ilustração de dente inflamado

Está com dente inflamado? Saiba como tratar e aliviar a dor!

A inflamação em torno de um dente pode ser causada por várias razões, incluindo cárie dentária, infecção na gengiva, entre outros problemas odontológicos. 

Se você estiver enfrentando sintomas de dente inflamado, é crucial consultar um dentista o mais rápido possível. 

Veja abaixo as principais causas da inflamação dos dentes, prevenção e tratamentos!

O que causa inflamação no dente?

A inflamação dentária, clinicamente conhecida como pulpite, pode ser causada por diversos fatores. Abaixo estão algumas das principais razões para a inflamação em um dente:

  1. Cárie dentária: a cárie é uma das principais causas de inflamação dentária. Quando as bactérias presentes na boca consomem açúcares e produzem ácidos, esses ácidos podem corroer o esmalte dentário, levando à formação de cavidades. Se a cárie não for tratada, ela pode atingir a polpa do dente, causando inflamação e dor.
  2. Infecção na gengiva (gengivite ou periodontite): a presença de placa bacteriana e tártaro pode levar à inflamação das gengivas. Se não tratada, a gengivite pode progredir para periodontite, uma condição em que a inflamação atinge os tecidos de suporte dos dentes. Isso pode causar danos irreversíveis, incluindo perda óssea ao redor dos dentes.
  3. Trauma dentário: lesões, como fraturas ou trincas nos dentes, podem expor a polpa dentária, levando à inflamação. Isso pode ocorrer devido a acidentes, quedas ou traumas diretos nos dentes.
  4. Dentes impactados: dentes que não conseguem erupcionar normalmente, como os dentes do siso, podem ficar impactados, causando inflamação e dor.
  5. Bruxismo: o bruxismo, que é o hábito de ranger os dentes, pode causar desgaste nos dentes e, eventualmente, levar à inflamação.
  6. Tratamento dentário anterior: procedimentos odontológicos, como obturações ou coroas, podem causar inflamação se houver complicações ou infecções pós tratamento.
  7. Sensibilidade dentária: em alguns casos, a inflamação pode resultar de sensibilidade dentária devido à exposição da dentina, camada mais interna do dente.

É essencial procurar um dentista se você experimentar sintomas de inflamação dentária, como dor, inchaço ou sensibilidade.

O profissional pode diagnosticar a causa do problema e recomendar o tratamento apropriado para aliviar a inflamação e preservar a saúde bucal. Ignorar problemas dentários pode levar a complicações mais sérias no futuro.

Sintomas: como é um dente inflamado? 

ilustração da aparência de dente inflamado

O aspecto e sintomas de um dente inflamado envolvem dor, sensibilidade, inchaço, mau hálito, gosto desagradável, desconforto, pus e febre.

A dor é um dos sintomas mais evidentes. Pode variar de uma dor leve a uma dor intensa e latejante. A dor pode ser constante ou intermitente e geralmente piora ao mastigar ou ao entrar em contato com alimentos quentes ou frios.

Sensibilidade ao calor, frio ou alimentos doces pode ser um sinal de inflamação dentária. A sensação de desconforto pode ocorrer mesmo após a remoção do estímulo.

O tecido ao redor do dente pode ficar inchado e sensível ao toque. Em alguns casos, pode ocorrer inchaço na gengiva próxima.

Infecções dentárias podem levar ao mau hálito devido à presença de bactérias.

Alguns pacientes relatam um gosto desagradável na boca, muitas vezes associado a infecções dentárias.

A pressão sobre o dente inflamado, como ao morder, pode causar dor e desconforto.

Em casos mais avançados de infecção, pode ocorrer a formação de pus ao redor do dente afetado e febre como resposta do corpo à presença de bactérias.

Como prevenir a inflamação?

A prevenção da inflamação dentária envolve práticas regulares de higiene bucal e cuidados com a saúde em geral. Então mantenha sua boca saudável com as dicas de prevenção que separamos para você.

  • Higiene bucal adequada:
    Escove os dentes pelo menos duas vezes ao dia, de preferência após as refeições, usando uma escova de dentes com cerdas macias.
    Use creme dental com flúor para fortalecer os dentes e prevenir a formação de cáries.
    Não se esqueça de escovar a língua para remover bactérias que podem contribuir para problemas dentários.
  • Fio dental:
    Use fio dental diariamente para remover a placa bacteriana e os resíduos de alimentos entre os dentes e ao longo da linha da gengiva.
  • Antissépticos bucais:
    Enxaguantes bucais antibacterianos podem complementar a limpeza, ajudando a reduzir a quantidade de bactérias na boca.
  • Visitas regulares ao dentista:
    Consulte um dentista regularmente para exames odontológicos de rotina e limpezas profissionais.
  • Alimentação saudável:
    Mantenha uma dieta equilibrada e evite excesso de alimentos ricos em açúcar, que podem contribuir para a cárie dentária.
  • Controle de doenças sistêmicas:
    Condições médicas como diabetes podem afetar a saúde bucal. Mantenha condições de saúde geral sob controle.
  • Evite hábitos destrutivos:
    Evite hábitos como roer unhas e morder objetos duros, pois isso pode danificar os dentes.
    O uso de tabaco aumenta o risco de doenças gengivais e pode comprometer a saúde bucal.
  • Atenção aos sinais de problemas:
    Esteja atento a sinais precoces de problemas dentários, como sensibilidade, dor ou gengivas inchadas, e procure ajuda profissional quando necessário.

A prevenção é fundamental para manter a saúde bucal. Adotar hábitos saudáveis e seguir as recomendações do dentista pode ajudar a evitar inflamações e outros problemas dentários. Fique atento!

Dicas para aliviar a dor

mulher com as mãos na bochecha sentindo dor pois está com dente muito inflamado

Como vimos anteriormente, um dos sintomas de um dente muito inflamado é a dor, e sabemos que há também um grande incômodo que acaba gerando indisposição, estresse e irritação.

Enquanto aguarda a consulta com seu dentista, siga nossas dicas para aliviar a dor de dente inflamado!

A aplicação de uma compressa fria no lado externo da bochecha, próximo à área dolorida, pode ajudar a reduzir a inflamação e proporcionar alívio temporário, uma vez que o gelo pode reduzir o fluxo sanguíneo e auxiliar no desinchamento. 

Faça bochechos suaves com água morna e sal para ajudar a reduzir a inflamação e manter a área limpa. O sal contém propriedades anti inflamatórias devido ao seu potente conteúdo mineral.

Tente dormir com a cabeça elevada usando travesseiros extras para reduzir a pressão na área inflamada, e garanta um sono adequado, pois a falta de sono pode afetar a capacidade do corpo de lidar com a dor.

Evite alimentos e bebidas muito quentes ou muito frios, pois podem aumentar a sensibilidade, levando a dor e desconforto.

Lembre-se de que essas medidas são provisórias e não substituem a avaliação e o tratamento adequados de um profissional de saúde. Consulte um dentista para receber orientações específicas com base na sua condição dental.

Dente siso inflamado, o que fazer?

É possível que durante o nascimento do dente siso algumas pessoas sintam incômodo e dores devido a inflamação e infecções. O nascimento do terceiro molar é caracterizado também por vermelhidão, inchaço e dificuldade para engolir. 

Quando há inflamação especificamente no dente siso é necessário se atentar aos sintomas e realizar alguns tratamentos preventivos e que vão auxiliar na redução de danos causados durante a eclosão.

Descanse e evite atividades que possam aumentar a pressão na área do dente do siso.

Opte por alimentos macios e evite mastigar diretamente sobre o dente do siso inflamado e o bochecho de água morna com sal pode ajudar a reduzir a inflamação e proporcionar alívio temporário.

Nunca tente remover o dente do siso ou manipular a área por conta própria. Isso pode levar a complicações graves.

Mantenha uma boa higiene bucal escovando os dentes cuidadosamente, usando fio dental e enxaguatório bucal sem álcool. Evite escovar diretamente sobre a área inflamada.

Tratamentos para dente inflamado

mulher aplicando remédio para dor de dente furado e inflamado

Os tratamentos podem envolver vários tipos de técnicas, como massagens, bochechos e remédio para dor de dente furado e inflamado. Veja agora o que é bom para dente inflamado.

  1. Antibióticos:
    Se a inflamação for causada por uma infecção bacteriana, o dentista pode prescrever antibióticos para combater a infecção.
  2. Anti-inflamatórios e analgésicos:
    Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), como ibuprofeno, podem ajudar a reduzir a inflamação e aliviar a dor. Analgésicos também podem ser recomendados.
  3. Tratamento de canal:
    Se a inflamação atingir a polpa do dente (tecido interno que contém nervos e vasos sanguíneos), pode ser necessário realizar um tratamento de canal. Nesse procedimento, o dentista remove a polpa infectada e preenche o espaço vazio com material obturador.
  4. Drenagem abscesso:
    Se houver um abscesso associado à inflamação, pode ser necessário drená-lo para aliviar a pressão e remover o pus.
  5. Extração dentária:
    Em alguns casos, se o dente estiver severamente comprometido e o tratamento de canal não for possível ou eficaz, a extração do dente pode ser recomendada.

Lembrando que o autodiagnóstico e o tratamento sem orientação adequada podem levar a complicações. O dentista será capaz de determinar a causa da inflamação e recomendar o curso de tratamento mais apropriado para o seu caso.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a sua saúde bucal e prevenir problemas, como o dente inflamado e outros.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista tenha acesso aos procedimentos odontológicos já realizados e a possíveis tratamentos para garantir a sua saúde bucal.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *