dente com tártaro

Dente com tártaro: o que causa, como tirar e complicações

O dente com tártaro é uma condição que afeta muitas pessoas nos dias de hoje e pode gerar complicações graves na saúde bucal.

Sendo assim, confira mais a respeito no artigo abaixo:

O que é o tártaro?

O tártaro é resultado do acúmulo da placa bacteriana que com o passar do tempo vai se enrijecendo e forma uma camada rígida sobre os dentes.

Ele pode aparecer de maneira visível sobre a linha da gengiva ou abaixo da linha da gengiva, o que faz com que ele seja mais difícil de se identificar.

Além disso, vários problemas bucais podem se desenvolver a partir do tártaro, visto que essa camada rígida cria um ambiente propício para o desenvolvimento de bactérias.

Essa camada formada sobre os dentes chamada de tártaro é rígida e possui uma tonalidade mais amarelada ou em alguns casos sua cor é mais amarronzada.

Como é o dente com tártaro?

O dente com tártaro geralmente possui uma tonalidade mais amarelada e também possui uma camada rígida sobre os dentes, que é o tártaro.

Dessa forma, devido ao fato de o tártaro geralmente se formar próximo a linha da gengiva, o dente fica com uma tonalidade mais amarelada ou amarronzada próximo a gengiva.

Por que o dente fica com tártaro?

Assim como dito anteriormente, o tártaro é uma evolução da placa bacteriana que com o passar do tempo se junta a outras substâncias na boca causando a formação dessa camada rígida chamada tártaro.

Mas por que essas bactérias se acumulam na superfície dos dentes?

Quando o paciente não higieniza bem os dentes, algumas partículas de alimentos ficam presas na superfície dos dentes, o que acaba fazendo com que algumas bactérias se acumulem sobre essas partículas para digeri-las.

A partir disso se forma a placa bacteriana, que com o passar do tempo pode se desenvolver e se tornar o tártaro.

Como tirar tártaro dos dentes?

O tártaro nos dentes é removido durante a profilaxia dental, através de um procedimento chamado raspagem de tártaro.

A raspagem de tártaro pode ser feita utilizando um dispositivo de ultrassom, através da cureta manual ou da cureta para limpeza subgengival.

O dispositivo de ultrassom é responsável por emitir várias ondas de alta frequência que ao entrarem em contato com o tártaro, faz ele se quebrar, facilitando sua remoção.

Já a curetagem manual é feita utilizando a cureta para fazer a raspagem do dente com tártaro para removê-lo.

Isso reforça a importância de realizar as visitas regulares ao dentista, pois é através delas que é possível realizar a profilaxia dental e também a raspagem de tártaro.

Problemas causados pelo dente com tártaro

Problemas causados pelo dente com tártaro

O dente com tártaro é um problema que apesar de não parecer tão preocupante, pode gerar vários problemas na saúde bucal do paciente.

Isso se deve ao fato de que o tártaro em si já é um aglomerado de bactérias que servem como uma camada protetora para o desenvolvimento de outras bactérias sob ele.

Essas bactérias por ficarem posicionados próximo a linha da gengiva, podem acabar comprometendo a integridade da gengiva, fazendo com que ela inflame.

Essa inflamação é chamada de gengivite e tende a causar sangramentos, vermelhidão e sensibilidade na região afetada.

A gengivite por sua vez, se não for tratada pode se transformar em um caso de periodontite, que é um problema ainda mais grave.

A periodontite, além da sensibilidade e dos sangramentos gengivais, pode causar a perda dos tecidos e do osso alveolar, causando os dentes a se moverem e também à retração gengival.

Em casos mais severos, a periodontite pode levar até mesmo a perda dentária, além do grande risco de as bactérias caírem na corrente sanguínea provocando uma bacteremia.

Como evitar dente com tártaro?

Assim como foi visto anteriormente, o dente com tártaro é causado por maus cuidados de higiene bucal. Sendo assim, para prevenir a formação do tártaro no dente é recomendado que o paciente mantenha bons cuidados de higiene bucal.

Dessa forma é importante escovar bem os dentes após todas as refeições da maneira correta para remover os restos de alimentos que ficam presos aos dentes.

Também é importante utilizar o fio dental para remover as partículas que ficam presas entre os dentes, que é um local onde a escova de dentes não alcança.

Para complementar a higienização, o paciente pode utilizar um enxaguante bucal sem álcool.

Além disso, é extremamente importante que o paciente realize as visitas regulares ao dentista, visto que elas são responsáveis por fazer a limpeza completa dos dentes, removendo a placa bacteriana e o tártaro.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *