paciente com cárie no dente

Cárie: o que é, como surge, quais os sintomas e muito mais!

A cárie no dente é um dos problemas de saúde bucal mais comuns em toda população, podendo afetar pessoas de qualquer faixa etária, desde os dentes decíduos até os permanentes.

Sendo assim, para saber mais a respeito deste problema continue acompanhando o artigo abaixo:

O que é cárie?

A cárie é uma infecção bucal que afeta os dentes do paciente provocando a formação de pontinhos pretos e de pequenos furinhos no dente.

Ela é derivada do acúmulo de bactérias que habitam naturalmente a boca do paciente na superfície dos dentes, ou seja, é derivada da placa bacteriana e do tártaro.

Por que surgem as cáries?

Assim como foi dito anteriormente, as cáries surgem por conta do acúmulo de bactérias na superfície dos dentes, na forma de placa bacteriana e tártaro.

A placa bacteriana diz respeito a uma fina película de bactérias que se forma sobre a superfície dos dentes, enquanto o tártaro é uma camada formada pelo enrijecimento da placa bacteriana.

Este acúmulo de bactérias geralmente surge quando o paciente não higieniza os dentes corretamente, o que faz com que os restos de alimentos não sejam removidos, atraindo assim as bactérias.

Dessa forma, quando estas bactérias digerem as partículas de alimentos presentes na superfície dos dentes, elas liberam um ácido que é corrosivo para a estrutura dos dentes, o que resulta no desgaste de sua estrutura, originando a cárie.

LEIA TAMBÉM: Quanto tempo a cárie demora para destruir o dente?

A cárie é transmissível?

Assim como foi dito anteriormente, a cárie é um tipo de infecção bucal que é provocada por bactérias, o que acaba gerando uma dúvida sobre se ela é transmissível ou não.

No entanto, apesar de ser provocada por bactérias, ela não é uma condição transmissível. Isto se deve ao fato de que ela é provocada por bactérias que já habitam a boca naturalmente.

Sendo assim, não é possível pegar cárie através de beijos ou compartilhamento de objetos como copos e talheres.

Quais são os sintomas de cárie dentária?

Os sintomas mais característicos da cárie, seja ela interproximal ou não, são a presença de pontinhos pretos e furinhos nos dentes assim como a presença de dor de dente. No entanto, os sintomas não estão todos presentes desde seu estágio inicial dessa complicação, sendo assim, confira a ordem de surgimento de seus sintomas.

Inicialmente surgem apenas a presença de pontinhos pretos no dente e não tendem a causar nenhum outro tipo de sintoma.

Com o passar do tempo e a produção de ácido por conta das bactérias passam a surgir pequenos furinhos nos dentes do paciente. Juntamente com eles também pode aparecer a sensibilidade dentária que é originada do desgaste do esmalte dentário.

Caso ela não seja tratada, esses pequenos furinhos vão se tornando cada vez maiores, chegando a comprometer a polpa dentária, o que pode provocar bastante dor e também deixar o dente bastante sensível a temperaturas muito quentes ou muito frias.

Em alguns casos, também podem surgir sintomas nas gengivas como inchaço e sensibilidade, além da possibilidade do surgimento de abscessos gengivais.

dentista diagnosticando cárie no dente do paciente

Diagnóstico da cárie no dente?

A suspeita de cárie pode surgir através de uma análise dos sintomas, no entanto, a confirmação de sua presença deve ser feita por um profissional.

A confirmação é feita a partir de uma avaliação feita em consultório odontológico, onde o dentista irá avaliar os dentes do paciente à procura de manchas ou furos.

Além disso, ela também pode ser confirmada a partir de exames de raio-X de rotina, visto que elas se tornam bastante visíveis nestes casos.

antes e depois do tratamento da cárie no dente

Como tirar cárie do dente?

O tratamento da cárie deve ser efetuado por um profissional e pode variar de acordo com o estágio em que ela se encontra. Deste modo, inicialmente quando há danos apenas no esmalte dentário, sua remoção é feita a partir da retirada do tecido comprometido do dente.

Após remover o tecido comprometido o profissional realiza um procedimento chamado de restauração, onde ele devolve ao dente sua estrutura funcional, corrigindo o furo deixado pela cárie e pela sua remoção.

Essa restauração geralmente é feita com o objetivo de manter com a tonalidade original dos dentes, ficando o mais natural possível.

Em casos mais severos onde há o comprometimento da polpa dentária o tratamento é feito a partir de um tratamento de canal.

O tratamento de canal, ou canal dentário, é um procedimento endodôntico que consiste na remoção da polpa dentária comprometida e seguido da obturação, que é o processo de preencher o interior do dente com um material obturador.

Ele é feito a partir da remoção de todo o tecido e da polpa dentária comprometida, seguido da limpeza da cavidade pulpar.

Após a limpeza, o profissional realizará o selamento das raízes e em seguida preencherá o dente com um material obturador e fará a conformação dele para que tome uma forma funcional.

É importante lembrar que apesar de esses tratamentos conseguirem remover o tecido cariado, ainda é necessário que o paciente retorne ao consultório odontológico para fazer uma avaliação do tratamento e verificar se tudo ocorreu da forma correta e não surgiu nenhum problema.

Como prevenir a cárie?

Assim como dito anteriormente, as cáries são provocadas pela digestão de partículas de alimentos pelas bactérias presentes na superfície dos dentes do paciente.

Elas consistem na placa bacteriana, que é uma fina película de bactérias que se forma sobre os dentes sempre que nos alimentamos.

No entanto, a remoção da cárie pode ocorrer através da higienização dos dentes, ou seja, por meio de uma boa escovação dos dentes e do uso correto do fio dental. A higienização deve ser feita de forma correta e completa desde a infância, evitando a cárie em crianças.

Sendo assim, para se prevenir o surgimento da cárie é fundamental que o paciente cuide da higienização bucal sempre que se alimentar. Além disso, também é fundamental que o paciente mantenha as visitas regulares ao dentista em dia, visto que por meio delas é possível realizar a profilaxia.

A profilaxia dentária é o procedimento de limpeza profissional dos dentes que também é responsável pela raspagem de tártaro dos dentes.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *