Zoom em cárie em arcada dentária

Como tratar cárie no dente e como prevenir? Saiba de tudo aqui!

A cárie dentária é um problema comum que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Mas o que exatamente é cárie? 

Neste artigo, exploraremos essa condição odontológica em detalhes, desde suas causas até suas consequências, além de fornecer dicas úteis sobre como tratar e prevenir esse problema de saúde bucal:

O que é cárie dentária?

A cárie dentária, comumente conhecida como “cárie”, é uma doença oral que resulta da deterioração dos tecidos dentários devido à ação de ácidos produzidos pelas bactérias presentes na placa bacteriana, que corroem o esmalte dentário.

Como resultado, são formadas cavidades nos dentes, conhecidas como cáries, que podem levar a diversos problemas de saúde bucal se não tratadas.

A deterioração cria cavidades nos dentes, causando dor, sensibilidade e, se não tratada, pode levar a complicações mais graves, como infecções e perda dentária.

Causas da cárie dentária

As causas da cárie dentária estão principalmente relacionadas à presença de bactérias na placa bacteriana, que se forma na superfície dos dentes. 

Quando os resíduos de alimentos não são removidos adequadamente através da escovação e do uso do fio dental, as bactérias se alimentam desses resíduos e produzem ácidos como subproduto. 

Esses ácidos corroem gradualmente o esmalte protetor dos dentes, criando cavidades ou lesões dentárias.

Além da má higiene bucal, outros fatores podem aumentar o risco de desenvolvimento de cárie dentária, incluindo:

Dieta rica em açúcares e carboidratos: o consumo frequente de alimentos e bebidas açucaradas, como refrigerantes, doces, bolos e biscoitos, fornece um substrato para as bactérias produzirem ácidos que causam cáries.

Baixa produção de saliva: a saliva desempenha um papel importante na neutralização dos ácidos produzidos pelas bactérias e na remineralização do esmalte dentário. Condições que reduzem a produção de saliva, como boca seca (xerostomia), podem aumentar o risco de cárie dentária.

Má formação dos dentes: anomalias estruturais nos dentes, como sulcos profundos ou fissuras, podem facilitar a retenção de resíduos de alimentos e a formação de placa bacteriana, aumentando o risco de cárie.

Mudanças na composição da placa bacteriana: fatores como a composição da microbiota oral, pH da saliva e composição da dieta podem influenciar a atividade das bactérias na placa bacteriana e sua capacidade de produzir ácidos que causam cáries.

Fatores genéticos: alguns estudos sugerem que a susceptibilidade à cárie dentária pode ser influenciada por fatores genéticos, incluindo a composição da saliva e a estrutura dos dentes.

Em resumo, a cárie dentária é uma doença multifatorial, com a interação de vários fatores contribuindo para seu desenvolvimento. 

Sintomas de cárie dentária e consequências

Os sintomas da cárie dentária podem variar dependendo do estágio da doença e da gravidade do dano aos dentes. Aqui estão alguns sintomas comuns e consequências:

Sintomas

Sensibilidade dentária: uma sensação de dor ou sensibilidade ao comer ou beber alimentos quentes, frios ou doces pode ser um sinal precoce de cárie dentária. Isso ocorre porque a cárie pode expor os nervos sensíveis dentro do dente.

Dor ao mastigar: a cárie avançada pode causar dor ao mastigar, especialmente quando a área afetada está sob pressão.

Manchas escuras nos dentes: à medida que a cárie progride, podem surgir manchas escuras, amareladas ou acastanhadas na superfície dos dentes afetados.

Buracos ou furos nos dentes: conforme a cárie continua a corroer o esmalte dentário, podem se formar cavidades visíveis nos dentes.

Mau hálito persistente: a cárie dentária pode levar ao acúmulo de bactérias na boca, causando mau hálito crônico, mesmo após a escovação dos dentes.

Consequências

Infecção dentária: se não tratada, a cárie pode progredir e atingir a polpa do dente, onde os nervos e os vasos sanguíneos estão localizados. Isso pode resultar em uma infecção dolorosa e potencialmente grave conhecida como abscesso dentário.

Dor e desconforto: a cárie dentária avançada pode causar dor intensa e desconforto, afetando a qualidade de vida e interferindo nas atividades diárias, como comer e falar.

Perda dentária: em casos graves, quando a cárie destrói irreversivelmente a estrutura do dente, pode ser necessária a extração do dente afetado.

Problemas de saúde geral: a saúde bucal está intimamente ligada à saúde geral. A presença de cárie dentária não tratada pode aumentar o risco de desenvolvimento de problemas de saúde sistêmicos, como doenças cardíacas, diabetes e complicações durante a gravidez.

Em suma, é importante estar ciente dos sintomas da cárie dentária e procurar tratamento odontológico adequado se você suspeitar que está desenvolvendo cárie. 

O tratamento precoce pode ajudar a prevenir complicações graves e preservar a saúde e a integridade dos seus dentes.

Homem com dor na arcada dentária por conta da cárie dentária

Prevenção da cárie dentária

A boa notícia é que a cárie dentária pode ser prevenida com práticas simples de higiene bucal e estilo de vida saudável. 

Escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia, usar fio dental diariamente, limitar a ingestão de alimentos e bebidas açucaradas e visitar regularmente o dentista para exames e limpezas são passos essenciais na prevenção da cárie dentária. Além disso, o uso de enxaguante bucal com flúor pode fortalecer os dentes e ajudar na prevenção de cáries.

Afinal, como tratar cárie no dente?

O tratamento da cárie dentária geralmente depende do estágio da doença e da extensão da deterioração dos tecidos dentários. Aqui estão algumas opções de tratamento comuns:

1. Restauração dentária (obturação)

Quando a cárie está em estágio inicial e afeta apenas o esmalte dentário ou a dentina, o dentista pode remover a área danificada e preencher o dente com um material restaurador, como resina composta ou amálgama. Essa restauração ajuda a preservar a estrutura do dente e restaurar sua função e estética.

2. Tratamento de canal (Endodontia)

Se a cárie atingir a polpa dentária (nervo), causando dor intensa, inflamação ou infecção, pode ser necessário realizar um tratamento de canal. Esse procedimento envolve a remoção do tecido infectado ou danificado da polpa, seguido pela limpeza e preenchimento dos canais radiculares com material selante.

3. Coroas dentárias

Em casos de cárie avançada que comprometem significativamente a estrutura do dente, o dentista pode recomendar a colocação de uma coroa dentária para proteger e fortalecer o dente restaurado. A coroa é colocada sobre o dente tratado, proporcionando proteção adicional e restaurando a forma e a função dentárias.

4. Extração dentária

Em situações em que a cárie é tão extensa que compromete irremediavelmente a estrutura do dente, pode ser necessário extrair o dente afetado. A extração é geralmente considerada como último recurso quando outras opções de tratamento não são viáveis.

Além desses tratamentos específicos, é fundamental adotar uma abordagem preventiva para evitar a recorrência da cárie dentária.

Ao notar quaisquer sintomas de cárie dentária, é importante consultar um dentista o mais rápido possível para avaliação e tratamento adequados. O tratamento precoce pode ajudar a evitar complicações mais sérias e preservar a saúde e a função dos dentes afetados.

A cárie dentária é uma condição odontológica comum, mas evitável. Ao entender suas causas e sintomas, e ao adotar uma rotina de higiene bucal adequada, você pode proteger seu sorriso contra esse problema de saúde bucal. 

Lembre-se sempre da importância da escovação regular, uso do fio dental, alimentação saudável e visitas ao dentista para manter seus dentes e gengivas saudáveis e livres de cáries.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a sua saúde bucal, prevenir e tratar problemas bucais.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista tenha acesso aos procedimentos odontológicos já realizados e a possíveis tratamentos para garantir a sua saúde bucal.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *