paciente com diferentes tipos de piercing na boca

Piercing na boca: confira quais são os principais tipos!

O piercing na boca é um acessório que vem se tornando cada vez mais comum nos dias de hoje.

Sendo assim, para saber mais a seu respeito e seus tipos continue acompanhando o artigo abaixo:

O que é piercing na boca?

O piercing consiste em um tipo de acessório que é muito utilizado nos dias de hoje, sendo possível encontrá-los em diversos locais, principalmente na orelha, nariz e boca.

Eles consistem em pequenos acessórios que são confeccionados por materiais metálicos que são biocompatíveis, geralmente aço cirúrgico e podem ou não conter joias em sua estrutura.

Seus formatos também podem ser variados, podendo existir o piercing na boca argola, o semi argola e o piercing na boca labret.

Geralmente, o piercing na boca não é o primeiro tipo de piercing que o paciente coloca, no entanto, ainda é necessário tomar certos cuidados com eles.

Ele também pode ser dividido em diversos tipos, de forma que cada posição onde ele é fixado garante um nome diferente para ele.

Dentre os diferentes tipos de piercing na boca, podemos citar os piercings labiais, o piercing no dente e o piercing na língua.

Além disso, o fato de ficarem posicionados em uma região que fica em contato constante com alimentos, é necessário que o paciente tenha alguns cuidados a mais com eles para prevenir o surgimento de complicações. Saiba como cuidar do piercing na boca neste artigo.

Quais são os tipos de piercing na boca?

Assim como foi dito anteriormente, o piercing na boca recebe um nome diferente de acordo com o local onde é posicionado e também pode ser encontrado em diferentes formatos.

Sendo assim, confira quais são os principais tipos de piercing na boca:

  • Monroe;
  • Madonna;
  • Medusa;
  • Dahlia;
  • Jestrum;
  • Labret Vertical;
  • Canine Bites;
  • Angel Bites;
  • Cyber Bites;
  • Spider Bites;
  • Shark Bites;
  • Snake Bites;
  • Piercing na língua;
  • Smile;
  • Piercing no dente.

1. Monroe

O piercing na boca Monroe recebe este nome devido ao fato de ficar posicionado no local semelhante onde era a pinta de Marilyn Monroe. Sendo assim, ele fica posicionado acima do buço no lado esquerdo e geralmente consiste em um piercing labret.

2. Madonna

O piercing Madonna é chamado assim por ficar posicionado próximo ao local onde era a pinta da cantora Madonna. Logo, ele fica posicionado na parte superior do buço do lado direito e geralmente utiliza-se um piercing labret.

3. Medusa

O piercing na boca Medusa consiste no acessório que fica posicionado no filtro labial, ou seja, na pequena depressão que fica logo abaixo do nariz do paciente e na maior parte das vezes utiliza-se um labret.

4. Dahlia

O piercing Dahlia consiste em dois piercings que são posicionados um de cada lado da boca próximo ao final dos lábios, geralmente utiliza-se dois piercings labret.

5. Jestrum

O piercing Jestrum, também chamado de Medusa vertical, consiste no piercing que fica posicionado de forma que uma ponta fica no filtro labial e a outra abaixo do lábio superior, geralmente utiliza-se o piercing barbell curvo. 

piercing na boca labret vertical

6. Labret Vertical

O Labret Vertical é o nome dado ao piercing que é posicionado de forma que uma de suas pontas fique na região central abaixo do lábio inferior e a outra fique acima do lábio inferior. Geralmente utiliza-se o piercing barbell curvo.

7. Canine Bites

O piercing na boca Canine Bites é um conjunto de 4 piercings que ficam posicionados ao entorno da boca, sendo dois acima do lábio superior, um do lado esquerdo e um do direito, e dois abaixo do lábio inferior, sendo um do lado esquerdo e um do lado direito. Geralmente utiliza-se quatro piercings labret.

8. Angel Bites

São uma configuração de piercing que consistem em 2 acessórios posicionados acima do lábio superior, um do lado esquerdo e um do lado direito. Geralmente utiliza-se 2 piercings labret.

9. Cyber Bites

Cyber Bites consistem em 2 piercings, onde um fica posicionado no filtro labial e o outro na parte central logo abaixo do lábio inferior. Podem ser utilizados tanto piercings barbell quanto labret.

10. Spider Bites

O piercing Spider Bites consistem em um arranjo de 2 piercings que ficam posicionados abaixo do lábio inferior no mesmo canto da boca. Podem ser utilizados os piercings do tipo argola, labret e barbell.

11. Shark Bites

O Shark Bites consiste em um conjunto de 4 piercings que ficam posicionados abaixo do lábio inferior e ficam posicionados 2 do lado esquerdo e dois do lado direito. Podem ser utilizados piercings labret, barbell e argola.

12. Snake Bites

Consiste em um arranjo composto por 2 piercings posicionados abaixo do lado inferior sendo um do lado esquerdo e um do lado direito. Podem ser utilizados os tipos labret, barbell e argola.

paciente com piercing na língua

13. Piercing na língua

O piercing na língua consiste em um dos modelos mais comuns de piercing na boca, que baseia-se em uma joia que é colocada na extremidade da língua do paciente. Geralmente utiliza-se o piercing barbell reto.

14. Smile

O piercing no smile ou piercing no freio labial consiste em uma joia que é posicionado no freio labial do paciente, que é a região que liga a gengiva aos lábios. Geralmente utiliza-se o modelo barbell curvo.

15. Piercing no dente

Apesar de também receber o nome de piercing, o piercing no dente consiste em uma joia que é colada sobre o dente, logo, não é necessário realizar nenhum tipo de perfuração para fixá-lo.

Quais são os modelos de piercing na boca

Os piercings na boca podem ser encontrados em diferentes modelos, que são:

  • Labret, que possui uma joia ou esfera em uma ponta e outra ponta reta;
  • Barbell, que possui uma joia ou esfera em ambas as pontas e pode ser encontrado no modelo reto e no modelo curvo;
  • Argola, consiste no modelo circular, semelhante a uma argola.

Cada um desses tipos é utilizado para um tipo de piercing na boca diferente, além de também existirem os locais que possibilitam o uso de diferentes modelos.

Quais problemas podem ser causados pelo piercing na boca?

Por se tratar de um acessório que é utilizado na boca, que é um ambiente que está constantemente em contato com alimentos, podem surgir algumas complicações.

Dentre as possíveis complicações podemos citar:

Pode colocar piercing na boca utilizando aparelho?

Apesar de parecer difícil utilizar um piercing na boca com aparelho ortodôntico, esta prática é completamente viável, no entanto, deve-se levar em consideração as estruturas do aparelho.

Sendo assim, caso você utilize aparelho e deseje colocar um piercing na boca é recomendado conversar com o dentista responsável pelo seu tratamento.

Colocar piercing na boca dói?

O piercing na boca consiste em um acessório que para sua instalação é necessário fazer uma perfuração na pele do paciente.

Esta perfuração tende a causar algum incômodo para o paciente inicialmente, no entanto, cada paciente possui um limiar de dor diferente, o que faz com que possa ser um procedimento dolorido para alguns e para outros não.

Como cuidar do piercing na boca?

O piercing da boca é um acessório que para sua instalação é necessário realizar uma perfuração dos lábios e por ser uma região que fica em contato constante com alimentos, é necessário que o paciente tenha alguns cuidados com ele.

Sendo assim, confira quais são os principais cuidados que devemos ter com este acessório:

  • Realizar uma boa higienização bucal, através de uma boa escovação e do uso correto do fio dental;
  • Higienizar o piercing removendo-o e limpando-o diariamente;
  • Evitar manusear o acessório sem higienizar as mãos;
  • Evitar movimentar a peça;
  • Evitar removê-lo, exceto em casos de substituição ou higienização;
  • Evite consumir bebidas alcoólicas e cigarros durante o período de cicatrização;
  • Realize visitas regulares ao dentista.

Como ter uma boa cicatrização de piercing na boca?

O processo de cicatrização do piercing na boca não é o mesmo para todas as pessoas, portanto, é necessário esperar um espaço de tempo para que ocorra da forma correta.

Na maior parte das vezes, isso acontece depois de 1 a 2 meses da perfuração (desde que seja uma perfuração simples).

Lembrando que, durante esse período, urge a necessidade de evitar alimentos duros e ácidos na alimentação, além de evitar o consumo de álcool.

Por isso, é recomendado dar preferência para refeições que possuam mais maciez e temperatura mais gelada, tendo em vista que podem facilitar esse processo. 

Para facilitar ainda mais, é necessário utilizar um antisséptico bucal sem álcool que ajuda a minimizar a quantidade de bactérias na boca, de modo a impedir que o processo inflamatório se inicie.

O recomendado é conversar com um profissional de odontologia para que ele faça uma indicação do melhor antisséptico a ser utilizado. 

Piercing na boca inflamado, como cuidar?

Caso você perceba o piercing na boca inflamado, é necessário procurar por uma assistência profissional, tendo em vista que somente uma pessoa com experiência é capaz de saber cuidar da maneira mais adequada. 

Assim, o profissional responsável pela perfuração também poderá te dar um retorno do investimento ou realizar uma higienização adequada e troca de peças, quando houver necessidade. 

De todo modo, além dos cuidados com a higiene bucal, também é recomendado evitar o consumo de refeições e bebidas quentes e condimentadas.

Outros cuidados a serem aplicados consistem no uso da compressa fria e administração de medicamentos prescritos pelo dentista. 

Piercing na boca é perigoso?

Muitas pessoas têm dúvida se o piercing na boca é perigoso e, como você pode ver ao longo do artigo, o seu uso é capaz de provocar riscos, que envolvem desde problemas “simples” até os problemas mais graves que podem ser irreversíveis.

Mas, caso o paciente decida colocar o objeto mesmo assim, aconselha-se procurar estúdios que sejam bem avaliados e possuam profissionais experientes, a fim de evitar o surgimento de algumas complicações.

É necessário que os profissionais esterilizem tudo aquilo que vão utilizar, como por exemplo luvas e instrumentos com agulhas descartáveis. 

LEIA TAMBÉM: Como desinchar piercing na boca? Veja aqui 4 dicas!

O que o dentista pode fazer pelo paciente com um piercing na boca?

Antes de colocar um piercing na boca, é recomendado que o paciente procure um dentista para que ele possa avaliar e dar as orientações necessárias para evitar possíveis complicações.

Além disso, ele também pode dizer os possíveis riscos de se colocar um piercing na boca e pode receitar anti-inflamatórios caso haja alguma inflamação.

O acompanhamento profissional ajuda não só com a execução dos tratamentos e procedimentos, mas também por meio das orientações e indicações.

As visitas ao dentista permitem diagnosticar qualquer anormalidade em sua fase inicial, fazendo com que o tratamento seja feito o quanto antes e da forma menos invasiva possível.

O indicado é que as visitas ao dentista ocorram no mínimo 2 vezes ao ano (de 6 seis em seis meses) para que haja um acompanhamento odontológico adequado.

A visita a uma clínica odontológica OralDents visa não só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você tem alguma pergunta? Deixe sua pergunta abaixo e nós teremos prazer em respondê-las.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *