cartelas de medicamento para afta

Medicamento para afta: confira quais são as melhores opções!

Quando nos perguntamos qual medicamento para afta na boca funciona melhor, é importante ter em mente que o paciente precisa ter a prescrição de um dentista ou médico.

Os remédios são prescritos de acordo com cada situação, visando controlar os sintomas e prevenir o surgimento de novas úlceras. Neste momento, veja quais são as melhores medidas a serem seguidas:

Qual o melhor medicamento para afta?

Normalmente, o medicamento para afta prescrito pelo dentista pode ser em forma de pomada ou comprimido. Eles são capazes de prevenir o surgimento de novas lesões ulcerosas, diminuindo os sintomas que causam desconforto.  

Pomadas

As pomadas são uma das medicações mais utilizadas para tratar as úlceras na boca. Pode-se dizer que o principal medicamento para afta corresponde a triancinolona acetonida, um corticóide que contém a capacidade de combater as inflamações resultantes de feridas na região bucal. 

Em consequência, são reduzidos também sintomas como dor, vermelhidão e edema. Lembrando que, essa medicação abrange toda a região bucal, incluindo lábios, língua, gengiva e bochechas. 

Outra pomada que serve como medicamento para afta e contém ação anti-inflamatória é a gingilone, que também possui a capacidade de combater bactérias, reduzir a sensação de dor e auxiliar no processo de cicatrização. Portanto, com o auxílio dessa opção de tratamento, o paciente consegue se recuperar bem mais rápido. 

Além disso, o policresuleno consiste em uma medicação que costuma ser usada para tratar os processos inflamatórios que acometem a membrana mucosa oral e das gengivas. Esse remédio também atua no processo de cicatrização, regenerando a pele.

Por sua vez, a tirotricina realiza atividades que diminuem e até mesmo impedem o desenvolvimento de microrganismos na região da boca, como é o caso de bactérias e vírus.

O seu efeito é otimizado quando entra em contato com outras substâncias, como é o caso de cloridrato de lidocaína ou sulfato de hidroxiquinolina. Nesse caso, há um alívio ainda maior da sensação de dor. 

Comprimidos

Geralmente, quando os comprimidos são indicados como um medicamento para afta com o objetivo de tratar a úlcera significa que o paciente está com o sistema imunológico comprometido por causa determinadas doenças ou tratamentos que estão por trás da afta. 

Por exemplo, os corticoides são prescritos para os pacientes que estão enfrentando sintomas bastante severos, visando interromper os incômodos e até mesmo prevenir que outros surjam. Com a adoção correta desse tratamento, é possível que as feridas cicatrizem de maneira rápida. 

Já os antibióticos são utilizados para atuar na prevenção e tratamento de processos infecciosos que acontecem na área da afta. Lembrando que, qualquer tipo de medicamento para afta deve ser prescrito somente por um profissional de saúde ou dentista. 

Tendo em vista que as aftas podem ser provocadas por causa do refluxo gastroesofágico, o profissional também pode optar por prescrever medicamentos que trabalham na redução da acidez do estômago. 

paciente com afta na parte inferior do lábio

Afinal, o que é afta?

A afta, também chamada de estomatite aftosa, é uma lesão bucal caracterizada pela formação de uma úlcera esbranquiçada ou amarelada que pode causar bastante dor e sensação de ardência.

Essa condição pode aparecer em diversas áreas da região bucal, como é o caso da língua, bochechas, parte interna dos lábios, afta no céu da boca e região da garganta. 

Por causa da dor, essa lesão acaba dificultando bastante as refeições. Sendo assim, os dentistas recomendam que as pessoas optem por ingerir alimentos pastosos e macios, além de medicamento para afta.

No entanto, a partir do momento em que essa condição ocorre de forma recorrente, pode ser que o paciente esteja enfrentando um declínio no seu sistema imune. Esse declínio costuma acontecer em situações constantes de estresse ou por causa de uma alteração hormonal. 

Nessas situações, os surgimentos costumam ocorrer a cada 15 dias e necessitam ser avaliados adequadamente. Até porque, quando a afta não desaparece depois de duas semanas, é importante que uma assistência médica seja consultada para descobrir o fator responsável por trás. 

O que causa a afta?

Não há apenas um fator responsável pela estomatite aftosa, visto que ela pode aparecer por diversos motivos diferentes. Entre as principais causas para essa condição, destacam-se:

  • Alterações hormonais;
  • Ingestão de determinados alimentos (condimentados, frutas cítricas/ácidas);
  • Problemas emocionais (principalmente estresse e ansiedade);
  • Machucados por acidentes (escovação agressiva, queimaduras por alimentos em temperaturas extremas);
  • Fatores hereditários;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Uso de determinados medicamentos;
  • Falta de vitamina B12;
  • Uso de aparelhos ortodônticos;
  • Tabagismo. 

Assim como falamos anteriormente, as aftas que ocorrem com uma constância muito grande contém relação com os problemas emocionais.

Por essa razão, é importante que esse tipo de condição seja tratada com o auxílio de uma equipe multidisciplinar, que acompanha o psicólogo e em determinadas situações o psiquiatra.

paciente escovando dentes para evitar surgimento de afta

Como prevenir o surgimento da afta? 

O medicamento para afta é uma das melhores formas de prevenir e tratar o seu surgimento. Mas, os pacientes também podem optar por realizar cuidados no dia a dia, visando assegurar as condições gerais de saúde. 

Manter uma higiene bucal adequada

Em primeiro lugar, os pacientes não poderiam deixar de associar o uso do medicamento para afta com os hábitos de higiene bucal no dia a dia.

Portanto, o primeiro passo a ser seguido é a escolha de escovas com cerdas macias, a fim de não ferir a região gengival ou causar um aumento de sensibilidade nos dentes. 

Feito isso, é possível partir para a escovação, que deve ser feita sempre depois das refeições diárias. É indicado que esse cuidado seja adotado pelo menos três vezes por dia.

Sempre que as cerdas estiverem desgastadas, é preciso trocá-las novamente, sendo a periodicidade ideal de três em três meses. Para otimizar ainda mais o processo de limpeza, aconselha-se não esquecer de passar o fio dental.

Evitar o consumo de alimentos ácidos ou açucarados

Além disso, é importante evitar consumir demasiadamente alimentos ácidos ou açucarados, visando manter as condições da boca. Além disso, recomenda-se evitar alimentos condimentados, cafeína, chocolates e refrigerante. 

Os alimentos rígidos também devem ser evitados, levando em consideração que podem machucar a mucosa. Portanto, dar prioridade para refeições macias e pastosas, acompanhadas de verduras, pode fazer uma grande diferença para a saúde bucal. 

Fazer acompanhamento com o dentista

No caso de aftas recorrentes, fazer acompanhamento com o dentista é fundamental, já que o profissional é capaz de avaliar o estado da saúde bucal e verificar quais são os fatores responsáveis. 

Dessa forma, é possível tratar a verdadeira causa para atuar no bem-estar. O dentista também verifica se há uma possibilidade da lesão ulcerosa evoluir para quadros ainda mais severos, prevenindo tal agravamento. 

LEIA TAMBÉM: Descubra aqui como acabar com aftas na boca em 1 dia!

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível detectar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível fazer tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada semestralmente (de 6 em 6 meses).

A profilaxia também garante a possibilidade de fazer a raspagem de tártaro e retirada da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *