Mão segurando vários comprimidos de nimesulida

Nimesulida: para que serve, como usar e muito mais!

A nimesulida é um anti-inflamatório não esteroidal que é utilizado para reduzir dores, processos inflamatórios e febre.

Neste artigo falaremos mais a seu respeito, quais seus principais usos, nomes comerciais, contraindicações e posologia:

Profissional da saúde segurando um comprimido de nimesulida

O que é nimesulida?

A nimesulida é um tipo anti-inflamatório não esteroidal (AINE) que possui ação anti-inflamatória, analgésica e antitérmica.

Desta forma, ela pode ser utilizada para aliviar dores, reduzir processos inflamatórios e abaixar a febre. Além disso, ela é um medicamento de tarja vermelha, sendo assim, é necessário que o paciente possua receita médica para adquiri-lo.

Nomes comerciais da nimesulida

A nimesulida é um medicamento que possui versões genéricas, sendo assim é possível encontrá-la em drogarias com diferentes nomes, sendo eles:

  • Arflex Retard;
  • Cimelid;
  • Deltaflan;
  • Fasulide;
  • Flogilid;
  • Inflalid;
  • Mesalgin;
  • Neosulida;
  • Nilsagen;
  • Nimalgex;
  • Nimelit;
  • Nimesulix;
  • Nimesilam;
  • Nimesubal;
  • Nosoflan;
  • Nisofar;
  • Nisulid;
  • Optaflan;
  • Scaflam;
  • Scaflogin;
  • Scalid;
  • Uciton.

Desta forma, caso o paciente ainda tenha dúvidas na hora de comprar o medicamento é recomendado adquirir o nome exato que o profissional receitou.

Nimesulida para que serve?

Afinal, para que serve a nimesulida? Assim como foi dito anteriormente, consiste em um medicamento anti-inflamatório que pode ser utilizado no combate de inflamações, dores e febre.

Sendo assim, é possível utilizar a nimesulida para dor de dente, dor de garganta e outras condições que podem ser causadas por alguma inflamação.

No entanto, é importante lembrar que este ainda é um medicamento tarja vermelha, e como tal, só é possível adquiri-lo com receita médica, além de também ser recomendado consumi-lo apenas quando receitado por um profissional.

Quanto tempo demora para fazer efeito?

Geralmente a nimesulida leva por volta de 15 minutos a 2 horas para fazer efeito, e não deve ser consumida sem indicação médica ou em uma quantidade acima da permitida.

No entanto, se caso mesmo após consumir a nimesulida não surtir nenhum efeito, é recomendado consultar-se com um profissional para que ele possa avaliar o motivo de a nimesulida não estar fazendo efeito.

Quais são os tipos de nimesulida encontrados no mercado e posologia?

A nimesulida pode ser comercializadas de diferentes maneiras, sendo elas:

  • Comprimido dispersível diz respeito a um comprimido que deve ser dissolvido em água para ser ingerido;
  • Comprimido consiste em um comprimido convencional que deve ser ingerido juntamente com água;
  • Gotas consiste em uma solução líquida que é administrada por meio de gotas, sendo dissolvidas em água previamente ou não;
  • Supositório corresponde a um supositório que deve ser administrado via retal, geralmente é utilizado em pacientes em que não é possível administrá-la via oral;
  • Gel diz respeito a um medicamento tópico que deve ser administrado diretamente sobre a pele do paciente no local afetado.

Contraindicações

A nimesulida é um medicamento que não deve ser receitado ou aplicado a nenhum paciente que tenha tido algum tipo de reação alérgica a algum anti-inflamatório não esteroide (AINE) ou ácido acetilsalicílico (aspirina).

Seu uso também deve ser interrompido em pacientes com cirurgia agendada em um período de no mínimo 48 horas antes de sua realização.

Este medicamento também não deve ser utilizado por pacientes com:

  • Insuficiência cardíaca;
  • Alto risco de doenças cardiovasculares;
  • Hipertensão descontrolada;
  • Gastrite;
  • Úlcera gástrica;
  • Trombocitopenia;
  • Insuficiência renal;
  • Edema;
  • Hipercalemia;
  • Pólipo nasal;
  • Histórico de doença hepática;
  • Crianças menores de 12 anos;
  • Gestantes;
  • Lactantes.

Além disso, este medicamento não deve ser consumido com substâncias hepatotóxicas, como bebidas alcoólicas.

Possíveis efeitos colaterais

A nimesulida é um medicamento e como tal possui alguns efeitos colaterais, sendo alguns deles mais comuns e outros mais raros. Os principais efeitos colaterais dela são:

  • Azia;
  • Coceira;
  • Constipação intestinal;
  • Diarreia;
  • Dispepsia;
  • Flatulência;
  • Mancha na pele;
  • Náusea;
  • Redução do volume urinário;
  • Retenção de líquidos;
  • Sonolência;
  • Tontura;
  • Visão turva.

Assim como os demais anti-inflamatórios, o uso contínuo da nimesulida pode provocar o surgimento de úlcera péptica e de insuficiência renal.

O que acontece caso o paciente tome uma superdose do medicamento?

A nimesulida é um medicamento que possui uma dosagem máxima recomendada por dia e exceder este limite pode provocar alguns sintomas, como:

  • Letargia;
  • Sonolência;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Dor epigástrica;
  • Alteração visual;
  • Tontura;
  • Sangramento intestinal;
  • Hipertensão arterial;
  • Insuficiência renal;
  • Depressão respiratória;
  • Coma.

Em casos mais leves, a superdosagem pode ser tratada com um tratamento de suporte, no entanto, em casos mais graves, é necessário realizar um tratamento sintomático, que é feito através de uma lavagem gástrica, investigação e restauração do balanço hidroeletrolítico, além de suporte.

Mulher ingerindo uma cápsula de nimesulida

Nimesulida como tomar?

A nimesulida é um medicamento, e, como tal, possui sua própria posologia, ou seja, a forma correta de como tomá-la.

Sendo assim, confira como tomar nimesulida da maneira correta:

  • Comprimido: deve ser ingerido de acordo com a recomendação médica via oral juntamente com meio copo de água. A dosagem máxima não pode ultrapassar 4 comprimidos ao dia;
  • Gel: deve ser aplicado diretamente sobre a pele limpa duas vezes ao dia, espalhando o medicamento até que forme uma camada translúcida. Após o uso o paciente deve lavar as mãos;
  • Gotas: deve ser ingerido 1 gota via oral para cada kg de peso do paciente, podendo ser dividido em até 2 vezes ao dia. A dosagem máxima não pode ultrapassar 80 gotas ao dia;
  • Supositório: deve ser inserido via retal de acordo com a recomendação médica. A dosagem máxima não pode ultrapassar 4 supositórios ao dia.

Interações medicamentosas

Quando ingerida com determinados medicamentos, a nimesulida pode provocar reações adversas. Logo, é recomendado que o paciente consuma nimesulida juntamente de outros anti-inflamatórios não esteroides e de medicamentos hepatotóxicos.

Além destes, ainda existem outros medicamentos que podem causar reações adversas ao serem consumidos juntamente com a nimesulida, portanto, para maiores informações, consulte a bula ou pergunte ao profissional que o receitou.

Também é recomendado que o paciente evite consumir bebidas alcoólicas durante o tratamento com o medicamento.

LEIA TAMBÉM: Nimesulida preço: saiba quais são os valores do remédio!

Como cuidar bem da saúde bucal?

Para cuidar bem da saúde bucal, é importante que o paciente mantenha bons cuidados de higiene bucal e realize visitas regulares ao dentista.

As visitas regulares são responsáveis por garantir que o paciente possa realizar o acompanhamento de sua saúde bucal.

Dessa forma é possível identificar e tratar quaisquer complicações de saúde bucal que possam vir a aparecer.

Além disso, as visitas também garantem que o paciente possa realizar a profilaxia dentária, que é a limpeza profissional dos dentes e por meio dela é possível realizar a remoção da placa bacteriana e a raspagem de tártaro.

Portanto, ela também é responsável por prevenir o surgimento de algumas complicações derivadas dessas bactérias que formam a placa e o tártaro.

Além disso, através delas o dentista também consegue avaliar a higienização bucal do paciente e dessa forma pode orientá-lo caso necessite melhorar algo.

Uma visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *