paciente com candidíase na língua

Candidíase na língua: veja o que é, como surge e como tratar

A candidíase na língua é uma complicação provocada pela proliferação descontrolada do fungo Candida albicans no interior da boca e pode surgir em pacientes de qualquer faixa etária.

Para saber mais a respeito desta condição, continue acompanhando o artigo abaixo:

O que é candidíase na língua?

A candidíase na língua consiste em uma manifestação da candidíase na boca, visto que seus sintomas podem se espalhar e afetar a língua também.

Essa condição se trata de uma infecção provocada pela proliferação do fungo Candida albicans na boca do paciente.

O fungo em questão é um microrganismo que habita naturalmente na pele, no entanto, ele também pode se proliferar dentro da boca do paciente.

Isto geralmente ocorre por conta de uma queda na imunidade do paciente, que pode ocorrer por diversos motivos, o que faz com que ela seja mais comum em bebês por ainda não possuírem o sistema imune completamente desenvolvido.

Ela é caracterizada pelo surgimento de placas brancas que possuem a textura semelhante a algodão no interior da boca, afetando também a língua.

O que causa candidíase na língua?

Esta é uma complicação provocada pela proliferação do fungo Candida albicans no interior da boca do paciente.

Apesar de este fungo habitar naturalmente na pele, geralmente ele é mantido de forma que não venha a provocar nenhum tipo de complicação.

Sendo assim, a candidíase surge quando este fungo se prolifera de forma incontrolada, ou seja, por conta de uma infecção.

Esta proliferação descontrolada desse fungo ocorre por conta de uma queda na imunidade do paciente, que pode ocorrer por diversos fatores, e no caso dos bebês ocorre pelo fato de eles não possuírem um sistema imune desenvolvido.

Confira quais são os principais motivos de uma queda na imunidade que podem provocar a candidíase na língua:

  • Doenças endócrinas, que são complicações que afetam o sistema endócrino, que é responsável pela produção de hormônios para regular o corpo;
  • Déficit nutricional, visto que a falta de algumas vitaminas pode acabar atrapalhando a produção de células do sistema imune;
  • Doenças autoimunes, que são complicações onde o corpo ataca as células do próprio corpo;
  • Xerostomia, também conhecida como boca seca;
  • Tratamentos para o câncer, como quimio e radioterapia;
  • Consumo de alguns medicamentos;
  • Uso de próteses dentárias durante o sono.

candidíase na língua do bebê

Pode dar candidíase na língua do bebê?

A candidíase na língua surge por conta de uma queda na imunidade do paciente, no entanto, os bebês ainda não possuem o sistema imune completamente desenvolvido.

Isto implica que seu sistema imunológico ainda se encontra “enfraquecido”, o que faz com que seja mais fácil de candidíase se manifestar. Sendo assim, é possível sim surgir candidíase na língua do bebê.

Portanto é importante que os pais ou responsáveis mantenham sempre os objetos que o bebê leva a boca bem higienizados para prevenir esta condição.

Candidíase na língua sintomas?

A candidíase na língua possui os mesmos sintomas que a candidíase oral, sendo assim, quando o paciente se encontra afetado por esta condição possui uma camada esbranquiçada que se forma no interior da boca e na língua.

Esta camada possui uma textura semelhante a de algodão e pode se formar em qualquer mucosa da boca do paciente.

Além disso, esta camada pode provocar ardência e não pode ser removida através da raspagem ou da escovação da língua.

Também existem casos onde a infecção pode se espalhar até a garganta do paciente e causar dificuldades para engolir alimentos, podendo fazer com que o paciente perca o apetite.

Como diagnosticar a candidíase na língua?

O diagnóstico da candidíase na língua é realizado por um profissional através de uma avaliação clínica da boca do paciente.

Apesar de ser possível confirmar o diagnóstico através da avaliação clínica, em alguns casos pode ser necessário realizar um exame laboratorial para a confirmação

Candidíase na língua como tratar

Esta complicação se trata de uma infecção causada pelo fungo chamado Candida albicans e que ocorre por conta de um déficit no sistema imunológico.

Seu tratamento deve ser receitado por um profissional, que pode ser um médico ou um dentista, e geralmente consiste no uso de antifúngicos, que podem ser de aplicação tópica ou na forma de enxaguante bucal, que geralmente é receitado para ser utilizado por alguns dias.

Durante o tratamento também é indicado que o paciente cuide bem da higienização bucal, escovando bem os dentes e utilizando o fio dental da forma correta.

Também é importante que o paciente cuide bem da alimentação, mantendo uma alimentação balanceada, ingerindo todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo.

Nos casos mais severos, onde os medicamentos tópicos e enxaguantes bucais não surtem efeito, o profissional pode indicar o uso de um antifúngico via oral.

É importante lembrar que não é recomendado de forma alguma a automedicação, sendo assim, ao identificar os sintomas de candidíase na língua, é recomendado que o paciente procure um profissional.

mãe e filha higienizando os dentes para evitar o surgimento da candíase na língua

Como evitar o seu surgimento?

A candidíase na língua consiste em uma infecção que surge por conta de uma baixa do sistema imunológico do paciente.

Sendo assim, para prevenir seu surgimento é importante que o paciente mantenha uma alimentação balanceada e ingerindo bastante água.

Para se prevenir seu surgimento também é importante que o paciente evite compartilhar objetos pessoais, visto que esta pode ser uma forma de contaminação.

No caso de bebês é ainda mais importante atentar-se a este ponto, pois o sistema imune menos desenvolvido delas faz com que elas sejam mais suscetíveis a contrair a infecção.

Uma boa higienização oral também contribui para a prevenção do surgimento desta complicação, e no caso das crianças é importante que os responsáveis assegurem-se de que a limpeza está sendo feita corretamente.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que o paciente possa realizar o acompanhamento da prótese dentária, de modo que o dentista também possa realizar quaisquer ajustes que sejam necessários.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Através delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Visite a uma clínica odontológica OralDents para um sorriso mais bonito e ganhar uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *