homem sendo avaliado por dentista por ter uma grande afta na boca

Afta: descubra aqui curiosidades e tratamentos dessa pequena lesão!

Popularmente conhecida como afta, a estomatite aftosa recorrente são pequenas feridas (úlceras) expostas na região bucal. 

Aqui, saiba mais sobre suas características, causas e tratamentos eficazes.

O que é afta?

As aftas são pequenas lesões, rasas e dolorosas que podem se formar na boca, geralmente na mucosa oral como céu da boca, gengivas, língua e parte interna dos lábios. Elas são bastante comuns e geralmente não são graves, embora possam ser desconfortáveis. 

Provavelmente você já sentiu ardência em um lugar específico na boca ao ingerir algum alimento e até mesmo algum líquido, esse incômodo é gerado porque o tecido bucal é formado por terminações nervosas que quando expostas levam a dor, ardor e até coceira.

Se você estiver preocupado com aftas persistentes ou recorrentes, ou se estiver enfrentando sintomas graves, é aconselhável consultar um dentista ou médico para avaliação e orientação adequadas. 

O que causa afta na boca?

mulher sentindo ardência na boca ao escovar os dentesAparelho ortodôntico

O uso de aparelho ortodôntico pode, em alguns casos, contribuir para o desenvolvimento de aftas ou aumentar o desconforto associado a elas. Algumas razões pelas quais isso pode ocorrer incluem:

Irritação Mecânica: O aparelho ortodôntico pode causar irritação mecânica na mucosa oral, especialmente nas fases iniciais do tratamento ou após ajustes. Isso pode criar pequenas lesões que, por sua vez, podem evoluir para aftas.

Atrito: O atrito entre os brackets (peças fixadas nos dentes) e os tecidos orais pode resultar em áreas irritadas ou feridas.

Dificuldade na Higienização: A presença do aparelho pode dificultar a higienização adequada dos dentes e gengivas. O acúmulo de placa bacteriana aumenta o risco de irritação e pode contribuir para o desenvolvimento de aftas.

Alimentação ácida

O consumo de alimentos ácidos pode contribuir para a irritação da mucosa oral e aumentar o desconforto associado às aftas. 

Alimentos ácidos incluem cítricos (como laranjas, limões, toranja), tomates, frutas ácidas, bebidas carbonatadas, vinagre e alimentos marinados.

A exposição a alimentos ácidos pode aumentar a sensação de ardor e desconforto associada às aftas, visto que eles podem irritar as áreas já sensíveis da mucosa oral.

Alimentos duros

Alimentos de difícil mastigação também podem gerar afta, uma vez que ao mastigar um alimento muito duro, por exemplo, você pode machucar sua gengiva, fazendo com aquela ferida se inflame devido o atrito com outras substâncias e gerando as aftas.

Alterações hormonais

As alterações hormonais podem desempenhar um papel no desenvolvimento de aftas em algumas pessoas. O sistema hormonal tem influência sobre vários aspectos do corpo, incluindo a saúde bucal.

Algumas mulheres relatam que experimentam aftas recorrentes em diferentes fases do ciclo menstrual. Isso pode estar relacionado às flutuações hormonais que ocorrem durante o ciclo.

Mulheres grávidas podem ser mais propensas a desenvolver aftas devido às mudanças hormonais associadas à gravidez. Além disso, o estresse físico e emocional durante a gravidez pode contribuir para o aparecimento de aftas.

Durante a menopausa, as mulheres podem experimentar variações hormonais significativas. Essas mudanças podem afetar a saúde bucal e aumentar a suscetibilidade a aftas.

Mordida errada

A mordida errada pode gerar vários problemas, um deles é o aparecimento de aftas e lesões na boca. O desalinhamento dos dentes gera machucados e inflamações na mucosa bucal.

Morder acidentalmente a língua, bochecha ou lábios, especialmente durante uma mordida desajeitada, pode criar pequenas lesões que podem evoluir para aftas.

Estresse

O estresse é um fator que pode desencadear ou agravar diversos problemas de saúde, incluindo condições bucais como aftas. Embora não seja a única causa, o estresse pode contribuir para o aparecimento de aftas em algumas pessoas. 

O estresse crônico pode enfraquecer o sistema imunológico, tornando o corpo mais suscetível a infecções, incluindo aquelas que podem levar ao desenvolvimento de aftas.

O estresse também pode levar à diminuição da produção de saliva, o que pode contribuir para a irritação da mucosa oral.

Reações alérgicas

Algumas pessoas podem desenvolver aftas como uma resposta alérgica a certos alimentos. O contato com alimentos alergênicos pode desencadear uma reação inflamatória que pode levar ao desenvolvimento dessas lesões.

Baixa imunidade

A baixa imunidade pode estar associada ao desenvolvimento recorrente de aftas em algumas pessoas.
Quando o sistema imunológico está enfraquecido, o corpo pode ter dificuldade em combater infecções ou reagir adequadamente a irritações na mucosa oral, o que pode favorecer o desenvolvimento de aftas.

Um sistema imunológico comprometido pode permitir que infecções oportunistas, como aquelas causadas por vírus ou fungos, prosperem, aumentando assim o risco de aftas.

As aftas são contagiosas?

Não, as estomatites aftosas não são contagiosas. Algumas pessoas podem pensar que a afta é causada por vírus, podendo ser contraída através de beijo ou gotículas de saliva, mas na verdade as aftas só são geradas por fatores externos, como os citados acima.

Como evitar a afta

mulher cuidando de seu saude bucal para evitar aftas e feridas na boca

No caso do uso de aparelho ortodôntico, a higiene oral deve ser ainda mais eficiente. É essencial manter uma higiene oral rigorosa durante o tratamento ortodôntico.

Utilize escovas especiais para aparelho, fio dental e enxaguante bucal, conforme recomendado pelo ortodontista. Nesse caso a cera ortodôntica fornecida pelo ortodontista pode ser aplicada sobre as partes do aparelho que estão causando atrito ou irritação.

Reduzir a ingestão de alimentos ácidos pode ajudar a minimizar a irritação nas áreas afetadas.

Mantenha uma boa higiene bucal, escovando os dentes suavemente com uma escova de cerdas macias e usando fio dental regularmente. Isso ajuda a prevenir a acumulação de placa bacteriana, que pode agravar as aftas.

Se alérgenos específicos forem identificados, é importante evitar o contato com esses alimentos ou substâncias.

Trabalhar para fortalecer o sistema imunológico pode ajudar a reduzir a frequência das aftas. Isso inclui hábitos de vida saudáveis, como uma dieta equilibrada, exercícios regulares, sono adequado e gerenciamento do estresse.

Como tratar a afta?

Como sabemos, a afta incomoda bastante, por isso gera a dúvida o que é bom para afta? e devido ao grande incômodo algumas pessoas querem soluções rápidas e sempre questionam: como acabar com aftas na boca em 1 dia?

O tratamento da afta geralmente se concentra em aliviar os sintomas, acelerar a cicatrização e prevenir infecções secundárias. 

Use pomadas ou géis tópicos específicos para aftas, que estão disponíveis em farmácias sem receita médica. Esses produtos podem conter ingredientes como benzocaína, lidocaína ou outros agentes analgésicos e cicatrizantes.

Analgésicos como paracetamol ou ibuprofeno também podem ajudar a aliviar a dor e reduzir a inflamação. Saiba mais sobre o medicamento para afta.

Além disso, evite tocar ou cutucar a afta, pois isso pode atrasar o processo de cicatrização e aumentar o risco de infecção.

Aftas em bebês

bebê chorando muito pois está com afta na boca

Se para adultos, conviver com a presença de uma afta bucal é difícil, imagina para um bebê que não pode ou sabe explicar o que está sentindo.

Essa lesão pode causar estresse e preocupação para os pais. Por isso, se atente aos sinais e siga as orientações de um médico, caso as aftas sejam recorrentes.

As aftas em bebês podem ser causadas por traumas orais, infecções virais ou fúngicas, reações alérgicas e deficiência nutricional.

No caso de traumas orais, os bebês podem morder acidentalmente a língua ou a bochecha, gerando lesões inflamadas que podem se tornar aftas.

Algumas infecções virais, como o herpes simplex, ou fúngicas, como a candidíase oral, podem causar lesões semelhantes a aftas, fazendo com que o bebê fique irritado e choroso.

A exposição a alimentos ou substâncias às quais o bebê é alérgico também pode levar ao desenvolvimento de aftas.

Para cuidar e tratar esse problema, é interessante que os pais atentem-se a alguns fatores que podem prevenir o aparecimento das aftas.

Mantenha a boca do bebê limpa, usando uma gaze ou pano úmido para limpar suavemente a área afetada, evite alimentos ácidos ou picantes que possam irritar as aftas.

Se o bebê está sendo amamentado, certifique-se de que a pega esteja correta para evitar lesões na boca. 

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares garantem ao paciente a oportunidade de realizar consultas odontológicas e oferecem ao profissional a possibilidade de acompanhar a sua saúde bucal.

Além disso, por meio das visitas regulares é possível estabelecer um histórico odontológico, o que garante que o dentista tenha acesso aos procedimentos odontológicos já realizados e a possíveis tratamentos para garantir a sua saúde bucal.

A visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *