mulher com a mão no rosto sentindo dor na mandibula

Está com dor na mandíbula? Veja as causas e tratamentos aqui!

A dor na mandíbula é um sintoma comum que pode afetar significativamente a qualidade de vida das pessoas.

Essa condição pode surgir por uma variedade de razões, desde problemas dentários até tensão muscular e estresse emocional.

Independentemente da causa, a dor na mandíbula pode ser incômoda e limitante, interferindo nas atividades diárias, como falar, mastigar e até mesmo sorrir.

Neste texto, você poderá ficar por dentro das possíveis causas da dor na mandíbula, os sintomas associados e as opções de tratamento disponíveis.

Além disso, discutiremos a importância da prevenção e do autocuidado para manter a saúde bucal e a qualidade de vida.

Função da mandíbula

ilustração de esqueleto de mandibula

A mandíbula desempenha várias funções essenciais para a saúde e a funcionalidade bucal. Algumas das principais funções da mandíbula são:

  • Mastigação: a mandíbula é responsável por movimentos de mastigação que trituram os alimentos para facilitar a digestão.
  • Fala: a mandíbula desempenha um papel crucial na produção de sons da fala, pois é necessária para movimentos articulatórios precisos.
  • Suporte dos dentes: a mandíbula fornece suporte estrutural aos dentes, ajudando a manter sua posição adequada na boca.
  • Respiração: a mandíbula também desempenha um papel na respiração, especialmente durante atividades como a respiração nasal.

Essas são apenas algumas das muitas funções importantes da mandíbula no corpo humano. Sua saúde e função adequadas são essenciais para uma boa qualidade de vida e bem-estar geral.

Dor na mandíbula: causas

mulher sentindo dor na mandibula

A dor na mandíbula pode ter diversas causas, desde problemas bucais até condições médicas subjacentes. Entre as causas mais comuns estão:

Bruxismo

O bruxismo é uma condição caracterizada pelo ranger ou apertar dos dentes, geralmente durante o sono.

Pode ser causado por diversos fatores, incluindo estresse, ansiedade, problemas de oclusão dentária, distúrbios do sono, consumo excessivo de cafeína ou álcool, entre outros.

Os sintomas do bruxismo podem incluir desgaste dos dentes, dor na mandíbula ou nos músculos faciais, dor de cabeça, sensibilidade dentária, e até mesmo problemas na articulação temporomandibular (ATM), como dificuldade para abrir ou fechar a boca, estalos ou travamentos.

Disfunção temporomandibular (DTM)

A Disfunção Temporomandibular (DTM) refere-se a um conjunto de problemas que afetam as articulações temporomandibulares (ATMs) e os músculos que controlam a mandíbula.

Essas articulações estão localizadas na frente de cada orelha e permitem movimentos como abrir e fechar a boca, mastigar e falar. Um dos sintomas da DTM é a dor na mandíbula constante.

Infecções dentárias

Infecções dentárias podem causar dor na mandíbula. Quando uma infecção se desenvolve dentro de um dente, geralmente devido a cárie não tratada ou a uma lesão que permite a entrada de bactérias, pode ocorrer inflamação do nervo e dos tecidos ao redor da raiz do dente.

Isso pode levar a uma dor intensa e latejante na região afetada, que pode se estender até a mandíbula, causando desconforto ao morder ou mover a mandíbula.

Lesões traumáticas

Os sintomas de dor na mandíbula após uma lesão traumática podem variar de leve a grave, dependendo da extensão do dano.

Além da dor localizada na mandíbula, outros sintomas podem incluir inchaço, hematomas, dificuldade para abrir ou fechar a boca, desalinhamento dos dentes, dor ao mastigar ou falar e sensibilidade dentária.

Sinusite

A sinusite pode causar dor na mandíbula, especialmente se os seios paranasais afetados estiverem localizados próximos à região da mandíbula.

Quando os seios paranasais ficam inflamados ou infectados devido à sinusite, a pressão e o acúmulo de muco podem causar desconforto em várias áreas da face, incluindo a mandíbula.

Estresse emocional

O estresse emocional pode contribuir para o desenvolvimento de dor na mandíbula. Muitas vezes, o estresse pode levar a hábitos prejudiciais, como ranger ou apertar os dentes (bruxismo), que podem causar tensão nos músculos da mandíbula e resultar em dor.

Além disso, o estresse pode aumentar a sensibilidade à dor e agravar condições existentes, como disfunção temporomandibular (DTM), que também pode causar dor na mandíbula. 

Se a dor na mandíbula persistir ou piorar, é importante buscar avaliação médica ou odontológica para um diagnóstico preciso e tratamento adequado.

Como tratar dor na mandíbula?

homem fazendo massagem na mandibula

O tratamento da dor na mandíbula depende da causa subjacente. Veja abaixo algumas opções de tratamento comuns:

Evite atividades que exacerbam a dor na mandíbula, como mastigação excessiva de alimentos duros ou pegajosos. Aplicar compressas frias ou quentes na área afetada pode ajudar a aliviar a dor temporariamente.

Analgésicos de venda livre, como ibuprofeno ou paracetamol, podem ajudar a aliviar a dor. Se a dor for causada por inflamação, o médico pode prescrever anti-inflamatórios não esteroides (AINEs).

Exercícios de alongamento e fortalecimento podem ajudar a aliviar a dor na mandíbula associada ao bruxismo, à disfunção temporomandibular (DTM) e a lesões musculares.

Para pessoas com bruxismo ou DTM, o dentista pode recomendar o uso de placas de mordida para proteger os dentes durante o sono e aliviar a pressão sobre a articulação temporomandibular (ATM).

Técnicas de relaxamento, como meditação e respiração profunda podem ajudar a reduzir a tensão muscular e o estresse emocional que contribuem para a dor na mandíbula.

Em casos de infecções dentárias ou problemas estruturais, como cáries ou dentes impactados, pode ser necessário tratamento odontológico específico, como restaurações dentárias, tratamento de canal ou extração dentária.

É importante consultar um dentista ou médico para determinar a causa da dor na mandíbula e receber um plano de tratamento adequado às suas necessidades individuais.

Prevenção da dor na mandíbula

mulher feliz e sorrindo muito

Para prevenir a dor na mandíbula, é importante adotar medidas que ajudem a reduzir a tensão e o estresse sobre a articulação temporomandibular (ATM) e os músculos da mandíbula.

  1. Reduza o estresse: aprenda técnicas de gerenciamento do estresse, como meditação, ioga ou exercícios de respiração profunda, para ajudar a relaxar os músculos da mandíbula e do rosto.
  2. Evite ranger os dentes: se você tem o hábito de ranger ou apertar os dentes (bruxismo), converse com seu dentista sobre opções de tratamento, como placas de mordida, para proteger os dentes e a mandíbula durante o sono.
  3. Mantenha uma dieta equilibrada: evite alimentos duros, pegajosos ou difíceis de mastigar, pois podem sobrecarregar os músculos da mandíbula e a articulação temporomandibular (ATM).
  4. Faça pausas frequentes: se você passa muito tempo realizando atividades que exigem movimentos repetitivos da mandíbula, como falar ao telefone ou mastigar chiclete, faça pausas regulares para descansar os músculos.
  5. Mantenha uma boa saúde bucal: escove os dentes pelo menos duas vezes ao dia, use fio dental diariamente e faça exames odontológicos regulares para prevenir problemas dentários que possam contribuir para a dor na mandíbula.

Ao adotar essas medidas preventivas e cuidar da saúde bucal e do bem-estar geral, você pode reduzir o risco de desenvolver dor na mandíbula e problemas relacionados à articulação temporomandibular.

Dor na mandíbula x saúde bucal

mulher feliz e sorrindo

A dor na mandíbula pode estar diretamente relacionada à saúde bucal, pois muitas vezes é causada por problemas dentários ou disfunções na articulação temporomandibular (ATM).

Problemas como cárie dentária, infecções dentárias, bruxismo (ranger ou apertar os dentes) e mau alinhamento dos dentes podem desencadear dor na mandíbula.

Além disso, a saúde bucal inadequada, como a falta de higiene oral e o acúmulo de placa bacteriana, pode levar a condições como gengivite e periodontite, que também podem causar dor na mandíbula.

Por outro lado, a dor na mandíbula também pode afetar a saúde bucal, pois pode interferir na mastigação, na fala e na higiene oral adequada.

Pessoas com dor na mandíbula podem evitar escovar os dentes ou comer alimentos mais duros devido ao desconforto, o que pode levar a problemas adicionais de saúde bucal.

Portanto, é importante abordar a dor na mandíbula de forma abrangente, considerando tanto a saúde bucal quanto a saúde geral, e procurar atendimento odontológico se houver dor persistente na mandíbula para identificar e tratar a causa subjacente.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a sua saúde bucal e prevenir problemas, como o dente inflamado e outros.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista tenha acesso aos procedimentos odontológicos já realizados e a possíveis tratamentos para garantir a sua saúde bucal.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *