paciente sofrendo com sensibilidade e pensando o que é bom para sensibilidade nos dentes

O que é bom para sensibilidade nos dentes? Veja nossas dicas!

A sensibilidade nos dentes é um problema que afeta os dentes do paciente e provoca o surgimento de fortes incômodos ao ingerir alimentos ou bebidas muito quentes ou frias.

Para saber mais sobre o que é bom para sensibilidade nos dentes continue acompanhando o artigo abaixo:

O que é sensibilidade nos dentes?

A sensibilidade nos dentes é uma condição que afeta os dentes do paciente quando há um afinamento da camada de esmalte, o que resulta na exposição da dentina.

A exposição desta camada resulta no surgimento deste problema por conta de a dentista ser uma camada porosa, o que acaba fazendo com que os estímulos de temperaturas quentes e frias.

Esta condição também pode ser provocada pela retração gengival, pois ela expõe a raiz do dente, que é uma região em que a dentina fica mais exposta do que a coroa dentária.

paciente tomando água gelada sem sentir sensibilidade nos dentes

Confira o que é bom para sensibilidade nos dentes

A sensibilidade nos dentes é uma condição que pode ser bastante incômoda e sua intensidade pode variar de paciente para paciente.

Sendo assim, confira algumas dicas sobre como aliviar a sensibilidade dos dentes:

1. Escove os dentes da maneira correta

A escovação dos dentes é um cuidado com a saúde bucal que todos devemos ter visto que ela garante a prevenção de diversas complicações bucais, como as cáries e as inflamações gengivais.

No entanto, na hora de realizar a higienização bucal é importante que o paciente atente-se à execução desta limpeza pois o uso de força excessiva pode danificar o esmalte dentário e também provocar a retração gengival.

Logo, é importante que o paciente atente-se à quantidade de força que ele está exercendo durante a escovação e cuide de utilizar apenas a força necessária.

Além disso, também é importante optar por utilizar escovas de dente que possuam as cerdas macias, pois as cerdas mais rígidas podem danificar o esmalte e empurrar as gengivas expondo a raiz do dente.

2. Tratamento para cáries

A cárie é uma complicação que provoca a destruição das estruturas dentárias e com o passar do tempo ela destrói todo o esmalte dentário e acaba expondo as camadas mais internas do dente, o que pode provocar a sensibilidade dentária.

Sendo assim, é importante que o paciente procure o tratamento adequado para esta condição, que geralmente é feito através da remoção do tecido comprometido com uma broca ou por meio do tratamento de canal, o que irá variar de acordo com o estágio que as cáries se encontram.

3. Evite consumir bebidas ácidas

Evite consumir muitos alimentos e bebidas ácidas, pois o contato deles com os dentes pode provocar uma piora da condição.

Isto se deve ao fato de que a acidez deles pode acabar provocando um maior desgaste do esmalte dentário e assim contribuir para o aumento da sensibilidade dentária.

Sendo assim, é bom reduzir seu consumo para aliviar a sensibilidade dentária, podendo também optar por consumi-las com um canudo para evitar que elas tenham contato com os dentes.

4. Utilize produtos de higiene bucal próprios para sensibilidade nos dentes

A sensibilidade nos dentes é um problema que afeta grande parte da população atualmente, o que faz com que formas de aliviá-la sejam bastante procuradas.

Isto fez com que surgissem produtos que contribuem para aliviar a sensibilidade dentária, reduzindo o desconforto ao ingerir alimentos quentes ou frios.

Além disso, também é importante que o paciente evite utilizar cremes dentais e enxaguantes bucais clareadores, pois eles possuem mais abrasantes que o convencional, o que acelera o desgaste do esmalte dentário.

O paciente deve perguntar ao seu dentista para saber quais são os melhores produtos para aliviar a sensibilidade dentária.

5. Procure tratamento para o bruxismo

O bruxismo é uma desordem funcional caracterizada pelo ranger e apertar de dentes, o que acaba resultando no desgaste do esmalte dentário.

Desta forma, ao identificar sintomas de bruxismo, como o desgaste dos dentes, dor na mandíbula e na ATM é recomendado procurar um profissional.

Isto se deve ao fato de que o profissional será capaz de realizar o tratamento mais adequado para a condição e aliviar seus sintomas, como o desgaste dentário, reduzindo assim a sensibilidade.

6. Lentes de contato dental e facetas

As lentes de contato dental e as facetas consistem em finos laminados que recobrem a superfície dos dentes e conseguem garantir uma proteção dos dentes.

Sendo assim, elas conseguem proteger os dentes de estímulos externos responsáveis por provocar a sensibilidade nos dentes, além de também promoverem uma melhoria da estética dos dentes, corrigindo problemas de tonalidade e formato.

7. Consulte-se regularmente com um profissional

Acima foram vistos alguns tópicos sobre o que é bom para sensibilidade nos dentes, no entanto, a melhor maneira de se reduzir a sensibilidade nos dentes é através do acompanhamento com um profissional.

Isto se deve ao fato de que ele conseguirá avaliar a condição individualmente, oferecendo ao paciente a melhor opção de tratamento para o seu caso em específico.

Além disso, o profissional também poderá realizar outros procedimentos que conseguem aliviar a sensibilidade, como a aplicação de flúor sobre os dentes e também o tratamento a laser.

paciente sentindo sensibilidade nos dentes ao comer um picolé

O que pode causar sensibilidade nos dentes?

A sensibilidade dentária é um problema que pode ser causado por dois fatores principais, que são a erosão dentária e a retração gengival que resultam na exposição da dentina, que é uma camada porosa e permite que os estímulos cheguem a camada mais interna dos dentes provocando a sensibilidade.

A erosão dentária consiste no processo de desgaste dos dentes, o que resulta em um afinamento da camada de esmalte dentário e na exposição da dentina.

Ela pode ser provocada por diversos fatores, como bruxismo, alto consumo de alimentos ácidos ou escovação com muita força.

Já a retração gengival consiste no recuo da gengiva de forma que exponha a raiz dos dentes, que é uma região que não possui esmalte dentário, sendo revestida apenas pelo cemento, que é uma camada muito fina.

Ela geralmente é provocada por atos mecânicos como o uso de força excessiva ao higienizar os dentes e problemas de má oclusão.

LEIA TAMBÉM: Posso usar bicarbonato para sensibilidade nos dentes? Veja aqui!

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que o paciente possa realizar o acompanhamento da prótese dentária, de modo que o dentista também possa realizar quaisquer ajustes que sejam necessários.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Através delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Visite a uma clínica odontológica OralDents para um sorriso mais bonito e ganhar uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *