paciente mostrando os dentes tortos

O que causa dentes tortos, quais os sintomas e como corrigir

Os dentes tortos são um incômodo estético para vários pacientes, o que faz com que eles acabem buscando formas de corrigi-los.

Sendo assim, confira mais a respeito dos dentes tortos no artigo abaixo:

O que são dentes tortos?

São chamados de dentes tortos quaisquer dentes que não sigam o alinhamento correto da arcada dentária. Esses dentes podem existir em qualquer lugar da arcada dentária, seja na frente nos dentes incisivos e caninos, ou na parte de trás, com os molares e pré-molares.

Suas causas e graus podem variar de caso para caso, sendo assim, o nível de entortamento varia de caso para caso. Além de os dentes tortos serem incômodos para a estética do paciente, eles também trazem vários outros problemas.

Também é comum que eles recebam outros nomes, como dente encavalado, inclinado, torcido, montado, entramelado e outros. Porém, o nome clínico dessa condição é apinhamento dentário.

Esse problema também não possui preferência de idade, gênero ou arcada dentária, ou seja, ele pode afetar qualquer pessoa.

O que causa os dentes tortos?

Muito se engana quem pensa que os dentes tortos consistem em uma disfunção estética que aparece somente durante a infância.

Independente se o dente já não é mais de leite, essa condição ainda consegue se manifestar, já que podem passar por algum tipo de agressão nos tecidos de sustentação dos dentes, desencadeando alterações na posição da dentição. 

Os dentes tortos são uma condição que pode existir em pacientes de qualquer idade ou gênero e também podem afetar qualquer dente da boca independente de onde ele esteja posicionado na arcada dentária.

Portanto, é muito importante estar atento aos fatores responsáveis e evitá-los o máximo possível, nos casos em que existe essa possibilidade. 

Além disso, essa condição também pode ser causada por diferentes fatores, sendo assim, confira quais são as principais causas do apinhamento dentário:

  • Hereditariedade;
  • Respiração bucal;
  • Hábitos parafuncionais;
  • Hiperdontia;
  • Nascimento do siso.

1. Hereditariedade

Hereditariedade é o nome dado a capacidade de transmitir características a partir de informações genéticas. Sendo assim, os dentes tortos são uma característica que pode ser transmitida geneticamente de pai para filho.

Nesses casos, como consiste em uma característica que é herdada desde o nascimento, não há como prevenir.

2. Respiração bucal

A respiração bucal consiste no hábito de respirar pela boca ao invés do nariz. Apesar de não parecer, esse hábito pode provocar algumas complicações.

Sendo assim, ela pode causar o entortamento dos dentes, xerostomia, halitose, apneia e outros. Portanto, ao perceber a presença da respiração bucal é importante procurar ajuda profissional.

A melhor forma de se tratar e prevenir a respiração bucal é através do acompanhamento profissional desde a infância.

3. Hábitos parafuncionais

Os hábitos parafuncionais consistem em um conjunto de hábitos que aparentam ser inofensivos, mas que podem causar vários problemas.

Dentre eles podemos citar o uso prolongado de chupetas, o ato de roer unhas, mastigar tampas de canetas ou pontas de lápis e até mesmo a sucção do polegar.

Apesar de parecerem hábitos inofensivos, eles podem causar vários problemas à mordida do paciente criando a possibilidade de se desenvolver mordidas erradas e o entortamento dos dentes.

Sendo assim, ao perceber a presença desses hábitos disfuncionais, é recomendado tentar evitá-los e caso necessário procurar ajuda profissional para interrompê-los.

4. Hiperdontia

A hiperdontia consiste na condição em que o paciente possui dentes supranumerários em sua boca, ou seja, ele possui mais dentes do que deveria.

Logo, quando o paciente sofre dessa condição, é comum que ele fique com os dentes tortos, pois não há espaço suficiente para todos os dentes na arcada dentária.

5. Nascimento do siso

O dente do siso, também conhecido como terceiro molar, é o último dente a nascer na arcada dentária humana.

Porém, com o passar dos anos e desenvolvimento dos seres humanos, a arcada dentária foi se desenvolvendo e acabou ficando menor.

Isso fez com que não houvesse espaço para o nascimento do siso, o que por sua vez faz com que ele empurre os outros dentes para abrir espaço para ele.

Dessa forma, para evitar que isso ocorra, os dentistas normalmente sempre recomendam a sua extração antes mesmo de seu nascimento, pois dessa forma é possível evitar o desalinhamento dentário.

menina mostrando os seus dentes tortos

O que os dentes tortos podem causar?

Os dentes tortos, apesar de parecerem uma condição bastante simples e inofensiva, podem interferir bastante na saúde bucal do paciente.

Confira a seguir quais são as principais complicações geradas pelo desalinhamento dentário:

Maior tendência a complicações bucais

O problema principal gerado pelos dentes tortos são a dificuldade na higienização dos dentes.

Isso ocorre pelo fato de eles ficarem desalinhados, estando mais próximos de um dente que de outro e também pelo fato de algumas vezes se posicionarem fora da arcada dentária.

Dessa maneira, a escovação dos dentes e o uso do fio dental acaba sendo prejudicado, o que resulta numa higienização mal feita.

Essa higienização mal feita por sua vez resulta no acúmulo de partículas de alimentos sobre os dentes, o que acaba causando também o acúmulo de bactérias sobre os dentes por conta dessas partículas de alimentos.

O acúmulo dessas bactérias acaba facilitando o desenvolvimento de diversos tipos de doenças bucais, como a placa bacteriana e o tártaro.

Essas duas condições por sua vez podem resultar na formação de cáries e gengivites, que se não tratadas podem levar a perda dentária.

Problemas oclusais

O entortamento dos dentes são uma condição que pode fazer com que os dentes acabem se empilhando ou saindo para fora do alinhamento da arcada dentária.

Isso por sua vez pode acabar fazendo com que os dentes do paciente interfiram na oclusão, fazendo com que os dentes não se encaixem da maneira correta. Dessa forma, pode acabar fazendo com que os dentes se desgastem de forma irregular.

paciente fazendo tratamento odontológico para arrumar o dente torto

Como arrumar dente torto?

Os dentes tortos vão muito além de um problema estético, devido ao fato de que eles podem causar diversas outras complicações. Felizmente na atualidade existem diversos tipos de tratamentos para eles, sendo um bom exemplo o uso do aparelho ortodôntico.

Os aparelhos ortodônticos podem ser utilizados para corrigir diversos problemas, sendo o alinhamento dos dentes um dos seus principais usos.

Dessa forma, ao utilizar qualquer um dos modelos de aparelho ortodôntico é possível garantir o alinhamento dos dentes e assim possuir um sorriso mais atraente e funcional.

Nos casos de hiperdontia, onde há a presença de dentes a mais, e do desalinhamento causado pelo siso, é possível realizar a extração dentária.

Sendo assim, através da extração dos dentes supranumerários e do siso é possível evitar o entortamento dos dentes do paciente. Portanto, o processo antes e depois dos dentes tortos costumam ser bastante satisfatório.

Escolha uma clínica de confiança para colocar seu aparelho ortodôntico

Na hora de colocar seu aparelho ortodôntico é crucial que o paciente opte por uma clínica de confiança para fazer a instalação do aparelho e o acompanhamento do tratamento.

Além disso, uma clínica de confiança contribui para que o tratamento seja feito de forma mais objetiva, fazendo com que o resultado do procedimento seja alcançado de forma mais ligeira.

Sendo assim, a OralDents oferece o atendimento com profissionais qualificados para atendê-lo da melhor forma, além de contar com equipamentos de altíssima qualidade.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *