molde de arcada dentária com mordida aberta anterior

Mordida aberta anterior: saiba as causas e tratamentos aqui!

A mordida aberta pode levar a outros problemas dentários e faciais, como dificuldades na mastigação, fala inadequada e assimetria facial. O tratamento precoce ajuda a prevenir esses problemas antes que se desenvolvam.

Veja abaixo, curiosidades, características e tratamentos da mordida aberta anterior!

O que é mordida aberta anterior?

A mordida aberta anterior é uma condição ortodôntica em que há uma falta de sobreposição vertical entre os dentes anteriores superiores e inferiores quando a boca está fechada.

Em outras palavras, quando a pessoa fecha a boca, existe um espaço visível entre os dentes superiores e inferiores na região da frente. Essa condição pode afetar os dentes da frente, tanto os incisivos superiores quanto os inferiores.

A mordida aberta anterior pode ser causada por diversos fatores, incluindo:

1. Hábitos de sucção na infância

Chupar o polegar ou chupeta por um período prolongado pode influenciar o desenvolvimento da mordida.

2. Hábitos linguais

Certos hábitos linguais, como empurrar a língua contra os dentes durante a fala, podem contribuir para a mordida aberta.

3. Alterações no crescimento ósseo

Problemas no crescimento da mandíbula ou maxila podem resultar em uma mordida aberta.

4. Perda prematura de dentes

A perda prematura de dentes, especialmente na infância, pode influenciar o alinhamento dos dentes e levar a uma mordida aberta.

5. Genética

Fatores genéticos também podem desempenhar um papel no desenvolvimento da mordida aberta.

A mordida aberta anterior não apenas afeta a estética do sorriso, mas também pode levar a problemas funcionais, como dificuldades na mastigação e na fala.

O tratamento para corrigir uma mordida aberta geralmente envolve intervenção ortodôntica. Um ortodontista avaliará a condição e recomendará o tratamento mais adequado, que pode incluir o uso de aparelhos ortodônticos, placas de mordida, ou, em casos mais graves, até mesmo cirurgia ortognática.

O tratamento é personalizado para atender às necessidades específicas de cada paciente.

Mordida aberta anterior infantil

mordida aberta anterior em dentes de criança

A mordida aberta anterior infantil é uma condição ortodôntica em que há uma falta de sobreposição vertical entre os dentes anteriores superiores e inferiores quando a criança fecha a boca.

O uso prolongado de chupetas ou sucção do polegar são os principais causadores dessa condição em crianças. 

Mas a perda precoce de dentes de leite também pode afetar a erupção adequada dos dentes permanentes.

Impactos:

Estética do sorriso: a mordida aberta pode afetar a estética do sorriso da criança.

Função mastigatória e da fala: pode haver dificuldades na mastigação e na fala.

Desenvolvimento facial: a condição pode influenciar o desenvolvimento facial e a harmonia das características faciais.

É essencial abordar precocemente a mordida aberta anterior em crianças para evitar complicações futuras e garantir um desenvolvimento oral saudável. O tratamento é adaptado às necessidades individuais de cada criança.

Sintomas:

Os sintomas associados a essa condição podem variar de pessoa para pessoa e podem incluir:

  • Espaço visível entre dentes frontais;
  • Estética do sorriso;
  • Dificuldades na mastigação;
  • Problemas na fala;
  • Desconforto articular;
  • Hábitos orais;
  • Desgaste anormal dos dentes;
  • Problemas de respiração.

Presença de um espaço visível entre os dentes frontais superiores e inferiores quando a boca está fechada. A estética do sorriso é afetada devido à exposição dos dentes frontais, o que pode ser uma preocupação estética para muitas pessoas.

Em alguns casos, a mordida aberta pode levar a dificuldades na mastigação, pois os dentes anteriores não estão se encontrando adequadamente, também interferindo na pronúncia de certos sons e causando problemas na fala.

Em alguns casos, a mordida aberta pode estar associada a problemas na articulação temporomandibular (ATM), o que pode resultar em desconforto ou dor na região da mandíbula.

Em crianças, a mordida aberta pode estar relacionada a hábitos orais, como chupar o dedo, chupeta ou respiração bucal.

A falta de sobreposição adequada dos dentes pode levar ao desgaste anormal dos dentes ao longo do tempo.

É importante notar que nem todas as pessoas com mordida aberta apresentarão todos esses sintomas e a gravidade dos sintomas pode variar. 

Quais são os tipos de mordida aberta?

molde de arcada dentária com mordida aberta

Existem diferentes tipos de mordida aberta, classificados com base na região da boca onde a falta de sobreposição ocorre. Os principais tipos são:

Mordida aberta anterior:
Neste tipo, a falta de sobreposição vertical ocorre nos dentes anteriores, resultando em um espaço visível entre os incisivos superiores e inferiores quando a boca está fechada.

Mordida aberta posterior:
Na mordida aberta posterior, a falta de sobreposição acontece nos dentes posteriores, geralmente nos molares.

Mordida aberta unilateral:
Esse tipo de mordida aberta ocorre apenas em um lado da boca, seja nos dentes anteriores ou posteriores.

Mordida aberta bilateral:
Na mordida aberta bilateral, a falta de sobreposição ocorre em ambos os lados da boca, envolvendo tanto os dentes anteriores quanto os posteriores.

Mordida aberta anteroposterior:
Esse tipo envolve uma falta de sobreposição tanto nos dentes anteriores quanto nos posteriores.

Mordida aberta dentição de leite:
Em crianças, a mordida aberta na dentição de leite pode ser observada antes da erupção completa dos dentes permanentes.

Mordida aberta esquelética:
Este tipo está relacionado a problemas no desenvolvimento esquelético da mandíbula ou maxila, podendo envolver a falta de sobreposição em várias regiões da boca.

Cada tipo de mordida aberta pode ter causas específicas, e o tratamento dependerá do diagnóstico preciso do ortodontista.

A correção da mordida aberta pode envolver o uso de aparelhos ortodônticos, placas de mordida, elásticos e, em alguns casos, intervenções cirúrgicas, especialmente quando a causa está relacionada a problemas esqueléticos. O tratamento deve ser personalizado de acordo com as necessidades individuais de cada paciente.

Mordida aberta tratamento

O tratamento da mordida aberta dependerá do tipo e da gravidade da condição, bem como das causas subjacentes. Aqui estão algumas abordagens comuns para o tratamento da mordida aberta:

  1. Ortodontia:
    O tratamento de ortodontia é frequentemente utilizado para corrigir mordidas abertas. O ortodontista pode recomendar o uso de aparelhos ortodônticos, como braquetes e fios, para movimentar os dentes e corrigir a sobreposição inadequada.
  2. Placas de mordida:
    Placas de mordida podem ser usadas para ajudar a corrigir a posição dos maxilares e melhorar a sobreposição dos dentes. Elas são especialmente úteis em casos de mordida aberta causada por hábitos orais, como chupar o dedo.
  3. Elásticos intermaxilares:
    Elásticos podem ser prescritos para serem usados entre os braquetes dos aparelhos ortodônticos. Eles aplicam forças específicas para corrigir a posição dos dentes e dos maxilares.
  4. Cirurgia ortognática:
    Em casos mais graves, especialmente aqueles relacionados a problemas esqueléticos subjacentes, a cirurgia ortognática pode ser necessária. Este procedimento envolve a correção cirúrgica da posição dos maxilares.
  5. Tratamento precoce em crianças:
    Em crianças, tratamentos precoces podem ser considerados para intervir em hábitos orais prejudiciais, como chupar o dedo, e guiar o desenvolvimento adequado da oclusão.
  6. Treinamento muscular:
    Terapia de treinamento muscular pode ser recomendada para ajudar a fortalecer e equilibrar os músculos faciais, auxiliando na correção da mordida aberta.
  7. Acompanhamento regular:
    O paciente geralmente precisa de acompanhamento regular com o ortodontista para monitorar o progresso do tratamento e fazer ajustes conforme necessário.

O tratamento da mordida aberta é altamente individualizado, e a escolha da abordagem dependerá das características específicas de cada caso.

É essencial procurar a orientação de um ortodontista qualificado para avaliar a condição e recomendar o plano de tratamento mais adequado.

O tratamento precoce em crianças pode ser benéfico para corrigir problemas antes que se tornem mais complexos na idade adulta.

A importância do tratamento precoce na mordida aberta anterior

criança no dentista trantando mordida aberta tratamento

O tratamento precoce da mordida aberta anterior é fundamental para corrigir a condição antes que ela se torne mais complexa e difícil de tratar na idade adulta. 

Durante a infância, os ossos da face ainda estão em desenvolvimento. Intervir precocemente pode aproveitar o crescimento ósseo em andamento e corrigir problemas estruturais antes que se tornem mais rígidos na idade adulta.

Crianças muitas vezes têm hábitos orais que contribuem para a mordida aberta, como chupar o dedo. O tratamento precoce pode abordar esses hábitos e evitar complicações futuras.

A correção da mordida aberta é geralmente mais eficaz durante o crescimento, quando os ossos podem ser moldados com mais facilidade. Iniciar o tratamento durante a infância pode simplificar e acelerar o processo ortodôntico.

Corrigir a mordida aberta durante a infância pode ter benefícios psicológicos, contribuindo para uma melhor autoestima e confiança das crianças à medida que crescem.

Tratar a mordida aberta em estágios iniciais muitas vezes requer intervenções mais simples, como o uso de aparelhos ortodônticos. Deixar a condição sem tratamento pode exigir abordagens mais complexas, como cirurgia ortognática, na idade adulta.

O tratamento precoce permite um acompanhamento contínuo do desenvolvimento da oclusão, permitindo ajustes conforme necessário à medida que a criança cresce.

Portanto, é altamente recomendável que os pais levem seus filhos para avaliações ortodônticas regulares, começando por volta dos 7 anos de idade.

Um ortodontista pode identificar precocemente problemas de mordida e iniciar o tratamento adequado, proporcionando uma abordagem mais eficaz e menos invasiva.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a sua saúde bucal e prevenir doenças.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista tenha acesso aos procedimentos odontológicos já realizados e a possíveis tratamentos para garantir a sua saúde bucal.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *