o que comer quando tira o siso

O que comer quando tira o siso? Veja os principais alimentos!

O siso, também conhecido como terceiro molar, na maior parte das vezes é extraído para evitar o surgimento de complicações.

Essas complicações geradas pelo seu nascimento podem ser o aparecimento de dentes tortos, dores e desenvolvimento da pericoronarite.

Sua extração é um procedimento cirúrgico, e como tal exige que o paciente tenha alguns cuidados especiais após sua realização.

Parte dos cuidados que devemos ter após sua remoção são com a alimentação, dessa forma, confira no artigo abaixo o que comer quando tira o siso:

O que comer quando tira o siso?

Assim como dito anteriormente, devemos adotar alguns cuidados após remover o dente de siso, sendo um deles a adaptação da alimentação.

Confira algumas dicas sobre o que comer quando tira o siso:

  • Sorvete;
  • Sopas Frias;
  • Frutas, legumes e verduras macios;
  • Vitaminas e sucos naturais;
  • Iogurte;
  • Gelatina.

Sorvete

O sorvete é uma das melhores opções de alimentos após a remoção do siso, especialmente em dias mais quentes.

Ele é um alimento frio e cremoso, o que faz com que não seja necessário mastigá-lo, além de também não incomodar o local sensível por não ser rígido.

Por se tratar de um alimento frio, ele também ajuda a reduzir possíveis inchaços que possam ocorrer após a extração do siso.

Isso se deve ao fato de que devido a sua temperatura mais baixa, ele contribui para reduzir o calibre dos vasos sanguíneos, o que por sua vez reduz o inchaço e o sangramento da região.

Porém, apesar de o sorvete ser uma ótima opção, é importante atentar-se ao sabor escolhido, pois alguns sabores possuem pequenos pedaços sólidos, o que pode acabar ferindo o local da cirurgia.

Sopas frias

As sopas são conhecidas por serem alimentos fáceis de se ingerir, por serem mais macias e líquidas, o que garante uma mastigação mais simples, mas para que as sopas sejam uma boa opção do que comer quando tira o siso é importante que elas estejam mornas ou frias.

Além disso, é importante que a sopa não possua muitos pedaços sólidos, pois podem acabar exigindo muita mastigação e fazendo com que ela tenha o efeito contrário.

Frutas, legumes e verduras macios

É muito importante que o paciente opte por alimentos mais fáceis de serem ingeridos, porém não se deve comer apenas sorvete após retirar o siso.

Portanto, para evitar que haja algum déficit nutricional, é importante que o paciente também coma frutas, verduras e legumes.

Porém, é importante escolher bem as frutas que irá ingerir, optando sempre pelas mais macias, como a banana e o mamão. O mesmo deve ser feito com os legumes e as verduras.

Vitaminas e sucos naturais

Uma outra forma de garantir a ingestão dos nutrientes necessários para o bem-estar do paciente é a partir do consumo de vitaminas, também conhecidas como smoothies, e sucos naturais.

Os shakes feitos batendo-se frutas com leite ou com água são extremamente nutritivos e quando consumidos gelados contribuem para reduzir o inchaço da região onde o siso foi removido. No caso dos sucos naturais é importante que o paciente evite sucos muito ácidos, como laranja e limão.

Iogurte

Os iogurtes são alimentos ricos em nutrientes, o que faz com que sejam uma ótima opção após tirar o siso.

Além de o próprio iogurte ser uma ótima fonte de nutrientes, também é possível comê-los com frutas, mas sempre optando por frutas mais macias.

Gelatina

A gelatina é uma comida sólida, porém é bastante macia e extremamente fácil de ser ingerida, além de também ser um alimento que comemos frio.

Além de todos os benefícios citados acima, a gelatina também é rica em colágeno, que é uma proteína que contribui para a regeneração celular.

o que não pode comer quando tira o siso

O que não pode comer quando tira o siso?

Da mesma forma que existem alimentos recomendados após a remoção do siso, também existem alimentos que devem ser evitados.

Confira alguns exemplos sobre o que não pode comer quando tira o siso:

Alimentos duros ou pegajosos

Os alimentos duros e pegajosos devem ser evitados pois são alimentos mais difíceis de serem mastigados e os alimentos duros podem acabar ferindo o local onde o siso foi extraído. Os alimentos pegajosos também podem acabar grudando nos pontos e gerando complicações como a soltura deles.

Comidas ácidas ou muito condimentadas

Após tirar o siso, é importante que o paciente evite comer comidas muito temperadas, com molhos muito fortes ou ácidas.

Isso se deve ao fato de que esses alimentos podem acabar irritando a região operada e complicar o processo de cicatrização.

Sendo assim, é recomendado esperar que ocorra a cicatrização externa para ingerir esses alimentos, pois dessa forma não haverá a irritação da região.

Alimentos quentes

É recomendado evitar ingerir alimentos quentes, pois além de eles poderem causar queimaduras na região que está mais sensível, também provocam a dilatação dos vasos sanguíneos, o que pode contribuir para o aparecimento de inchaços e sangramentos da região onde o siso foi extraído.

LEIA TAMBÉM: Dente siso inflamado: saiba como identificar e tratar o problema

Cuidados que devemos ter após retirar o siso

Assim como vimos no artigo, devemos ter cuidado com o que comer quando tira o siso, porém além do cuidado com a alimentação, também devemos aderir outros cuidados.

Confira quais são os principais cuidados que devemos ter após retirar o siso:

  • Evitar esforço físico;
  • Tomar os medicamentos corretos;
  • Aplicar compressas frias;
  • Evitar utilizar canudos e afins;
  • Ter mais cautela durante o cuidado com os dentes;
  • Evitar utilizar cigarros.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *