arcada dentária superior

Arcada dentária superior: descubra como ela é formada aqui!

A arcada dentária é uma estrutura fundamental para diversas funções, como a mastigação, respiração e fala, além de também ser responsável por conferir uma boa estética para o sorriso do paciente.

Ela é composta pelas estruturas que compõem o periodonto e pelos dentes, e no decorrer da vida possuímos duas arcadas, sendo elas a infantil e a permanente.

Sendo assim, neste artigo falaremos mais a respeito da arcada dentária superior, confira mais a respeito dela abaixo:

O que é arcada dentária superior?

Arcada dentária superior corresponde a região da boca composta pelos dentes superiores e pelo periodonto superior, que é composto pelos tecidos responsáveis por sustentar os dentes superiores.

Todas as arcadas dentárias superiores são compostas pelas mesmas estruturas, no entanto, cada paciente possui uma arcada dentária única, ou seja, ninguém possui uma arcada igual a de outra pessoa.

O conjunto das arcadas superior e inferior contribuem para a realização de várias funções do corpo humano, como a mastigação, a fala e a respiração.

A primeira arcada dentária superior que possuímos é a infantil, que é composta pelos dentes de leite e começa a se formar por volta dos 6 meses de idade e se completa próximo dos 2 anos e meio de idade.

Já a arcada definitiva, também conhecida como adulta, começa a se formar por volta dos 6 anos de idade, que é a época em que começa a troca dos dentes decíduos pelos permanentes, que irão acompanhar o paciente por toda sua vida.

Essa arcada se completa com o nascimento dos terceiros molares, também conhecidos como dente siso, que são os últimos dentes a nascerem, o que geralmente ocorre entre os 17 e 21 anos de idade.

No entanto, na maior parte das vezes, o dente do siso tende a ser extraído quando começa a dar sinais de seu nascimento por conta dos vários problemas que ele pode causar, como o desalinhamento dentário e a pericoronarite.

Como a arcada dentária superior é formada

Como a arcada dentária superior é formada?

Assim como dito anteriormente, a arcada superior é a primeira a se formar, comumente chamada de arcada dentária infantil composta pelos dentes decíduos.

O surgimento dessa arcada inicia-se enquanto o paciente ainda é um bebê por volta dos 6 meses, o que pode causar bastante incômodo para a criança, de forma que ela fique bastante irritada durante esse período.

Geralmente a ordem de nascimento dos dentes da arcada dentária superior infantil ocorre na seguinte sequência:

  • Incisivos superiores: tendem a nascer entre os seis e oito meses;
  • Incisivos laterais superiores: entre nove e 11 meses;
  • Primeiros pré-molares: entre 12 e 16 meses;
  • Caninos: entre 16 e 20 meses;
  • Segundos pré-molares: entre 20 e 30 meses.

Essa arcada permanece na boca durante algum tempo e após passado esse tempo inicia-se o nascimento da arcada dentária permanente, que começa a surgir por volta dos 6 anos de idade.

Quando ela começa a surgir, os dentes decíduos começam a cair e serem substituídos pelos permanentes. Sendo assim, confira a ordem de nascimento dos dentes permanentes superiores:

  • Entre 6 a 7 anos: primeiros molares superiores;
  • Entre 7 a 8 anos: incisivos centrais superiores;
  • Entre 8 a 9 anos: incisivos laterais superiores;
  • Entre 10 a 11 anos: primeiros pré-molares superiores;
  • Entre 10 a 12 anos: segundos pré-molares superiores;
  • Entre 11 a 12 anos: caninos superiores;
  • Entre 12 a 13 anos: segundos molares superiores;
  • Entre 17 a 21 anos: terceiros molares (ou dentes do siso).

Após o nascimento do dente do siso a arcada dentária superior se encontra completamente formada e não há o nascimento de mais nenhum dente.

Quais são os tipos de dentes que compõem a arcada dentária superior?

Assim como podemos perceber, tanto a arcada dentária superior quanto a inferior são formadas por diferentes tipos de dentes, no qual cada um possui um formato e uma função diferente.

Dessa forma, cada um deles possui uma função específica durante a mastigação, eles também são muito importantes para a fala e a respiração.

Sendo assim, confira quais os tipos de dentes presentes nessa arcada e suas principais funções:

  • Dentes incisivos: consistem no conjunto de dentes que fica mais a frente da arcada dentária e possuem um formato mais fino e largo, semelhante a uma lâmina. A principal função desses dentes é a de cortar os alimentos;
  • Dentes caninos: são os dentes que ficam ao lado dos incisivos e possuem um formato mais pontiagudo. Sua principal função é a de rasgar os alimentos;
  • Dentes pré-molares: vêm logo após os caninos e possuem um formato um pouco mais achatado. Sua principal função é a de triturar os alimentos;
  • Dentes molares: são os últimos dentes da arcada dentária e possuem um formato mais achatado e largo a fim de conferir uma superfície de contato maior. Sua principal função é a de triturar os alimentos.

Assim como podemos ver, cada um dos dentes possui uma função única na arcada dentária, o que faz com que a falta de algum destes elementos seja responsável por comprometer parte do sistema mastigatório, respiratório e a fala.

Além disso, a perda dentária também pode comprometer o periodonto causando a reabsorção óssea do osso alveolar.

Como cuidar da arcada dentária superior

Como cuidar da arcada dentária superior?

A arcada dentária é composta pelo periodonto e pelos dentes, e pode ser afetada por inúmeras complicações derivadas de bactérias.

Essas bactérias se acumulam sobre as partículas de alimentos que ficam sobre os dentes após a alimentação.

Sendo assim, para evitar que elas se desenvolvam tornando-se uma complicação para a arcada dentária, é recomendado que o paciente tenha bons hábitos de higiene bucal.

Esses bons hábitos podem ser adquiridos através de uma boa escovação, utilizando uma escova de dentes com cerdas macias, e do uso correto do fio dental.

Além disso, como forma de complementar a prevenção de complicações, é recomendado que o paciente realize visitas regulares ao dentista.

Essas visitas são responsáveis por promover a profilaxia e permitir que um profissional avalie a sua saúde bucal e recomende quaisquer cuidados ou tratamentos necessários.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a saúde bucal dos pacientes.

Além disso, através das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista possa ter acesso a todos os procedimentos odontológicos que você já realizou.

Por meio delas também é possível identificar e tratar problemas como a cárie e o tártaro antes que se tornem complicações graves.

Isso só é possível por meio do tratamento precoce, que garante que eles não evoluam ameaçando a saúde de toda a boca.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Uma visita a clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *