homem com a mão no pescoço sentindo a sua garganta irritada

Garganta irritada: confira 5 possíveis causas e o que fazer!

A garganta irritada é um incômodo que pode estar acompanhado de outros sintomas, como é o caso de tosse seca, coceira, vermelhidão e febre. O seu surgimento pode estar associado a diversas condições.

Portanto, veja mais aqui sobre o que causa e o que fazer para aliviar:

Quais são os sintomas de garganta irritada?

Em primeiro lugar, vale deixar claro que a garganta irritada em si não é uma doença e sim um sintoma que pode estar envolvido com problemas que vão desde os simples até os mais complexos. 

Então, assim como o próprio nome já nos remete, se trata de um sintoma caracterizado por uma irritação na região da garganta. Dito isso, é possível que o incômodo acometa qualquer estrutura dessa região, como é o caso de faringe, laringe e amígdalas. 

Os desconfortos gerados são bastante parecidos e, por essa razão, torna-se importante consultar um profissional de saúde para obter um diagnóstico preciso.

De toda forma, a garganta irritada indica que há algo irregular com o seu organismo, mostrando que pode estar ocorrendo um processo inflamatório. 

Nos primeiros dias de inflamação, o paciente percebe uma sensação de corpo estranho na garganta e, logo em seguida, a sensação passa a ser acompanhada de uma dor muito forte. Dependendo da complexidade do caso, o sintoma pode prejudicar o processo de deglutição. 

Entre os principais sintomas que acompanham a garganta irritada, destacam-se:

  • Vermelhidão;
  • Secreção purulenta (pus);
  • Tosse seca;
  • Sede excessiva;
  • Perda de apetite;
  • Xerostomia (boca seca);
  • Febre;
  • Ínguas no pescoço.

paciente tossindo com garganta irritada

O que causa garganta irritada?

Assim como você viu anteriormente, a garganta irritada e tosse seca que pode acometer os pacientes por diversos fatores. Mas afinal, o que está por trás desse incômodo? 

Neste momento, confira quais são os principais fatores responsáveis por essa sensação desconfortável:

  • Alergia;
  • Gripe e resfriado;
  • Tempo seco e inverno;
  • Amigdalite;
  • Traumas;
  • Uso excessivo da voz.

1. Alergia

O principal motivo do aparecimento da garganta irritada é a entrada de agentes irritantes no organismo que provocam uma reação exagerada conhecida como alergia.

Grande parte das vezes, a irritação é acompanhada de coceira, lacrimejamento, tosse e congestão nasal. Geralmente, os responsáveis por esse incômodo são: poeira, ácaros, pólen, produtos de limpeza, pelos de animais e mofo. 

2. Gripe e resfriado

Juntamente da alergia, a gripe e o resfriado fazem parte de uma das principais causas da garganta irritada. Isso ocorre a partir de um momento em que um vírus invade e atinge severamente o sistema imunológico, que acaba juntando forças para eliminar o desencadeante do problema. 

3. Tempo seco e inverno

Outro fator responsável pelo surgimento da garganta irritada consiste nas mudanças bruscas de temperatura, tendo em vista que são capazes de deixar as vias aéreas bem mais sensíveis do que o normal. 

Por essa razão, o tempo seco e o inverno tendem a apresentar bastante influência na manifestação desse incômodo. Tudo isso facilita o ressecamento do muco e a entrada de microrganismos na região. 

4. Amigdalite

A amigdalite é o resultado de um processo inflamatório nas amígdalas e, por esse motivo, a irritação ocorre na parte posterior da garganta.

Em condições normais, essas estruturas protegem o corpo e produzem anticorpos, impedindo a manifestação de maiores problemas na região. 

A partir do momento em que é afetada por microrganismos, começam a apresentar sintomas como inflamação, edema, dor e dificuldade na deglutição. Caso não seja tratado, pode levar a problemas relacionados a saúde bucal.

5. Uso excessivo da voz

O ato de gritar ou tentar falar mais alto, que é muito comum entre pessoas que precisam usar a voz no ambiente de trabalho, contém a capacidade de deixar a garganta irritada.

A falta de repouso das cordas vocais é extremamente prejudicial e pode levar a problemas mais sérios, acompanhados de dor e rouquidão. 

paciente tomando uma colher de mel para aliviar garganta irrritada

Afinal, como aliviar garganta irritada?

Se você está se perguntando o que é bom para garganta irritada, saiba que há diversas opções disponíveis para proporcionar melhorias significativas. 

Mas, tenha em mente que tais alternativas servem para um alívio momentâneo e o melhor caminho a ser seguido é procurar um profissional de saúde. Dessa forma, evita-se a automedicação e surgimento de novas complicações. 

A seguir, confira o que fazer para garganta irritada:

Gargarejo com água morna e sal

O gargarejo para garganta irritada é feito com água morna e sal e costuma ser utilizado com o objetivo de minimizar o quadro inflamatório que acomete a região da garganta. Essa prática também possui efeito expectorante e é muito prática de se fazer. 

Para usufruir de seus efeitos, basta inserir uma colher (de sopa) de sal em um copo de água em temperatura ambiente e, logo em seguida, misturar até que o sal se dissolva totalmente. Logo, basta fazer o gargarejo por alguns minutos e expelir a solução. 

Hidratação 

A hidratação é extremamente benéfica para qualquer necessidade de nossas vidas, então, não seria diferente para melhorar a garganta irritada.

Até porque, beber pouca água também é um ato responsável por provocar a irritação. Portanto, se hidratar faz com que a quantidade de pigarro diminua e haja uma maior umidade no local. 

Para otimizar ainda mais os efeitos positivos, é possível investir nos chás com extratos de ingredientes que fazem bem à saúde, como é o caso de hortelã, abacaxi, camomila, eucalipto, sálvia e limão. Com isso, há uma resposta anti-inflamatória, adstringente e fortalecedora do sistema imune.   

Tomar mel

Tomar mel funciona como um remédio caseiro para garganta irritada, visto que possui a capacidade de reduzir a quantidade de micróbios e acalmar a região.

Além disso, contém um efeito antioxidante que costuma apresentar ótimos resultados. É possível tomar o mel puro ou em chás, portanto, a escolha depende apenas da preferência do paciente. 

Nebulização com soro fisiológico

A nebulização com soro fisiológico é uma ótima opção para atuar na hidratação das vias do trato respiratório e melhorar a garganta irritada, diminuindo o ressecamento. Na maior parte das vezes, essa prática é realizada com um aparelho nebulizador. 

Remédio  

O remédio para garganta irritada deve ser prescrito por um profissional de saúde, que avaliará as condições da garganta para descobrir o que de fato está causando o incômodo.

Geralmente, os medicamentos também aliviam a tosse seca e diminuem os sintomas de alergias, o que controla o aparecimento de inflamações locais. 

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível detectar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível fazer tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada semestralmente (de 6 em 6 meses).

A profilaxia também garante a possibilidade de fazer a raspagem de tártaro e retirada da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *