como remover tártaros

Como remover tártaros: descubra como é feito o procedimento!

O tártaro é uma complicação que surge a partir do endurecimento da placa bacteriana e pode causar várias complicações.

Neste artigo você irá conferir o que é e como remover tártaros:

O que é tártaro no dente

O que é tártaro no dente?

O tártaro corresponde a uma camada rígida que se forma na superfície dos dentes derivada do enrijecimento da placa bacteriana.

Essa camada geralmente possui uma tonalidade amarelada ou amarronzada e pode causar diversos problemas de saúde bucal, além de também prejudicar a estética dos dentes.

Geralmente ele surge por conta da má higienização dos dentes, o que resulta na permanência da placa bacteriana na superfície dos dentes e consequentemente em seu enrijecimento.

O fato de ele não sair de forma natural pode levar o paciente a ter dúvidas a respeito de como remover tártaros, no entanto, há um procedimento realizado especificamente para isso, chamado raspagem dental ou raspagem de tártaro.

Como o tártaro surge?

O tártaro é uma complicação causada pelo endurecimento da placa bacteriana, que geralmente acontece devido a maus hábitos de higiene bucal.

A má higienização dos dentes resulta na permanência prolongada da placa na superfície dos dentes e com o passar do tempo, essa placa se solidifica, transformando-se no tártaro.

Isto também pode ocorrer por conta de determinados medicamentos ou outros motivos que causem uma alteração no fluxo salivar, contribuindo assim para seu surgimento.

O que o tártaro pode causar?

O tártaro é derivado do endurecimento da placa bacteriana, sendo assim, isso implica que ele é formado por bactérias e saliva presentes no interior da boca.

Desse modo, por se tratar de uma condição que é provocada por bactérias, ela pode provocar algumas complicações derivadas do acúmulo de bactérias na superfície dos dentes, como:

Cárie

A cárie consiste em uma condição caracterizada pela destruição das estruturas do dente por ação de bactérias que habitam em sua superfície.

Isso ocorre pelo fato de que quando essas bactérias presentes na superfície dos dentes digerem algum tipo de partícula de alimento, elas acabam liberando um ácido.

Quando esse ácido é liberado constantemente na superfície dos dentes, acaba resultando em um processo de erosão da estrutura do dente.

Inicialmente, isso acaba provocando o surgimento de alguns pontinhos pretos na superfície dos dentes, além de também causar o aparecimento de pequenos furinhos.

Caso ela não seja tratada logo em seu início, seu tratamento pode se tornar mais complicado, chegando a exigir a extração do dente em alguns dos casos.

Inflamações gengivais

As inflamações gengivais, que correspondem a gengivite e periodontite , consistem em problemas que afetam o periodonto e são causadas principalmente pela má higienização dos dentes envolvidos.

Assim como as cáries, elas também surgem por conta dos ácidos produzidos por essas bactérias, que ao entrarem em contato com a gengiva, acabam provocando sua irritação.

Inicialmente surge apenas um caso de gengivite, que é conhecido por provocar vermelhidão, sensibilidade e alguns sangramentos gengivais.

No entanto, quando evolui para uma periodontite, além dos sintomas da gengivite, ainda surgem alguns outros mais preocupantes, como o comprometimento dos tecidos periodontais.

Como remover tártaro no dente

Como remover tártaro no dente?

O tártaro no dente corresponde ao enrijecimento da placa bacteriana na superfície do dente, o que acaba criando uma camada rígida sobre os dentes próximo à linha da gengiva.

Essa camada rígida que se forma sobre os dentes é mais difícil de se remover do que a placa bacteriana, que é removida através da escovação convencional.

Dessa forma, diferentemente da placa bacteriana, não há como remover tártaros de forma caseira ou de forma rápida.

Isso se deve ao fato de que por ser uma camada mais rígida e estar mais aderida ao dente, o tártaro exige um procedimento específico para removê-lo.

Logo, para retirar essa camada de cima dos dentes o paciente deve realizar um procedimento chamado raspagem dental ou raspagem de tártaro.

Ele consiste em um processo onde o tártaro é removido de cima dos dentes por meio do uso de uma cureta manual ou através de um dispositivo ultrassônico.

A cureta manual remove o tártaro através da raspagem propriamente dita, já o ultrassom emite pequenas ondas que são responsáveis por quebrar o tártaro e assim facilitar sua remoção.

Além da remoção de tártaro convencional, também existe a remoção do tártaro subgengival que é o processo onde o profissional remove o tártaro localizado abaixo da linha da gengiva.

Para esse tratamento é necessário utilizar-se uma cureta específica que possui uma ponta mais fina e mais alongada que permite sua inserção no intervalo entre o dente e a gengiva.

Esse procedimento geralmente é realizado juntamente com a profilaxia dental, que é um processo rotineiro que deve ser feito periodicamente.

Após a realização desse procedimento o paciente finalmente se vê livre do tártaro e previne as possíveis complicações causadas por ele.

Como prevenir o tártaro?

O tártaro é uma complicação que é derivada do enrijecimento da placa bacteriana na superfície dos dentes que geralmente se forma próximo ou abaixo da linha da gengiva.

Esse endurecimento geralmente ocorre quando há uma má higienização dos dentes visto que isso faz com que a placa não seja completamente removida da superfície dos dentes.

Dessa forma, ao não ser completamente retirada e com o passar do tempo, ela acaba se acumulando e se tornando uma camada mais rígida.

Como não é possível remover o tártaro de forma fácil e rápida e muito menos caseira, a melhor estratégia para combatê-lo é prevenir sua formação.

Visto que ele é formado por conta da permanência da placa bacteriana na superfície dos dentes, para preveni-lo é importante remover toda a placa da superfície dos dentes.

A remoção da placa bacteriana pode ser feita por meio de uma boa escovação dos dentes em conjunto do uso correto do fio dental.

Além da higienização realizada em casa, também é fundamental que o paciente realize visitas regulares ao consultório do dentista para realizar a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

Desta forma é possível retirar toda a placa bacteriana dos dentes e assim prevenir a formação do tártaro nos dentes.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Uma visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *