extrair dente siso

Confira como é feito o procedimento de extrair dente siso

O dente do siso é o último dente a nascer na arcada dentária e em grande parte das vezes ele é extraído antes mesmo de nascer.

Sendo assim, confira neste artigo por que devemos extrair, quais cuidados devemos ter após e como é o procedimento para extrair dente siso:

O que é o dente do siso?

O dente do siso, também conhecido como terceiro molar, é o último dente a nascer na arcada dentária e são os últimos dentes de cada lado da arcada dentária.

Geralmente nós possuímos 4 dentes do siso, apesar de haver casos onde o paciente não possui todos ou até mesmo não possua nenhum dos 4.

Eles tendem a nascer por volta dos 16 aos 21 anos e é comum que seu nascimento cause dor, o desalinhamento de outros dentes e até mesmo a inflamação da gengiva na região, também chamada de pericoronarite.

Por que devemos extrair dente siso?

O dente do siso é o último dente a nascer na arcada dentária, portanto, quando ele começa a irromper a gengiva, todos os outros dentes já estão posicionados em seu devido lugar.

Isso faz com que muitas vezes o dente do siso acabe empurrando os demais dentes para abrir espaço para irromper a gengiva.

Além disso, também podem ocorrer casos de inflamações e de infecções na região derivadas do nascimento do dente do siso.

Apesar de as complicações causadas pelo siso serem bastante comuns, há casos onde o seu nascimento não resulta em nenhum problema para o paciente.

Porém, a fim de evitar essas complicações, o dentista recomenda extrair dente siso para garantir que nenhuma dessas complicações afetará o paciente.

Como é o procedimento de extrair dente siso

Como é o procedimento de extrair dente siso?

A extração dos sisos é um procedimento cirúrgico e como tal exige que o paciente realize alguns procedimentos pré-cirúrgicos para evitar complicações.

Sendo assim, para extrair dente siso o dentista geralmente recomenda que o paciente tome um analgésico e um antibiótico antes da realização da cirurgia, para evitar infecções e dores após o procedimento.

Já no consultório, é aplicada uma anestesia para que o procedimento seja feito de modo indolor.

Logo após a aplicação da anestesia, começa o procedimento, que consiste em uma incisão feita na gengiva sobre o local onde o dente se encontra e após realiza-se a retirada do siso.

Após extrair dente siso da gengiva, finaliza-se o procedimento com a sutura do local. Esse procedimento tende a durar em média 30 minutos para ser finalizado.

Quais cuidados devemos ter após extrair dente siso?

Assim como dito anteriormente, a extração do dente siso é um procedimento cirúrgico e como tal exige que o paciente tenha alguns cuidados após sua realização para evitar complicações.

Confira quais são os principais cuidados que devemos ter após extrair dente siso:

Aplique compressas frias na região

Após a extração do dente, é comum que haja uma inflamação do local, o que implica na dilatação dos vasos sanguíneos e inchaço da região.

Dessa forma, o uso de compressas frias contribui para reduzir o calibre dos vasos sanguíneos, reduzindo assim o fluxo de sangue no local e consequente reduzindo o inchaço.

Para utilizá-la é importante que o paciente proteja a pele, pois a exposição dela a temperaturas baixas por muito tempo pode resultar em queimaduras na região.

Evite bochechar

O ato de bochechar, apesar de parecer simples e inofensivo, pode resultar em desconfortos e sangramentos no local.

Isso se deve ao fato de que o ato de bochechar faz com que a água passe com uma alta velocidade sobre o local e também força vários músculos que deveriam estar em repouso.

Sendo assim, quando for enxaguar a boca, é recomendado colocar a água e movimentá-la na boca com bastante suavidade, evitando deixá-la passar sobre o local operado.

Faça repouso

Apesar de a cirurgia para extrair dente do siso não ser muito complexa, ela exige que o paciente faça um certo tempo de repouso para evitar inchaços e sangramentos.

Portanto, nos primeiros dias é recomendado que o paciente evite realizar esforços muito pesados.

Higienize a boca com cuidado

É importante que o paciente realize a higienização bucal para evitar o surgimento de complicações derivadas do acúmulo de partículas de alimentos e bactérias.

Porém, deve-se levar em consideração que há uma região da boca que está mais sensível, fazendo com que seja necessário realizar a higienização com mais cautela.

Cuide da alimentação

Após o paciente extrair dente siso é necessário fazer algumas alterações na forma de se alimentar.

Isso se deve ao fato de que após sua extração, é recomendado que o paciente evite ingerir alimentos muito quentes, duros, pegajosos ou que possuam uma mastigação difícil.

Portanto, é recomendado dar preferência para alimentos frios, macios e de fácil mastigação, pois são mais fáceis de serem ingeridos e não geram desconforto na região da extração.

Também é recomendado que o paciente evite consumir bebidas alcoólicas, refrigerantes, alimentos ácidos e fumar. Confira o que comer quando tira o siso.

Tomar os medicamentos indicados

Após extrair dente siso o dentista geralmente receita ao paciente o consumo de anti-inflamatórios, antibióticos e analgésicos para evitar o aparecimento de complicações.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

As visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *