.

Isso se deve ao fato de que a placa bacteriana só é removida através da boa escovação dos dentes e do uso correto do fio dental.

Além disso, também é importante que o paciente realize a profilaxia dental, que é a limpeza profissional dos dentes, pois por meio dela será possível complementar a higienização bucal feita em casa.

Durante a profilaxia o profissional também realiza a raspagem dental, que é o procedimento responsável por remover o tártaro dos dentes, e assim previne o surgimento de novas complicações.

Desta forma, ao manter uma boa higienização dos dentes, o paciente consegue evitar o surgimento do tártaro, das cáries e das inflamações gengivais.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Sendo assim, uma visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *