procedimento de endodontia sendo realizado

Endodontia: conheça a área mais procurada da odontologia!

Você sabe o que faz um endodontista? Ele é o profissional responsável por realizar todos os procedimentos dentários relacionados à endodontia.

Que nada mais é que a área que visa proteger a polpa dos dentes! 

Ficou curioso para saber mais sobre endodontia? Veja abaixo as principais informações, como é feito o procedimento e como evitar as temidas cáries.

Fique por dentro e cuide de sua saúde bucal!

O que é endodontia?

ilustração de tratamento de canal sendo feito

A endodontia é a área da odontologia que é especializada no tratamento do interior dos dentes. 

E tem como objetivo principal, salvar dentes que foram danificados por cáries muito profundas, lesões ou outros problemas que afetam a polpa dentária, também conhecida como nervo.

O processo do tratamento de endodontia é bem simples mas requer bastante atenção do profissional. 

Após o tratamento de canal, geralmente o dente é restaurado com uma coroa ou alguma outra restauração protética, assim será possível que ele se mantenha forte e protegido contra futuras fraturas.

A endodontia tem um papel muito importante para manter a saúde bucal em dia, pois ela permite salvar dentes que teriam que ser extraídos devido a danos muito graves. 

Isso é essencial para preservar a função de mastigação e a estética do sorriso.

Muitas vezes, os problemas endodônticos estão ligados à dor intensa. O tratamento de endodontia não só remove o que causa a dor, mas também trabalha na prevenção de infecções mais graves.

A endodontia tem um papel fundamental na preservação da saúde bucal, garantindo a conservação dos dentes naturais e aliviando a dor causada por problemas dentários. 

Graças a essa especialidade da odontologia, várias pessoas podem manter o sorriso saudável por muitos anos. 

Endodontia x cáries

ilustração de dente com cárie

As cáries dentárias são um dos problemas mais comuns que afetam a saúde bucal em todo o mundo. 

Elas se formam quando as bactérias presentes na placa dentária produzem ácidos que corroem o esmalte dos dentes, levando à formação de pequenos buracos. 

Quando uma cárie dentária não é tratada em sua fase inicial, ela pode entrar além do esmalte e atingir a dentina, a camada mais profunda e macia. 

E se a cárie continuar a se desenvolver, pode entrar até a polpa dentária, onde estão os nervos, vasos sanguíneos e tecido conjuntivo dos dentes. Isso pode causar inflamação, infecção e dor.

Quando a cárie atinge a polpa dentária, a intervenção da endodontia, como o tratamento de canal, pode ser necessária para salvar o dente. 

Por isso, detectar e tratar as cáries em estágios iniciais é essencial para prevenir complicações graves que possam exigir tratamento de endodontia.

Realizar exames dentários com frequência é fundamental para identificar cáries de forma precoce e intervir antes que elas causem danos graves aos dentes.

A relação entre endodontia e cáries mostra a importância da prevenção e do tratamento apropriado.

A melhor maneira de evitar a necessidade de tratamento endodôntico devido a cáries é através da prevenção. 

Como é feito o tratamento de endodontia?

dentista realizando procedimento em paciente

O processo do tratamento de endodontia é bem tranquilo e indolor. Para te tranquilizar, detalhamos o processo do tratamento que envolve 6 passos simples. Veja abaixo e tire suas dúvidas!

  1. Anestesia;
  2. Acesso a polpa;
  3. Remoção da polpa danificada;
  4. Limpeza e modelagem;
  5. Obturação;
  6. Restauração.

Lembrando que o dentista pode solicitar exames de panorâmica dental para determinar a extensão do dano.

Antes de começar o procedimento, o dentista aplica anestesia local para garantir que o paciente não sinta nenhuma dor durante a técnica. A anestesia é fundamental para o conforto do paciente.

Após isso, o dentista faz um pequeno acesso na parte superior do dente para chegar até a polpa dentária. Geralmente ele utiliza pequenas brocas dentárias.

Então o profissional de endodontia remove toda a polpa dentária que está danificada ou infectada do interior do dente. E também faz remoção de qualquer tecido inflamado ou necrosado.

Depois de remover a polpa, o interior do dente é limpo, com soluções antibacterianas e modelado para garantir que não entre mais bactérias ou resíduos. 

Uma vez que o dente está todo limpo e preparado, ele é preenchido com um material de obturação, para selar o espaço vazio deixado pela remoção da polpa.

Após a obturação, o dente é restaurado com a restauração permanente, como uma coroa dentária, para fortalecê-lo e protegê-lo contra fraturas. 

Em alguns casos, é necessário utilizar uma restauração temporária enquanto a restauração permanente é fabricada.

No geral, o tratamento de endodontia é um procedimento complexo, mas crucial para salvar dentes danificados ou infectados. 

Suas etapas visam eliminar a infecção, preservar a estrutura do dente, restaurar sua função normal e garantir o bem estar dos pacientes. 

Como prevenir prevenir um canal?

dentista auxiliando paciente

Quer saber como cuidar de sua boca e dentes para evitar problemas bucais? Separamos 

várias dicas para que você mantenha sua saúde bucal em dia e se livre de qualquer chance de realizar um canal dentário. 

Sabemos que a endodontia está à nossa disposição para solucionar problemas ligados ao interior dos dentes, mas se prevenir é sempre a melhor opção!

  • Conserve a boa higiene bucal;
  • Visite regularmente o dentista;
  • Mantenha uma dieta saudável;
  • Evite traumas dentários;
  • Trate problemas de forma precoce;
  • Preze por uma boa saúde gengival;
  • Evite hábitos destrutivos.

Escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia e usar o fio dental todos os dias ajuda a retirar os resíduos de alimentos e a placa bacteriana, diminuindo o risco de cáries e doenças na gengiva.

As consultas odontológicas regulares são essenciais para identificar de forma precoce os problemas dentários, como cáries e infecções, antes que fiquem graves o suficiente para precisar de canal.

Evite os alimentos e bebidas com muito açúcar, pois eles podem aumentar o risco de cáries. Manter uma dieta equilibrada e com nutrientes contribui para a saúde dos dentes e gengivas.

Pratique esportes utilizando protetores bucais (se necessário), evite morder objetos duros e tome cuidado para evitar acidentes que possam resultar em traumas dentais.

Tratar cáries em estágios iniciais também pode prevenir que elas se aprofundem demais e atinjam a polpa do dente.

Doenças gengivais podem levar à perda óssea e exposição das raízes dos dentes, aumentando o risco de infecções que podem exigir tratamento de canal. Então mantenha a saúde das gengivas.

Evite roer as unhas, morder objetos duros e outros hábitos que podem causar danos aos dentes, pois isso pode aumentar o risco de fraturas e lesões que necessitam tratamento de endodontia.

Ao abraçar essas medidas preventivas e manter uma boa rotina de cuidados bucais, é possível reduzir muito o risco de desenvolver problemas dentários que exigem tratamentos de endodontia.

Caso você suspeite de algum problema dentário, procure atendimento odontológico imediatamente para evitar complicações graves.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a sua saúde bucal e prevenir problemas, como o dente inflamado e outros.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista tenha acesso aos procedimentos odontológicos já realizados e a possíveis tratamentos para garantir a sua saúde bucal.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *