contenção higiênica

Contenção higiênica: veja mais sobre essa contenção fixa!

A contenção higiênica é um dos modelos de contenção fixa existentes atualmente, que assim como as demais possui o objetivo de manter os dentes em seu devido lugar e evitar que o resultado do tratamento ortodôntico seja perdido.

Confira mais a respeito dela e um pouco sobre os outros modelos de contenção no artigo abaixo:

O que é contenção higiênica?

A contenção higiênica é um tipo de aparelho de contenção, assim como a contenção reta e a contenção móvel.

Essa contenção é um aparelho fixo e consiste em um pequeno fio ondulado que é fixado atrás dos dentes de forma que seus vales fiquem alinhados com o espaço entre os dentes.

Ela é utilizada após a remoção do aparelho ortodôntico para manter os dentes em seu devido lugar e evitar que eles se desalinhem.

Além dela, ainda existem outros tipos de contenção, sendo elas a reta, que também é fixa, e a móvel, que pode ser retirada.

Para que serve o aparelho de contenção?

O aparelho de contenção é um tipo de aparelho que é utilizado após a remoção do aparelho ortodôntico para manter os resultados do mesmo.

Mas por que isso é necessário?

O periodonto, que é o conjunto de tecidos responsáveis pela sustentação dos dentes, possui uma memória elástica, ou seja, ele tenta fazer com que os dentes retornem à sua posição de origem.

Durante o tratamento ortodôntico os dentes não retornam ao lugar de origem nem se desalinham por conta de o aparelho ortodôntico estar prevenindo esta movimentação.

No entanto, quando ele é removido, não há mais nada que impeça que os dentes retornem para seu local de origem, fazendo com que eles fiquem livres para retornar ao seu local de origem.

Sendo assim, a contenção higiênica, assim como as demais contenções, possuem o objetivo de prevenir a movimentação dos dentes, e assim consegue evitar que os dentes fiquem desalinhados.

Logo, seu objetivo é conter o desalinhamento dos dentes que ocorreria caso o retorno dos dentes ao seu local de origem não fosse contido.

Quais são os tipos de contenção?

Assim como os aparelhos ortodônticos, as contenções também possuem diferentes modelos, sendo os principais a contenção higiênica, a reta e a móvel.

Confira mais a respeito das características de cada uma delas:

Contenção móvel

Contenção móvel

A contenção móvel é um tipo de aparelho de contenção que, assim como o nome sugere, é removível. Seu modelo convencional possui uma parte acrílica que fica posicionada atrás dos dentes e um fio metálico que passa na frente dos dentes.

Já seu modelo estético, consiste em uma placa de acrílico transparente que possui o formato exato dos dentes, semelhante ao aparelho Invisalign.

O fato de ser removível garante que ela seja mais higiênica que as demais devido ao fato de que ela pode ser removida para ser higienizada e durante a alimentação.

No entanto, o fato de ser removível também faz com que sua eficácia dependa completamente do paciente, visto que ele é responsável por utilizá-la pelo tempo adequado e assim garantir que ela consiga exercer sua função.

Sendo assim, ela normalmente não é o modelo mais indicado para pacientes que não possuem disciplina para utilizá-la pelo tempo adequado.

Contenção fixa reta

Contenção fixa reta

A contenção reta, também conhecida como contenção tradicional, consiste em um fio metálico reto que é fixado atrás dos dentes.

Assim como as demais contenções, ela possui o objetivo de manter os dentes em seu devido local, no entanto, o fato de ser reta e ficar posicionada atrás dos dentes possui um lado negativo.

Isso se deve ao fato de que ela atravessa os dentes perpendicularmente e isso pode acabar atrapalhando na hora de utilizar o fio dental.

Contenção fixa higiênica

Contenção fixa higiênica

A contenção higiênica, assim como a contenção reta, também consiste em um modelo de contenção fixa, no entanto, ela possui o diferencial de ser ondulada.

Ela é fixada atrás dos dentes de forma que os vales de suas ondulações fiquem alinhados com o espaço entre os dentes e assim ela tende a não atrapalhar o uso do fio dental.

No entanto, essas ondulações também faz com que ela use mais material que a reta e também cria pequenos espaços entre a contenção e o dente.

Por conta de esses pequenos espaços serem difíceis de se higienizar, muitas vezes acaba se formando tártaro embaixo de sua estrutura.

Qual a diferença entre a contenção higiênica e a reta?

Ambas as contenções são modelos de contenção fixa, ou seja, são fixadas atrás dos dentes e não podem ser removidas.

Assim como a contenção removível, elas possuem a função de manter os dentes em seu devido lugar e conseguem desempenhar essa função muito bem.

No entanto, apesar de ambas serem modelos de contenção fixa, elas possuem algumas diferenças que podem levar alguns pacientes a pensar que uma contenção é melhor que a outra.

A principal diferença entre os dois modelos se baseia no seu formato, sendo que a reta possui o formato reto e a higiênica possui um formato ondulado.

Dessa forma, a reta atravessa perpendicularmente os dentes, o que pode acabar dificultando durante a utilização do fio dental.

Já a contenção higiênica, por possuir um formato ondulado e seus vales ficarem alinhados com os espaços entre os dentes, ela não interfere no uso do fio dental.

No entanto, o fato de ser reta faz com que a contenção reta utilize menos material que a higiênica, o que consequentemente garante que ela acumule menos partículas de alimentos.

Já a contenção higiênica, por possuir um formato ondulado e utilizar mais material, tende a reter mais partículas de alimentos e placa bacteriana, o que acaba fazendo com que ela seja mais propícia a acumular tártaro sob sua estrutura.

Dessa forma, ambas as contenções possuem suas vantagens e suas desvantagens, o que deixa a critério do profissional optar qual contenção é melhor para cada caso.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que o dentista possa acompanhar o tratamento ortodôntico e decidir baseando-se nos hábitos de higiene do paciente se ele deverá utilizar a contenção higiênica ou a fixa.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *