cárie interproximal

Cárie interproximal: o que é, causas, tratamento e prevenção

A cárie é uma complicação que atinge grande parte da população brasileira e que se não for tratada rapidamente pode levar a necessidade de se extrair o dente comprometido.

Neste artigo falaremos mais a respeito da cárie interproximal, confira:

O que é cárie interproximal?

A cárie é um problema provocado pelo acúmulo de bactérias que habitam a boca do paciente na superfície dos dentes.

Esse acúmulo de bactérias geralmente ocorre por conta de partículas de alimentos que ficam presas à superfície dos dentes.

Quando elas digerem as partículas de alimentos, acabam produzindo um ácido, que é corrosivo aos dentes, como resultado do processo.

A constante exposição dos dentes a esse ácido provoca um desgaste dos dentes e este processo recebe o nome de cárie.

A cárie interproximal também consiste no processo de desgaste dos dentes por conta de bactérias, no entanto, ela recebe esse nome pelo fato de se encontrar no espaço entre um dente e outro.

Os sintomas associados à cárie são a dor de dente e o surgimento de pontos pretos no dente, porém, pela cárie interproximal se tratar de uma cárie que fica entre os dentes nem sempre é possível visualizar os pontos pretos no dente.

Por que a cárie entre os dentes surge?

A cárie é uma complicação que se desenvolve por conta da má higienização dos dentes, visto que isso acaba deixando partículas de alimentos que atraem a presença de bactérias que, quando digerem essas partículas, produzem um ácido que corrói a estrutura dos dentes.

Devido ao fato de que a cárie interproximal ocorre no espaço entre os dentes, o principal fator que é tido como causa dessa cárie é o uso incorreto ou não uso do fio dental.

Isso se deve ao fato de que sua má utilização ou mau uso acaba fazendo com que o espaço entre os dentes não seja higienizado adequadamente, fazendo com que as partículas de alimentos permaneçam presas entre os dentes provocando o acúmulo de bactérias e consequentemente a cárie interproximal.

Como identificar a cárie interproximal

Como identificar a cárie interproximal?

A cárie interproximal é um tipo de cárie muito difícil de ser identificada, especialmente em seus estágios iniciais.

Isso se deve ao fato de que ela fica posicionada no espaço entre os dentes, o que acaba fazendo com que seja difícil visualizada a olho nu.

Desse modo, a identificação da cárie entre os dentes geralmente é feita através do raio X interproximal, também conhecido como radiografia bitewing.

Geralmente essa radiografia para identificá-la é realizado como um raio X de rotina ou devido a alguma queixa de dor de dente.

Cárie entre os dentes como tratar?

O tratamento da cárie interproximal, assim como qualquer outro tipo de cárie, irá depender do estágio em que se encontra a infecção.

Quando ela ainda se encontra no estágio onde a polpa do dente não foi comprometida, é feita a remoção do tecido contaminado através do uso de uma broca ou do uso de laser.

Após a remoção do tecido comprometido, é feita a restauração, que é um processo onde o formato funcional do dente é restabelecido com o uso de resina odontológica.

Quando há o comprometimento da polpa dentária é necessário realizar um tratamento de canal. Esse procedimento consiste na remoção da polpa dentária comprometida, seguido de uma limpeza na câmara pulpar e selamento das raízes.

Após o selamento das raízes, é feito um preenchimento do local de onde a polpa dentária foi removida, chamado obturação, devolvendo ao dente seu formato funcional.

Como prevenir a cárie interproximal

Como prevenir a cárie interproximal?

Devido ao fato de a cárie no dente geralmente ser uma complicação derivada da má higienização dos dentes, o método principal de prevenção é a higienização dos dentes.

Sendo assim, devido ao fato de a cárie interproximal ser um problema que afeta a região entre um dente e outro, o que reforça a importância do uso do fio dental.

Isso se deve ao fato de que através do seu uso correto, é possível higienizar de maneira precisa a região interdental.

Juntamente com a utilização correta do fio dental, também é importante que o paciente realize visitas regulares ao dentista.

Pois através dessas visitas é possível realizar a profilaxia, que é a limpeza profissional de dentes, e garantir a higienização correta dos dentes.

As visitas regulares também oferecem a possibilidade de realizar os exames de raio X de rotina, visto que eles são responsáveis por identificar possíveis problemas, como a cárie interproximal.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Uma visita a clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *