arcada dentária

Arcada dentária: conheça os dentes e como cuidar deles!

A arcada dentária é extremamente importante para o bom funcionamento do corpo, especialmente para a digestão.

Sendo assim, confira mais sobre a arcada dentária neste artigo:

o que é arcada dentária

O que é arcada dentária?

A arcada dentária é a parte do corpo que é composta pelo periodonto, que são os tecidos de sustentação dos dentes, e pelos dentes.

Sendo assim, elas compõem grande parte da cavidade bucal do paciente, além de também possuírem funções essenciais.

Ela começa a ser formada por volta dos 6 meses de vida do paciente, com os dentes decíduos, que também são chamados de dentes de leite.

Ao todo nós temos 20 dentes decíduos, os quais terminam de nascer por volta dos 3 anos de idade do paciente.

Mas afinal, quantos dentes temos na boca? Esses 20 dentes de leite não nos acompanham por toda vida, sendo trocados por dentes permanentes a medida que vamos crescendo, somando um total de 32 dentes, contando com os terceiros molares, que irão nos acompanhar por toda a vida.

Os dentes permanentes a mais que possuímos são os três molares, que compõem a parte final da arcada dentária.

Contudo, não são todas as pessoas que possuem o terceiro molar, e grande parte das pessoas que o possuem acabam extraindo-o.

Isso se deve ao fato de que atualmente não possuímos espaço suficiente para comportar o terceiro molar na arcada dentária, o que faz com que seu nascimento cause diversos problemas, como o desalinhamento dentário.

Qual é o nome dos dentes da arcada dentária?

A arcada dentária infantil é composta por 20 dentes, dentre os quais 10 estão na arcada dentária superior e 10 na inferior.

Ela possui os seguintes dentes:

  • 8 dentes incisivos, onde 4 são superiores e 4 inferiores;
  • 4 dentes caninos, sendo 2 superiores e 2 inferiores;
  • 8 dentes pré-molares, sendo 4 superiores e 4 inferiores.

Dessa forma, esses são os dentes que acompanham a criança até por volta dos 12 anos de idade, que é a idade onde a troca deles se completa.

No entanto, apesar de todos eles serem trocados até os 12 anos, a arcada dentária adulta não se completa nessa faixa etária.

Isso se deve ao fato de que o terceiro molar costuma nascer após os 17 anos, sendo assim, a arcada dentária adulta só se completa após esse período.

Logo, a arcada dentária adulta é constituída da seguinte forma:

  • 8 dentes incisivos, sendo 4 superiores e 4 inferiores;
  • 4 caninos, sendo 2 superiores e 2 inferiores;
  • 8 pré-molares, sendo 4 superiores e 4 inferiores;
  • 12 molares, nos quais são 6 superiores e 6 inferiores.

Porém, apesar de os dentes da arcada dentária permanente totalizarem 32, geralmente os adultos possuem apenas 28, isso se deve ao fato de que os terceiros molares geralmente são removidos para evitar problemas.

Qual a função dos dentes da arcada dentária?

A arcada dentária é composta por vários dentes, que assim como os outros ossos de corpo possuem diferentes formatos e nomes.

Sendo assim, seu formato e posição na arcada dentária também garante que eles possuam funções específicas, portanto, confira quais as funções de cada um desses dentes:

  • Incisivos: são localizados no centro da arcada dentária, ou seja, são os dentes frontais. Eles são dentes mais finos e retos, e possuem a função de cortar os alimentos;
  • Caninos: estão localizados logo após os dentes incisivos e são dentes que possuem o formato pontiagudo. Eles possuem a função de rasgar os alimentos;
  • Pré-molares e molares: logo após os dentes caninos estão localizados os dentes pré-molares, e após eles os molares, desse modo eles são os últimos dentes das arcadas. Eles possuem o formato mais achatado e são utilizados para triturar os alimentos.

Sendo assim, cada dente é fundamental para o processo mastigatório, o que faz com que a perda de algum deles possa causar problemas na digestão e até mesmo causar o desalinhamento dos dentes remanescentes.

como cuidar da arcada dentária

Como cuidar da arcada dentária?

Assim como sabemos, a nossa boca exige que alguns cuidados de higiene sejam mantidos, para garantir o bem estar de todos os dentes da boca do paciente.

Dessa forma, independente do fato de ser a arcada dentária infantil ou adulta nós devemos ter bons cuidados com nossos dentes.

Sendo assim, veja a seguir como cuidar da arcada dentária:

Higienize bem os dentes

Para realizar uma boa higienização bucal é importante que o paciente realize uma boa escovação dos dentes e faça um bom uso do fio dental, visto que são cuidados fundamentais para que o paciente mantenha uma boa saúde de sua arcada dentária.

Sendo assim, para realizar uma boa escovação dos dentes, o paciente deve escovar os dentes com movimentos curtos e suaves. É importante lembrar que não se deve utilizar muita força durante a escovação para não danificar a estrutura dos dentes.

Além disso, também é importante atentar-se à linha entre a gengiva e os dentes, visto que essa região possui uma higienização um pouco mais complicada e é responsável por vários problemas de saúde bucal.

Também é recomendado utilizar uma escova de dentes que possua as cerdas macias, pois as cerdas mais rígidas podem acabar danificando o esmalte dentário.

Juntamente da escovação também devemos fazer o uso do fio dental, visto que ele é responsável por limpar a região entre os dentes. Dessa forma, é possível evitar diversos problemas de saúde bucal derivados de bactérias, como a placa bacteriana, o tártaro e a cárie.

Tenha uma boa alimentação

Através de uma alimentação saudável o paciente consegue repor todas as vitaminas, nutrientes e minerais responsáveis pela boa saúde do corpo.

Dessa forma é possível repor todos os nutrientes que serão responsáveis pela manutenção da saúde do corpo e da saúde bucal.

Como repor os dentes perdidos da arcada dentária?

Quando o paciente sofre de perda dentária, é importante que ele procure por uma forma de repor os dentes de sua arcada, visto que eles são muito importantes para a alimentação e para a proteção do periodonto.

Sendo assim, visando auxiliar os pacientes que perderam seus dentes a repô-los, foram desenvolvidos diversos tipos de prótese dentária.

Dentre elas, é possível encontrar as que são fixadas sobre implante dentário, as que utilizam grampos, as que são cimentadas e as que utilizam adesivos para prótese.

Logo, o paciente possui diversas opções para repor os dentes perdidos garantindo que ele possa escolher a forma que mais lhe agrada.

Visitas regulares ao dentista

Através das visitas regulares ao dentista o dentista pode tirar todas suas dúvidas a respeito da arcada dentária e ser aconselhado sobre os cuidados ideais para se ter com ela.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *