mulher pensando boca amargando o que pode ser

Boca amargando o que pode ser? Saiba a causa do gosto ruim!

Você já se perguntou o que pode ser a boca amargando? Geralmente, esse desagrado é provocado por uma má higiene bucal, que resulta em cáries, gengivite e saburra. Mas, é preciso que o paciente seja avaliado por um profissional de odontologia.

Saiba mais aqui sobre as principais causas:

Boca amargando, o que pode ser?

Muitas pessoas se perguntam o que pode ser boca amargando ao sentir um gosto amargo na região bucal depois de acordar.

De fato, essa sensação de boca amarga é extremamente desconfortável e merece ainda mais atenção a partir do momento em que permanece durante o dia.

Na maior parte das vezes, esse desagrado também é acompanhado de halitose, que nada mais é do que a presença do mau hálito. 

Existem inúmeros fatores que podem ser a razão para o seu surgimento, devendo ser levados em consideração durante a avaliação do dentista. Neste momento, confira o que pode ser a boca amargando:

  • Má higiene bucal;
  • Cáries;
  • Gengivite;
  • Saburra lingual;
  • Boca seca. 

1. Má higiene bucal 

Se você já sentiu a sua boca amargando, é muito provável que tenha imaginado que o principal fator responsável para isso consiste na má higiene bucal.

A partir do momento em que o paciente negligencia os devidos cuidados com a higienização bucal, torna-se suscetível a uma maior disseminação de bactérias no local. 

Assim, elas tendem a aumentar de quantidade à medida que o descuido acontece, desencadeando complicações ainda mais graves. Por isso, o primeiro passo a ser seguido é buscar a ajuda de um dentista.

2. Cáries 

As cáries também podem ser responsáveis pela boca amargando. Elas surgem como pequenos pontinhos pretos no dente, sendo resultado de uma corrosão dentária.

Essa corrosão não só forma pontinhos escuros nos dentes, como também pode causar bastante dor. Nas situações mais graves, pode levar à perda dos dentes.

3. Gengivite

A gengivite é uma consequência de um processo inflamatório que acontece na gengiva, causando uma maior sensibilidade na região bucal.

Essa condição também faz com que haja um pequeno ou moderado sangramento na hora de escovar os dentes. Por isso, os pacientes costumam apresentar a boca amargando como uma queixa em consultórios odontológicos. 

4. Saburra lingual

Também conhecida como língua branca, a saburra lingual consiste em um surgimento de coloração branca que ocorre na língua em razão da má higiene bucal.

Em algumas situações, as causas também podem ser consumo excessivo de bebidas alcoólicas, tabagismo, reações adversas pelo uso de remédios, herpes viral ou desidratação. 

O primeiro caminho a ser seguido é realizar a higienização bucal de forma regular, contando com o auxílio de um raspador.

O paciente pode fazer isso no conforto de sua própria casa, mas, caso o desagrado continue, é necessário procurar pela assistência de um profissional de odontologia. 

5. Boca seca

A boca seca também é conhecida como xerostomia e é responsável por deixar o paciente sentindo a boca amargando, visto que não consegue produzir uma quantidade ideal de saliva.

Essa irregularidade faz com que as bactérias se disseminem com uma maior facilidade, alterando o equilíbrio do pH bucal. 

Por fim, vale lembrar que além dos problemas bucais, existem outros motivos para a manifestação do gosto amargo na boca, como é o caso de infecções das vias aéreas superiores, problemas no fígado, efeitos colaterais de medicamentos, doenças gastrointestinais, refluxo e uso de suplementos. 

De todo modo, é preciso procurar um profissional de saúde, visto que somente ele possui a capacidade de encontrar a causa do desagrado e indicar os melhores tratamentos a serem seguidos. 

dentista avaliando causa da boca amargando

O que fazer quando se está com a boca amargando? 

Ao sentir a boca amargando, o paciente deve procurar a ajuda de um profissional de odontologia, visando descobrir se o problema é decorrente de algum descuido com a saúde bucal. 

Caso não seja, o dentista pode recomendar uma consulta com um gastroenterologista, que irá solicitar exames complementares de diagnóstico (endoscopia e ultrassonografia do estômago). Assim, há como avaliar as condições do fígado e da região abdominal. 

Depois que os exames foram feitos e o gastroenterologista já possui o resultado em mãos, o paciente pode ser encaminhado para um especialista.

O encaminhamento é feito para o especialista que mais se encaixa na resolução do problema encontrado, visando promover mais conforto de forma eficaz. 

bactéria causando a boca amargando

Como tirar o gosto amargo da boca?

Não há opção melhor para tirar o gosto amargo da boca do que o simples ato de escovar os dentes. Até porque, as patas utilizadas na escovação já possuem um alto frescor agradável.

Por essa razão, é indicado investir ainda mais na limpeza dentária, que pode ser feita até mesmo em casa durante o dia a dia. 

Lembrando que é preciso realizar a escovação durante três a quatro vezes por dia, logo após concluir as refeições. Esse procedimento não deve ser feito de qualquer maneira e precisa contar com o uso de fio dental. 

Assim, esse cuidado não só combate a halitose, como também evita a formação de processos inflamatórios e infecciosos. Da mesma forma, ajuda a prevenir o surgimento da boca seca, que é um dos principais fatores responsáveis pelo gosto desagradável. 

Além disso, existem algumas medidas caseiras que podem promover melhorias significativas para os pacientes, como é o caso do chá de gengibre (ou até mesmo o ato de mastigar um pedacinho de gengibre), chá de vinagre de maçã e água gelada. 

Além de hidratar o corpo, a água colabora para a limpeza bucal e diminui os desagrados decorrentes da má higienização. Existem dentistas que recomendam investir no chá de limão, já que o limão é uma fruta ácida que tira os gostos desagradáveis. 

Nesse caso, os bons resultados costumam ser vistos quando o problema não apresenta gravidade. Mas, a partir do momento em que a boca amargando é provocada por algum tipo de doença, surge a necessidade de tratar a condição desencadeante em primeiro lugar. Saiba aqui se a boca amarga pode ser câncer.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista permitem que o paciente tenha um maior cuidado com a sua higiene bucal, obtendo mais conhecimento a respeito da limpeza dos dentes e prevenção de doenças que acometem a boca. 

Sem contar que, esse acompanhamento permite uma maior proximidade entre profissional e paciente, visto que há um conhecimento maior a respeito do histórico odontológico. 

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie, a gengivite e o tártaro antes que se tornem quadros irreversíveis.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não progridem comprometendo a saúde de toda a região bucal e também do organismo como um todo.

Por meio das consultas também é possível realizar tratamentos de rotina, como a profilaxia, que é a higienização profissional dos dentes e deve ser realizada semestralmente, de acordo com o período indicado pelo dentista.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana, o que auxilia na prevenção da inflamação das gengivas.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente aumente sua autoestima com um sorriso mais bonito. A partir dessas práticas, a autoconfiança é resgatada. 

Uma visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *