Zoom em língua branca para fora

Língua branca o que pode ser: conheça os motivos!

A língua branca pode ser um sintoma comum se tratando da saúde bucal.

No entanto, pode-se ser resultante de uma série de problemas, devendo o paciente recorrer a uma consulta com o profissional para um diagnóstico mais preciso:

Veja aqui o que pode estar por trás da língua branca:

Língua branca, o que pode ser?

A língua branca é um sintoma que pode incomodar em diferentes aspectos, além de poder ter ou não sintomas relacionados.

Para se livrar da característica e voltar com a língua rosada é importante entender suas possíveis causas, são elas:

1. Saburra lingual

A saburra lingual tem como principal característica a língua branca e tem como causa a falta de uma higiene adequada da região.

Outra causa da saburra é a produção de compostos voláteis na região posterior do dorso da língua, já que a anatomia do músculo não é regular. Dessa forma, se favorece o acúmulo das células mortas, metabólitos, bactérias e restos de alimentos na boca.

Além da língua esbranquiçada, pela saburra, a língua também pode ficar amarelada.

Entre demais causas da saburra também podemos citar a desidratação, lesões na língua, tabagismo, consumo excessivo de álcool, efeitos colaterais de certos medicamentos, infecções bacterianas (tal como o vírus do herpes), podendo até mesmo ser sinal de gastrite.

2. Candidíase oral

A candidíase oral é uma doença caracterizada pela infestação do fungo Candida albicans na boca, sendo uma das causas mais comuns da língua branca.

Ocorre quando há um crescimento excessivo de fungos na região da boca, ocorrendo em casos de baixa imunidade, sendo ainda mais comum em casos de pessoas que possuem o sistema imunológico naturalmente mais fraco.

É caracterizada quando o paciente fica com a língua esbranquiçada associada a outros sintomas, como placas com textura de algodão e aftas dolorosas.

É um problema mais frequente em pessoas que estão com alguma doença autoimune e que estejam fazendo tratamento com antibióticos.

3. Leucoplasia oral

A leucoplasia oral é quando o aspecto esbranquiçado está acompanhado de uma camada de queratina da cavidade oral.

As placas brancas da leucoplasia comprometem diretamente na qualidade de vida, já que não podem ser retiradas mesmo com raspagem e por uma boa escovação.

Entre as causas que podem estar por trás da leucoplasia estão o alcoolismo, tabagismo, mal posicionamento da dentadura e dentes quebrados.

Além da língua, as placas características dessa doença crônica também podem se desenvolver no interior das bochechas e gengiva.

É importante que o diagnóstico e o tratamento sejam feitos o quanto antes, uma vez que a leucoplasia oral é um dos primeiros sinais do câncer na boca.

4. Sífilis

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível que pode acabar contaminando a zona bucal por meio do sexo oral desprotegido.

As placas brancas na língua da sífilis podem demorar até 3 meses após a contaminação para aparecerem, podendo estar acompanhadas de feridas na boca, que são caracterizam a primeira fase da doença.

5. Líquen plano

O líquen plano é uma inflamação que afeta as unhas, o couro cabeludo e até mesmo as mucosas da boca e da língua.

A inflamação é caracterizada pelo aparecimento de pequenas manchas roxas na pele, enquanto na boca tem como sintoma o aparecimento de listras brancas com aspecto enrugado e pequenas feridas dolorosas com aparência semelhante a aftas.

Demais sintomas na boca, pode-se citar ardência na boca e sensibilidade excessiva para comida quente, picante e ácida.

6. Inflamação do estômago

A língua branca também pode ser causada por algumas alterações estomacais, tal como a gastrite (inflamação da mucosa das paredes do estômago).

Em casos de gastrite, a língua branca pode ser acompanhada de outros sintomas como sensação de queimação no estômago, vômitos e náuseas.

7. Jejum prolongado 

Indo além da má higienização bucal, o jejum prolongado também pode levar a língua branca e também ao mau hálito, requerendo que a higienização oral seja feita com maior frequência.

Dentista avaliando língua de paciente em consultório odontológico

Quando ir ao dentista?

Na maioria dos casos, a língua branca não é um sintoma grave, podendo ser solucionado por meio de uma escovação bem-feita.

Contudo, caso a língua branca persista por mais de 2 semanas ou for acompanhada de ardência ou dor local, não hesite em contatar o seu dentista ou médico clínico geral para que se descubra a verdadeira causa por trás e que você possa ser encaminhado(a) ao tratamento mais adequado.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a sua saúde bucal, prevenir e tratar problemas, como a língua branca.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista tenha acesso aos procedimentos odontológicos já realizados e a possíveis tratamentos para garantir a sua saúde bucal.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *