paciente utilizando as dicas de como acabar com o mau hálito

Como acabar com o mau hálito: confira algumas dicas!

O mau hálito é um sintoma bastante incômodo que pode estar associado a diversas condições, desde a alimentação até problemas de saúde.

Sendo assim, no artigo abaixo você irá conferir algumas dicas sobre como acabar com o mau hálito:

O que é o mau hálito?

O mau hálito diz respeito ao mau cheiro exalado pela boca do paciente que pode ser provocado por diversos fatores, que podem ir desde a ingestão de determinados alimentos até algumas doenças provocadas por agentes infecciosos.

Além do mais, esta condição muitas vezes não é percebida pelo paciente que sofre com ela, de modo que quase sempre é identificada por terceiros.

Apesar de não ser um problema que prejudique a saúde, o mau hálito é um sintoma de algumas condições que podem ser prejudiciais.

paciente se perguntando o que causa o mau hálito

O que causa o mau hálito?

O mau hálito não é um problema de saúde em si, mas sim um sintoma que pode mostrar que há algo de errado com a saúde do paciente. Sendo assim, confira quais são as principais causas deste problema:

  • Má higienização bucal;
  • Consumo de certos alimentos, como alho e cebola;
  • Complicações bucais;
  • Problemas no sistema digestório;
  • Doenças do fígado;
  • Infecções respiratórias;
  • Diabetes.

Sendo assim, ao identificar problemas de mau hálito persistente é recomendado que o paciente procure um profissional para identificar qual é a causa e iniciar o tratamento adequado para ela.

profissional dando dicas de como acabar com o mau hálito

Dicas de como acabar com o mau hálito

Assim como foi visto anteriormente, existem diversos motivos que podem causar o mau hálito, no entanto, também existem várias maneiras de aliviar o mau cheiro na boca.

Sendo assim, confira algumas dicas de como acabar com o mau hálito:

Higienize os dentes corretamente

A má higienização dos dentes pode fazer com que partículas de alimentos fiquem presas sobre os dentes, resultando no acúmulo de bactérias sobre elas.

Quando estas bactérias iniciam o processo de digestão destas partículas, elas acabam liberando substâncias que além de serem prejudiciais à saúde dos dentes e da gengiva, podem causar o mau cheiro.

Sendo assim, para prevenir o surgimento de complicações e acabar com o mau hálito é importante que o paciente cuide bem da higienização de seus dentes.

Isto pode ser feito a partir de uma boa escovação dos dentes e do uso correto do fio dental, mas também pode ser complementada com o uso de um enxaguante bucal.

Esta higienização deve ser realizada sempre que o paciente se alimentar, para remover a placa bacteriana da superfície dos dentes.

Também é importante que o paciente higienize bem sua língua, pois as partículas de alimentos e bactérias podem se acumular sobre ela.

Para limpar a língua corretamente, o paciente pode utilizar um raspador de língua, no entanto, esta limpeza também pode ser feita com a escova de dentes.

Além disso, o paciente também deve efetuar a troca da escova de dentes a cada 3 meses, visto que sua eficiência decai com o passar do tempo.

Consuma bastante água

O baixo consumo de água pelo paciente pode levar a desidratação e fazer com que sua produção de saliva seja reduzida.

A saliva é responsável por manter a cavidade oral hidratada e contribuir para a higienização dos dentes, evitando a proliferação descontrolada de bactérias no interior da boca, no entanto, ela sozinha não é o suficiente para manter a cavidade oral limpa.

A baixa produção de saliva pode provocar o surgimento de uma condição chamada xerostomia, que também é conhecida como boca seca, e é caracterizada pelo baixo volume de saliva no interior da boca.

Este baixo volume pode acabar contribuindo para a proliferação de bactérias no interior da boca, que além de deixar a boca mais suscetível a vários problemas, pode provocar o mau hálito.

Sendo assim, a fim de prevenir o surgimento dessa condição, é recomendado que o paciente mantenha-se sempre bem hidratado, consumindo no mínimo 2 litros de água por dia.

Evite passar longos períodos sem se alimentar

O ato de passar um longo período de tempo sem se alimentar faz com que os ácidos estomacais sejam liberados no estômago vazio e isto acaba resultando na liberação de gases que podem provocar o mau cheiro na boca.

Sendo assim, para acabar com o mau hálito provocado por esta condição é recomendado que o paciente alimente-se regularmente de 3 em 3 horas.

Evite consumir alguns alimentos em excesso

Assim como sabemos, existem alguns alimentos que possuem o cheiro mais forte que os demais e algumas vezes estes cheiros podem aderir à cavidade bucal.

Isto se deve ao fato de que alguns alimentos possuem substâncias que quando são metabolizadas acabam provocando o mau cheiro.

Sendo assim, para acabar com o mau hálito derivado da alimentação é recomendado que o paciente evite consumir alguns alimentos em excesso, como o alho e a cebola.

Evite consumir cigarros

O cigarro contém uma substância que é chamada de alcatrão que é liberada durante seu consumo na fumaça emitida por ele.

Esta substância é responsável por se aderir aos dentes, contribuindo para o surgimento de complicações, dificultar a cicatrização e também provocar o mau cheiro.

Sendo assim, para prevenir o surgimento de complicações e acabar com o mau hálito é importante que o paciente evite consumir cigarros.

Realize a profilaxia

A profilaxia dental consiste na higienização bucal efetuada por um profissional, o que faz com que ela seja mais completa que a higienização realizada pelo próprio paciente.

Ela inicia-se através de uma avaliação bucal feita pelo profissional, onde ele procurará por indícios de tártaro e logo em seguida fará sua retirada através da remoção de tártaro.

Assim que o tártaro é removido dos dentes, o profissional inicia o processo de higienização com o uso de um jato com uma solução de água com bicarbonato.

A partir do uso deste jato o profissional irá remover toda a placa bacteriana da superfície dos dentes, prevenindo assim o acúmulo de bactérias no interior da boca.

Logo em seguida o profissional finaliza a profilaxia utilizando o fio dental no paciente, que é responsável por higienizar a região entre um dente e outro, prevenindo o acúmulo de bactérias nesta região.

Portanto, para acabar com o mau hálito e prevenir o surgimento de outras complicações bucais, é recomendado que o paciente realize a profilaxia no mínimo 1 vez a cada 6 meses.

Visitas regulares ao dentista

Através das visitas regulares ao dentista o paciente pode relatar ao profissional suas queixas de mau hálito para que elas possam ser analisadas e tratadas da maneira correta.

Também é importante lembrar que as dicas de remédio caseiro para mau hálito só devem ser utilizadas durante o período que precede a consulta, visto que somente um profissional pode avaliar e receitar o tratamento adequado para o mau hálito.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Sendo assim, uma visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *