mulher pensando em como tirar mau hálito rápido caseiro

Como tirar mau hálito rápido caseiro? Conheça 7 dicas!

O mau hálito é uma condição que pode causar um grande incômodo e até mesmo um constrangimento, tendo em vista que pode ser sentido por outras pessoas de imediato. Sendo assim, é necessário procurar por alternativas que tirem o forte odor da região bucal.

Pensando nisso, confira aqui o que é possível fazer:

Como tirar mau hálito rápido caseiro?

O primeiro caminho a ser seguido para tirar o mau hálito rapidamente é procurar um profissional de odontologia para saber qual o principal fator responsável pela condição. 

Assim que uma avaliação completa é feita e o motivo do forte odor é descoberto, o profissional verifica quais são as melhores alternativas a serem seguidas para promover melhorias significativas.

Neste momento, confira quais são as possibilidades caseiras para tirar mau hálito:

  • Escovar a língua corretamente;
  • Tratar as cáries adequadamente;
  • Utilizar extrato de própolis;
  • Limpar a prótese dentária;
  • Investir na ingestão de chás;
  • Fazer gargarejo de água morna com sal;
  • Evitar jejum prolongado.

mulher escovando os dentes para tirar mau hálito

1. Escovar a língua corretamente

Além da escovação dos dentes, é recomendado não se esquecer de escovar a língua de maneira adequada. Para isso, é possível escovar com a própria escova de dente ou com um raspador lingual

Com a escova, as cerdas umedecidas devem ser passadas na língua de trás para frente e, logo em seguida, de um lado para o outro, da esquerda para a direita e vice-versa. Lembrando que, nesse caso, não há necessidade de usar pasta de dente.  

As partes inferiores da língua também devem ser limpadas e, por essa razão, aconselha-se não deixá-las de lado no momento da higienização.

De todo modo, a forma de escovação continua a mesma nessa região: basta escovar de trás para frente e finalizar enxaguando.

Há como optar pelo uso de escovas que contam com a presença de limpador na parte de trás. Por isso, na hora de escolher uma, é válido prestar atenção nesse detalhe. 

Enquanto isso, o raspador desliza aos entornos da superfície da língua para retirar qualquer tipo de micróbio que existe naquela região.

Então, assim como o próprio nome já indica, é preciso fazer a raspagem local com movimentos de trás para frente, sem deixar nenhuma área de lado. A cada raspagem, um enxágue deve ser feito. 

2. Tratar as cáries adequadamente

Assim como você viu ao longo do artigo, a cárie pode influenciar o surgimento do mau hálito. O motivo disso é que ela leva ao acúmulo de bactérias na região bucal, que tiram proveito dos resquícios alimentares que permanecem na área.

Então, o alto número de microrganismos e restos de alimentos, junto com a fermentação desses microrganismos torna-se responsável por provocar um forte odor na boca.  

3. Utilizar extrato de própolis

O ato de utilizar o extrato de própolis pode ser extremamente benéfico para diminuir o odor ruim na boca, além de proporcionar uma sensação de refresco para a região.

O seu uso é capaz de evitar a disseminação de microrganismos responsáveis pela halitose e, por isso, acaba sendo indispensável. 

4. Limpar a prótese dentária 

A limpeza da prótese dentária pode fazer total diferença quando se trata do mau hálito. O motivo disso é que no dispositivo pode conter alguns restos alimentares que se instalam ali e dificilmente saem. 

Em consequência, o mau hálito é manifestado logo em seguida. Por essa razão, aconselha-se investir na higienização adequada, evitando possíveis camadas de impurezas que se impregnam na prótese com a falta de limpeza.

Contudo, convém conversar com o seu dentista para saber a maneira mais adequada de fazer essa limpeza. 

5. Investir na ingestão de chás 

Outra alternativa caseira para tirar o mau hálito da boca consiste em investir na ingestão de chás. Alguns chás possuem a capacidade de reduzir a quantidade de microrganismos responsáveis pelo mau hálito que existem na boca. 

Além disso, eles também podem promover uma sensação de frescor. Essa sensação refrescante pode ser útil até mesmo nos casos em que o paciente está sentindo dor na garganta, por exemplo.

Entre os principais chás que podem ser benéficos para a halitose, recomenda-se: chá de cravo-da-índia, chá verde e chá de extrato de Hamamelis.

6. Fazer gargarejo de água morna com sal

O gargarejo de água morna com sal consiste em uma ótima alternativa para retirar as bactérias que se proliferam na região bucal de forma constante.

O motivo dessa solução ser tão vantajosa é que ela contém atividade bactericida, sendo capaz de desinfetar o local com bastante eficácia. 

7. Evitar jejum prolongado 

A partir do momento em que passamos muito tempo sem nos alimentar, há um declínio de nossa glicemia que faz com que o nosso corpo precise queimar ácidos graxos para que o funcionamento ocorra de forma adequada.

Por isso, o mau hálito acaba surgindo. Sendo assim, uma boa dica é tomar cuidado com a alimentação. 

Afinal, o que é mau hálito?

Também chamado de halitose, o mau hálito é uma condição que afeta diversos indivíduos que não possuem bons hábitos de higiene bucal.

Mas, também pode surgir em razão de outras condições de saúde. Ele se caracteriza por um forte odor na região bucal, que costuma permanecer por um bom tempo. 

Nessa região, existem diversos tipos distintos de bactérias que cumprem inúmeros afazeres, auxiliando no processo de digestão que impedem a instalação de microrganismos ruins, responsáveis por provocar danos na saúde bucal e sistêmica. 

A partir do momento em que ocorre uma irregularidade e elas começam a se disseminar, uma placa bacteriana é formada. Logo, torna-se capaz de liberar compostos sulfurados voláteis (CSVs) que causam o mau cheiro. 

homem pensando no que causa mau hálito

O que causa mau hálito?

Assim como falamos anteriormente, existem diversos fatores responsáveis para o mau hálito, sendo o principal deles os cuidados inadequados com a higiene bucal.

Fora isso, fatores como pouca quantidade de saliva possuem bastante influência. Geralmente, esse número de saliva é diminuído quando ficamos muito tempo sem comer ou quando estamos desidratados. 

Além disso, outras condições fazem parte das principais causas do surgimento da halitose. Entre elas, destacam-se:

  • Desidratação;
  • Cárie;
  • Saburra lingual (língua branca);
  • Consumo exagerado de bebidas alcóolicas;
  • Infecções na região bucal ou esôfago;
  • Sinusite e outras inflamações das vias aéreas;
  • Amigdalites;
  • Problemas renais, gastrointestinais e hepáticos;
  • Diabetes não controlada. 
  • Respiração pela boca;
  • Tabagismo;
  • Problemas emocionais;
  • Ingestão de alimentos que mudam o hálito. 

Essas condições atuam como um fator de risco, contribuindo para a manifestação do desagrado e, por essa razão, devem ser evitadas sempre que possível.

LEIA TAMBÉM: 9 dicas de remédio caseiro para mau hálito: confira aqui!

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível detectar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível fazer tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada semestralmente (de 6 em 6 meses).

A profilaxia também garante a possibilidade de fazer a raspagem de tártaro e retirada da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *